Tcheco repete sina de marcar gols salvadores

Capitão do Grêmio foi o autor do gol da vitória sobre o Aurora (BOL)

Tcheco já marcou outros três gols importantes em edições passadasTcheco já marcou outros três gols importantes em edições passadas (Crédito: EFE)

LANCEPRESS!

Desde a Libertadores de 2007, quando vestiu a camisa do Grêmio pela primeira vez na Libertadores, Tcheco vem sendo responsável por gols importantes na trajetória tricolor no torneio.

Naquele ano, marcou três gols: um contra o São Paulo, nas oitavas-de-final; um de falta contra o Defensor, nas quartas; e um de pênalti contra o Santos, na semifinal.

Na noite desta quarta-feira, em Cochabamba, na Bolívia, Tcheco foi outra vez providencial. O empate em 1 a 1 com o Aurora parecia inevitável. O Grêmio atuava com dez jogadores e a torcida local empurrava sua equipe para o ataque.

Foi então que reapareceu a estrela do capitão. Em uma cobrança de falta imperfeita, sem força, ele fez o gol que confirmou a segunda vitória dos gremistas fora de casa (havia vencido o Boyacá Chicó na rodada anterior).

Dulcich, goleiro do Aurora, era até então um dos melhores da partida e de quem menos se esperava uma falha. Mas o argentino menosprezou a dificuldade da defesa na bola batida por Tcheco e levou o famoso frango. Pior para equipe boliviana, que com o resultado está praticamente eliminada da Libertadores.

– É aquela velha história, tem que chutar para marcar. Independentemente de a bola não ter ido como eu queria, e apesar de o Dulcich ser um bom goleiro, eu fui feliz – explicou o camisa 10 sobre o lance do gol.

Ao falar sobre os gols perdidos ao longo da partida, porém, Tcheco se mostrou preocupado.

– Vamos ter que saber lidar com isso. Vai haver cobranças e com razão. Precisamos corrigir para não agravar nos próximos jogos.