Paulo Baier promete ajudar o Grêmio a ser campeão

Gremista, meia do Goiás quer dar título de presente para o pai.

Ampliar Foto Agência Estado/Agência Agência Estado/Agência

Paulo Baier pode se tornar o maior goleador do Goiás em Campeonatos Brasileiros

O Grêmio só será campeão brasileiro com a ajuda do Goiás. A três pontos do líder São Paulo, o time de Celso Roth precisa vencer o Atlético-MG, no Olímpico, e depender de uma vitória do Verdão sobre os paulistas, no Distrito Federal. E o líder do time goiano é um gaúcho de 34 anos, natural de Ijuí e gremista de coração: Paulo Baier.
Capitão do Goiás, o meia está a um gol de entrar para a história do clube. Atualmente, ele está empatado com Araújo, com 51 gols, como os maiores artilheiros do Esmeraldino em Campeonatos Brasileiros.

Mesmo acreditando que o Grêmio enviará bicho extra ao Goiás pela vitória sobre o São Paulo, Paulo Baier não quer dinheiro, quer dar o campeonato ao pai, Elemar, de 60 anos, “o maior gremista” que ele conhece.

O Grêmio depende do Goiás. Você daria esperanças aos gremistas?
Paulo Baier: Claro que sim, e principalmente para o meu pai. Ele é muito gremista e já havia me pedido uma vitória sobre o São Paulo, caso o Grêmio chegasse vivo à última rodada.

Empresários ligados ao Grêmio deverão enviar bicho extra para que vocês vençam…
Baier: Nem quero dinheiro. Quero dar o título de presente a meu pai. Sou gremista, todos sabem disso, e sei que vou entrar para a história do Grêmio se ajudarmos na conquista deste título. Também quero entrar para a história do Goiás. Preciso marcar mais um gol para passar o Araújo e ser o maior artilheiro do Goiás em Campeonatos Brasileiros.

Como o Goiás pode vencer o São Paulo?
Baier: Ainda não sei (risos). Perdemos o Iarley para o jogo. Levou o terceiro cartão amarelo. Não creio que nossa torcida seja expressiva no Bezerrão.

Você pode jogar pelo Grêmio em 2009?
Baier: É difícil, não houve interesse. Devo permanecer mesmo no Goiás. Aqui sou ídolo.