Geninho recusa proposta oficial do Grêmio

Treinador garante que cumprirá contrato com o Furacão até o fim

Técnico Geninho (à esquerda) garante que não comandará o Grêmio, pelo menos, por enquanto

Técnico Geninho (à esquerda) garante que não comandará o Grêmio, pelo menos, por enquanto

LANCEPRESS!

Antes de embarcar para Natal, onde o Atlético Paranaense enfrentará o ABC (RN), pela segunda fase da Copa do Brasil, o técnico Geninho fez questão de deixar claro que cumprirá o seu contrato com o Furacão até o fim da temporada. Mostrando todo seu carinho pelo rubro-negro, Geninho afirmou, inclusive, que comunicou esta decisão à direção da equipe gaúcha.

– Tenho um contrato com o Atlético até o final do ano e a idéia é cumpri-lo. Mas não posso negar que o convite do Grêmio foi feito e que existe o interesse para que eu vá para lá. Porém já falei para a diretoria gremista que esse não é o momento de eu sair, porque estamos na reta final do Paranaense – disse, explicando porque fez questão de trazer esse assunto a público:

– Disse isso para que já não houvesse especulação. Receber esse tipo de convite tem o lado bom que é a vaidade, de você saber que está sendo reconhecido por uma das maiores equipes do país. Além disso, também prova para muita gente que acha que eu ganho muito aqui que não é bem assim, não é o dinheiro que me faz ficar e sim o carinho da torcida. Por isso, hoje eu não tenho motivo nenhum para sair Atlético, mas o futebol é dinâmico.

Ainda na entrevista, Geninho fez questão de desmentir os boatos de que teria conversado com o atacante Alex Mineiro, hoje no Grêmio, para obter informações da equipe gaúcha.

– Não falei com o Alex. Ele conversou com um amigo que ficaria contente se eu fosse para lá, porque ele não está vivendo um bom momento. Se eu fosse ele poderia ter novas oportunidades, e voltaria a viver um bom momento – completou, em entrevista à Rádio CBN, de Curitiba.