Libertadores: turma de trás tenta fugir do Grêmio

Tricolor gaúcho está perto de garantir a primeira colocação geral

LANCEPRESS!

O time do Grêmio depende apenas dele mesmo para garantir a primeira colocação geral na fase de grupos da Libertadores. Uma vitória simples sobre o Boyacá Chicó (COL), terça-feira, no Olímpico, concede à equipe gaúcha o privilégio de decidir todos os confrontos, até uma eventual final, da fase mata-mata dentro de seus domínios.

Caso se confirme o primeiro lugar geral, nas oitavas-de-final o Tricolor enfrentará a equipe de pior desempenho da segunda fase (grupos). São quatro os possíveis adversários: Defensor (URU), San Martín (PER), Universitario (PER) ou San Luis (MEX).

Destes, o confronto mais provável é contra o Defensor Sporting, do Grupo 4. Os uruguaios encerraram sua participação, quarta-feira passada, com oito pontos e nenhum gol de saldo. As outras três equipes têm mais uma rodada, que será disputada na próxima semana, para pontuar e fugir do time de melhor campanha.

Os peruanos San Martín e Universitario precisam apenas de um empate, fora de casa, contra River Plate (quinta-feira) e San Lorenzo (terça-feira) – eliminados –, respectivamente, para chegarem aos nove pontos e enfrentarem times teoricamente mais fracos nas oitavas.

Correndo por fora, no Grupo 8, a equipe mexicana do San Luis precisa vencer o Libertad (terça-feira), no Paraguai, e torcer por uma derrota do Universitario para se classificar com oito pontos. Se tiver pelo menos um gol de saldo, se livra do Grêmio na próxima fase.