Grêmio recebe o Atlético-GO no Olímpico

Tricolor gaúcho está apenas uma posição acima da degola

O Grêmio volta ao Olímpico, nesta quarta-feira, às 19h30, todo animado para o jogo contra o Atlético-GO. Motivo: o empate com o Botafogo no Engenhão, depois de estar perdendo por 2 a 0.

Aquele resultado, além de comprovar a fase de inconformismo dos jogadores, manteve a equipe na 16ª posição, isto é, fora da zona de rebaixamento. E apontou para um tendência de recuperação – de empates fora de casa e vitórias dentro.

Nas últimas três rodadas, o Grêmio empatou com o Atlético-PR e o Botafogo como visitante, intercalando esses resultados com um 1 a 0 sobre o Guarani como mandante.

– Se vencermos os goianos, vamos ganhar moral para encarar o Corinthians no Pacaembu, talvez até para conseguir a primeira vitória fora de casa – projetou o capitão Fábio Rochemback.

Esse é um trauma a superar. Afinal, o Tricolor não vence longe do Olímpico em Brasileiros desde o ano passado. Dia 14 se completará um ano da vitória sobre o Náutico nos Aflitos.

Torcida é que não deve faltar. Na semana passada, com um ingresso valendo para dois gremistas, 30 mil foram ao Olímpico incentivar o time contra o Bugre. Dessa vez, a promoção é de simples redução do preço à metade. Há muito otimismo. A própria ausência do melhor jogador do Atlético-GO, Elias, para muitos é sinal de que a sorte está mudando para o lado do Tricolor.

O Grêmio vai com força máxima. Todos os lesionados se recuperaram: o zagueiro Vilson, de uma pancada no joelho direito; o volante Fábio Rochemback, de torção no tornozelo esquerdo; o meia Douglas, de dores pubianas; e Fábio Santos, que foi poupado contra o Botafogo, ocupará de novo a lateral-esquerda.

Criticado por ter iniciado com o lateral-esquerdo reserva Gilson no meio-campo contra o Botafogo, Renato saudou a recuperação de seus titulares.

– Por mim, mantenho a mesma escalação sempre – afirmou.

Boas lembranças para o Atlético-GO:

Já o Atlético-GO tem boas lembranças da casa do adversário desta quarta-feira . Em 2008, o Dragão eliminou os gaúchos da Copa do Brasil nos pênaltis, com grande atuação do goleiro Márcio. Tão experiente quanto Márcio, o volante Ramalho ainda não fazia parte do elenco e agora destaca o clima favorável que o time atravessa nos últimos jogos.

– O clima aqui sempre foi bom, desde que cheguei. Com a chegada do René, a auto-estima melhorou bastante, alguns jogadores voltaram a desempenhar um bom futebol, como o Elias, e isso é bom. A gente cresce dentro de campo e tem obtido os resultados, e espero que continue assim – afirmou o volante.

A delegação está em Porto Alegre desde segunda-feira e fez um treinamento na tarde desta terça-feira na capital gaúcha. O técnico René Simões tem vários problemas para montar o time rubro-negro. São quatro desfalques importantes: o zagueiro Welton Felipe e o atacante Marcão ainda estão no departamento médico, enquanto os meias William e Elias, artilheiro do Brasileirão ao lado de Bruno Cesar com 9 gols, estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

A boa notícia é a provável volta de Róbston, que se recuperou de lesão muscular e foi relacionado para a partida. Outras surpresas da relação foram o lateral direito Dida e o atacante Carlinhos Bala, que pode até começar a partida. Na zaga, Jairo deve fazer dupla com Daniel Marques, e no meio, Anaílson deve ser a opção utilizada.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIOX ATLÉTICO-GO

Local: Olímpico, em Porto Alegre (MG)
Data e hora: 8 de setembro, às 19h30 (horário de Braasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock(SC) e Cesar Augusto de Oliveira (DF)

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Vilson, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochembach, Adilson, Souza e Douglas; Jonas e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

ATLÉTICO-GO: Márcio, Victor Ferraz, Daniel Marques, Jairo e Thiago Feltri; Ramalho, Pituca, Róbston (Agenor), Diguinho e Anaílson; Juninho. Técnico: René Simões