Roth valoriza vaga na Libertadores, mas fica insatisfeito sem título

Grêmio pode conquistar acesso à competição continental já neste domingo. Ser campeão virou tarefa quase impossível

Ampliar Foto Agência/Agencia Estado Agência/Agencia Estado

Vaga na Libertadores não satisfaz Roth

O Grêmio começou o Campeonato Brasileiro por baixo, desacreditado, sem grandes expectativas de brigar pelas primeiras colocações. Mas Celso Roth tinha discurso diferente. A cada entrevista, ele batia na tecla de que sua equipe não era pior do que qualquer outra. O desempenho tricolor na competição mostrou que ele tinha razão. Faltando duas rodadas para terminar o Nacional, o Grêmio está perto de garantir vaga na Libertadores e ainda sonha com o caneco.

Para Roth, ir à competição continental é motivo de orgulho, mas não de satisfação. Só a taça deixará o treinador 100% feliz.

– No caso de conseguirmos vaga na Libertadores, termino o ano em uma condição ótima, mas não satisfeito. O que queremos ainda é o título – afirma.

Para ser campeão, o Grêmio precisa vencer os dois jogos restantes e ver o São Paulo somar no máximo um ponto. Para ir à Libertadores, basta uma vitória sobre o Ipatinga neste domingo, em Minas Gerais.