Com postura renovada, Grêmio crê em melhor sorte no clássico

Atuação no empate com o Cruzeiro vira exemplo para o Gre-Nal de domingo. Tricolor está em situação complicada, na zona de risco

Nas últimas quatro rodadas do Brasileirão, realizadas após a Copa do Mundo da África do Sul, o Grêmio conquistou apenas três de 12 pontos disputados. Empatou com Vasco, Vitória e Cruzeiro e perdeu para o Grêmio Prudente. Tal desempenho colocou o Tricolor em situação delicada, mas o último jogo animou os jogadores.

Embora o empate por 2 a 2 com o Cruzeiro de certa forma tenha sido frustrante, a postura apresentada em campo dá um ânimo diferente a Hugo, por exemplo.

– Houve uma melhora na entrega dos jogadores em campo. Estávamos entrando em campo com uma vontade um pouco abaixo do que estamos acostumados. Não era só com a camisa que íamos ganhar. Os adversários já não estavam no respeitando mais – opinou o meia tricolor.

Borges concorda com o companheiro. Até porque o time tem de estar mais do que motivado para o clássico de domingo, contra o Inter, no Beira-Rio.

– Vejo o Grêmio bem diferente. O time está com muita pegada e vontade. Estamos dispostos para o clássico, que é um jogo que mexe com a cidade, que mexe com os atletas – acrescentou o atacante gremista.

Para o Gre-Nal, o técnico Silas já tem o time praticamente definido. A provável escalação é: Victor; Rodrigo, Rafael Marques e Ozeia; Maylson, Adílson, Ferdinando, Douglas e Hugo; Jonas e Borges.