Grêmio arranca empate na Venezuela

Sem jogar bem, time gaúcho passa sufoco contra o Caracas


Venezuelanos deram trabalho para Grêmio

Venezuelanos deram trabalho para Grêmio


Jogando na Venezuela contra o Caracas, o Grêmio empatou por 1 a 1 com o Caracas e trouxe um bom resultado para o jogo de volta no Olímpico. Mesmo jogando abaixo da sua média de atuações na Libertadores, o Grêmio conseguiu empatar a partida. Fábio Santos fez o gol gremista, enquanto Cichero marcou para os venezuelanos.

Assista os Golls da 1º Partida:


Com um minuto de jogo o Caracas conseguiu marcar o primeiro gol da partida. Em cobrança de falta ensaiada, Rey levantou na área, a zaga do Grêmio vacilou e três venezuelanos subiram sozinhos, resultado: Cichero desviou de cabeça, sem chances para Victor. Após o gol venezuelano o jogo ficou muito disputado no meio campo e os dois times não conseguiam criar boas oportunidades.

Esse panorama mudou aos 25 minutos, na melhor chegada do Grêmio, até então, Jonas fez boa jogada pela direita e cruzou para a área, Vega se complicou e a bola quase sobra para Maxi Lopez empatar, porém o goleiro venezuelano se recuperou e fez a defesa. No minuto seguinte, Tcheco cobrou falta pela esquerda e Vega defendeu em dois tempos. O goleiro venezuelano parecia inseguro.

Depois de passar por dois sustos, o Caracas respondeu. Após boa jogada pela esquerda, Cichero recebeu na área e bateu com força. Victor fez uma defesa incrível e evitou que o time da casa ampliasse a vantagem. No lance seguinte, após rebatida da defesa, Rey arriscou um chute de fora da área e a bola passou a esquerda do gol, com perigo.

No último lance de perigo do primeiro tempo, Rey cobrou falta parecida com a do lance do gol, a zaga do Grêmio saiu tentando fazer linha de impedimento e a bola passou por todo mundo e saiu a esquerda do gol, o lance quase surpreendeu o goleiro Victor.

Fábio Santos empata no segundo tempo

O Grêmio voltou para o segundo tempo em busca do empate, mas esbarrava nos erros de passe. Aos cinco, Fábio Santos fez boa jogada arancando pela esquerda e tentou o cruzamento para Máxi Lopez, mas antes que a bola chegasse ao argentino, Cichero cortou. O Caracas teve a chance de ampliar em um chute perigoso de Castellín que passou a esquerda do gol de Victor.

Aos 19, o Grêmio teve boa chance. Fábio Santos cruzou e Maxi lopez cabeceou para fora. Um minuto depois o próprio fabio santos chutou de dentro da área, mas a boa subiu demais. Mas as jgoadas de bola parada do time venezuelano eram mesmo o grande pesadelo para o Grêmio. Aos 23, Rey cobrou mais uma vez na área e após mais uma falha da zaga,a bola sobrou para Prieto, que finalizou mal e mandou por cima do gol.

O time gaúcho quase empatou aos 27, Souza cobrou com categoria uma falta de longe e acertou a trave esquerda de Vega que ficou só olhando. E foi em um lance de bola parada que o Grêmio chegou ao gol de empate. Aos 29, Tcheco cobrou falta da esquerda e Fábio Santos cabeceou firme para fazer 1 a 1. Após o gol de empate do Tricolor, inexplicavelmente o sistema de irrigação do estádio foi ligado e a partida interrompida por alguns minutos.

Os últimos dez minutos tiveram chances para os dois times, mas o placar não foi alterado. Com o resultado, o Grêmio joga por um empate por 0 a 0 no Olímpico para garantir a vaga nas semifinais.


FICHA TÉCNICA

CARACAS X GRÊMIO

Local: Estádio Olímpico (Caracas, VEN)
Data-hora: 27/05/2009 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Roberto Silveira (URU)
Auxiliares: Miguel Nievas e Marcelo Gadea (URU)
Cartões amarelos: Tcheco, Ruy, Léo (gremio) Figueroa, Piñango(Caracas)

CARACAS: Vega; Romero, Deivis-Barone, Rey e Cichero; Vera, Piñango, Gómez (Escobar) e Emilio Rentería (Pietro) ; Castellín e Darío Figueroa (Guerra). Técnico: Noel Sanvicente.

GRÊMIO: Victor; Leo, Rafael Marques e Réver; Ruy, Túlio, Tcheco, Souza (Tulio) e Fábio Santos; Jonas (Alex Mineiro) e Maxi López. Técnico: Paulo Autuori.