Victor: ‘Minha atuação contra o Flamengo pesou’

Goleiro foi convocado nesta quinta-feira por Dunga para a Seleção


Victor tem sido constantemente convocado por Dunga para a Seleção Brasileira

Victor tem sido constantemente convocado por Dunga para a Seleção Brasileira

O goleiro Victor, do Grêmio, não tem dúvida: a atuação contra o Flamengo, domingo passado – a melhor de sua carreira, segundo ele próprio -, teve grande peso na decisão do técnico Dunga de convocá-lo para a Seleção Brasileira que enfrentará a Argentina e o Chile no próximo mês.

Mas o principal para a nova chamada, segundo ele, foi sua regularidade.

– O Dunga usa esse critério. Por isso, será preciso me manter em alto nível até a convocação final, a da Copa do Mundo. Exibir essa constância, essa regularidade. Porque a concorrência está acirrada – disse Victor, confessando-se “feliz pra caramba”.

Ele citou vários goleiros como concorrentes à reserva de Júlio César: Gomes, Doni, Helton, entre os que atuam na Europa, Felipe, Fábio e Bruno entre os que atuam no Brasil:

– Minha convocação prova que não é preciso estar atuando na Europa para ter seu trabalho reconhecido. Um clube como o Grêmio também é uma grande vitrine.

Victor Leandro Bagy, 1,93m, 26 anos, paulista de Santo Anastácio, chegou ao Grêmio no início do ano passado, vindo do Paulista, de Jundiaí, SP. Tinha sido indicado em 2007 por Mano Menezes. Ele foi um dos três goleiros do Brasil na Copa das Confederações, mas ficou de fora da lista para o recente amistoso contra a Estônia.

Victor desfalcará o Grêmio em apenas uma partida – contra o Vitória, no Olímpico, dia 5 de setembro.

– Estar no banco contra a Argentina e o Chile representa muito. Reforça meu plano de ir à Copa da África do Sul. Mas vou ter que manter o nível, porque à medida que a Copa se aproxima a exigência aumenta – reiterou.