Avaí surpreende em Floripa, e Grêmio segue sem vencer fora de casa

Tricolor tropeça, na Ressacada, e ainda ganha três desfalques para a próxima rodada. Ferdinando garante a vitória catarinense

Bomba de Ferdinando, no segundo tempo, garante o triunfo do Avaí sobre o Grêmio

O Avaí venceu o Grêmio por 1 a 0, na Ressacada, pela 13ª rodada do Brasileirão e frustrou os planos do time gaúcho de conquistar a primeira vitória fora de casa na competição. Pior que isso, o time tricolor se tornou a equipe com a pior campanha como visitante no campeonato, com cinco derrotas e um empate. Ferdinando garantiu a vitória dos donos da casa, com um golaço de falta, aos quatro minutos do segundo tempo.

O Tricolor gaúcho, que atuou sem o zagueiro Thiego, barrado por conta da expulsão infantil na partida contra o Coritiba, ganhou três desfalques para a próxima rodada – Fábio Santos, Maxi López e Rever, que receberam o terceiro amarelo.

Com o resultado, os catarinenses chegam a 16 pontos, e ocupam, provisoriamente, 12ª colocação. Os gremistas, com 18, estão em oitavo.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

As equipes voltam a campo no próximo sábado. O Grêmio recebe o Santo André, no Olímpico, às 18h30m, mesmo horário em que o Avaí encara o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Catarinenses têm mais chances

Os visitantes deram sinais de que dominariam a etapa inicial. Já no primeiro minuto, os gaúchos avançaram pela direita, e Maxi López cruzou para a área, buscando Herrera. O goleiro Eduardo Martini se antecipou e evitou a finalização do argentino.

Aos 15, após cobrança de escanteio de Tcheco, Mário Fernandes desviou de cabeça e Maxi López fez o giro antes de chutar no peito do camisa 1 avaiano. Pouco depois, aos 17, Souza cobrou falta de longa distância e, no desvio da barreira, quase surpreendeu o goleiro, mas a bola saiu por cima do travessão.

Daí em diante, os donos da casa tomaram as rédeas da partida e deram trabalho para a defesa gaúcha. Aos 18, Marquinhos lançou para William, dentro da área, e Victor precisou se antecipar para salvar o Tricolor com os pés. Aos 29, o goleiro gremista voltou a aparecer bem, em cobrança de falta de Marquinhos, espalmada para escanteio.

O ataque catarinense chegou a balançar as redes, aos 30, quando William recebeu livre na área e tocou de primeira para o gol. Mas a arbitragem assinalou, corretamente, o impedimento.

O time do técnico Silas poderia até ter saído na frente, mas faltou tranquilidade aos seus homens de frente. Aos 35, Marquinhos desperdiçou a chance de fazer boa tabela com Muriqui, e preferiu arriscar de longe pela linha de fundo. Na sequência, Maxi López devolveu o favor e, após receber passe de Túlio na frente da área avaiana, bateu mal, para fora.

Os avaianos insistiram no erro e não conseguiram nem mesmo aproveitar a confusão de Adílson, que errou a saída de bola e chutou em cima do árbitro. Marquinhos pegou a sobra e achou Luís Ricardo livre pela direita, na entrada da área, mas o avaiano se precipitou e mandou mais um chute pela linha de fundo.

Muriqui ainda teve boa chance, aos 46, após cruzamento cortado por Rever, mas a falta de pontaria voltou a imperar e a bola passou longe da meta gaúcha.

Ao fim da primeira etapa, os comandados do técnico Paulo Autuori reclamaram muito dos cartões amarelos distribuídos pelo árbitro carioca Felipe Gomes da Silva, estreante em partidas da Série A. Além de Souza e Túlio, advertidos na primeira etapa, Fábio Santos e Maxi López, que estavam pendurados, receberam o terceiro amarelo.

Ferdinando marca e é expulso

A etapa final começou exatamente como a primeira. Herrera recebeu bola cruzada dentro da área, mas a finalização saiu prensada e foi pela linha de fundo.

Incomodados pelos cartões amarelos, os gremistas ainda viram Rever cometer falta dura em William, na entrada da área, e se tornar mais um desfalque para a próxima rodada. Na cobrança, Ferdinando mandou uma bomba no canto direito de Victor e abriu o placar.

Mais um a receber o amarelo, após reclamar de falta não assinalada, Herrera acabou substituído por Jonas. Em sua primeira participação na partida, o atacante sofreu falta violenta de Ferdinando, que foi expulso de campo, aos 16.

Aos 21, Adílson deu um susto na torcida avaiana. Com um chute certeiro da intermediária, obrigou Eduardo Martini a mostrar reflexo e pular no canto direito para mandar para escanteio.

Com um jogador a mais em campo, os visitantes pressionavam, sem levar perigo real ao gol dos anfitriões.

Aos 31, Roberto invadia a área gremista, quando foi puxado por Léo. Falta e mais um cartão amarelo para o time do técnico Paulo Autuori – o sétimo dos gaúchos na partida. Na cobrança de falta, o especialista Marquinhos carimbou a barreira tricolor.

Após cinco minutos de acréscimo, os avaianos comemoraram a terceira vitória consecutiva. Para os gremistas, que vinham da emblemática vitória sobre o arquirrival Inter, sobrou o clima de ressaca.