Ozéia aposta na força do Olímpico para ascensão tricolor no Brasileiro

Time tem duas partidas seguidas em casa, contra Fluminense e Goiás, e duas vitórias podem garantir a fuga da zona de rebaixamento da competição

Apesar do jejum de vitórias, o rendimento da equipe do Grêmio vem sendo elogiado por dirigentes e comissão técnica. A falta de vitórias mantém o time gaúcho na zona de rebaixamento – é o 18º -, situação que incomoda muito os atletas. Na quinta-feira, o Tricolor vai até o Serra Dourada enfrentar o Goiás, pela Copa Sul-Americana. No entanto, os próximos dois jogos pelo Campeonato Brasileiro serão no Olímpico.

De acordo com o elenco, seis pontos nestes confrontos são considerados fundamentais para que o Grêmio ainda possa brigar por alguma coisa na ponta de cima da tabela.

– Estamos visando uma sequência de duas vitórias em casa para dar uma subida legal. É questão de tempo. Encostamos neles e depois a gente vê mais para frente o que acontece – disse o zagueiro Ozeia.

Após o duelo pela competição continental na quinta-feira, o Grêmio enfrenta o Fluminense, dia 8, e novamente o Goiás, desta vez pelo Nacional, no dia 15. O Tricolor carioca, aliás, lutou para ser rebaixado em 2009. Apesar do sinal de alerta ligado no clube gaúcho, o zagueiro acredita que não passará pelo mesmo sufoco que o adversário teve de enfrentar no ano passado.

– É cedo, o campeonato é muito longo. Tenho certeza que o Grêmio não vai passar apertos como o Fluminense passou aquele ano. Estamos amadurecendo e a vitória está pintando – acredita Ozeia.

O jogador também falou sobre a polêmica que vem desde a semana passada, quando Hugo admitiu que o time estava atuando sem vontade em algumas partidas.

– Não é todo dia que você está bem. Você quer dar o melhor todos os dias, mas tem dias que não acontece. Não é falta de vontade, é porque tem dias que não acontece. Estamos aqui porque gostamos de futebol e queremos ir bem.

Como recebeu o terceiro cartão amarelo, Ozeia não enfrenta o Fluminense na quinta-feira, assim como Hugo e Jonas.