Autuori manterá 3-5-2 contra o Botafogo

Apesar de preferir o 4-4-2, técnico terá cautela no início


Paulo Autuori volta ao Brasil e inicia trabalho contra o Botafogo, clube pelo qual foi campeão brasileiro

Paulo Autuori volta ao Brasil e inicia trabalho contra o Botafogo, clube pelo qual foi campeão brasileiro


Marcação forte e capricho nos arremates – essa foi a exigência do técnico Paulo Autuori no treino do Grêmio na parte da manhã, o primeiro dos dois marcados para esta terça-feira.

O primeiro coletivo deverá se realizar nesta quarta-feira. É certo que o esquema tático 3-5-2 será mantido contra o Botafogo, domingo, no Olímpico, embora Autuori tenha dito que o 4-4-2 é o seu preferido.

– Primeiro vem a necessidade do grupo, depois a vaidade do treinador. Foi assim quando cheguei ao São Paulo em 2005. Já preferia o 4-4-2, mas, como os atletas estavam acostumados com o 3-5-2, não mexi de imediato – explicou o novo técnico.

Pelo menos em empenho, a resposta dos jogadores foi boa, na manhã desta terça-feira. Eles mostraram dedicação e garra durante todo o trabalho técnico, realizado no campo suplementar. A atividade começou com ênfase no toque de bola e depois foi realizado um exercício de jogadas de ataque.

No treino de dois toques, Autuori gritou muito para os atletas apertarem a marcação. O centroavante Maxi López foi elogiado pelo treinador pelo esforço.

No final, houve o trabalho pelas laterais, com cruzamentos para conclusões dos atacantes. López soltou uma bomba, mas parou na defesa de Marcelo Grohe. “Boa, López”, incentivou-o o técnico. O primeiro a marcar foi Tcheco. O aproveitamento nos arremates não foi tão alto como no primeiro treino técnico dirigido por Autuori, na véspera. Nos cruzamentos, Ruy foi o que mostrou mais precisão.