Carlos Alberto se irrita com ‘mentiras’ e promete empenho de corpo e alma

Jogador critica comportamento de jornalistas e pede respeito a ele e à família


Durante uma semana Carlos Alberto ausentou-se dos treinos do Grêmio, liberado pela comissão técnica e pela diretoria do clube para resolver problemas particulares no Rio de Janeiro.

Segundo o técnico Renato Gaúcho, estes empecilhos estavam prejudicando a concentração do meia em Porto Alegre.

O próprio jogador confirmou que se mostrava ansioso em campo – cometendo faltas, errando lances ou discutindo com árbitro e adversários – devido ao problema, não citado para preservar sua privacidade. Agora, Carlos Alberto promete se dedicar ao Grêmio não apenas de corpo, mas também de alma.

– Eu estava bem nervoso e ansioso por causa desses problemas, e isso estava indo para o campo, com mais vontade ainda de ganhar. Antes eu estava aqui só de corpo, agora estou de corpo e alma. Meu espírito estava enfraquecido, agora tudo isso está bem. Logo que resolvi essas coisas, dei sequência ao meu trabalho lá. Cheguei bem aqui hoje, estou preparado para ajudar o Grêmio – afirmou, para completar:

– Explicação eu não tenho que dar, nenhuma. Já fui bem claro na nota, o Renato e os dirigentes também, já fui bem claro sobre isso. Aqui no Grêmio só tenho a agradecer ao Renato, que me deixou bem tranquilo para resolver os problemas, depois o Vicente e o presidente, sem contar os jogadores, que estavam todos ao meu lado – disse, referindo-se à nota oficial que divulgou reiterando que se afastava para resolver problemas particulares.

Todo mundo que falou besteira
de mim vai ter que provar, e
alguns na Justiça. Quem falou
que eu vim aqui e briguei com algum companheiro no
vestiário está mentindo”
Carlos Alberto

Mas o meia exasperou-se com notícias veiculadas durante seu período de ausência. Em vez de problemas particulares, cogitou-se que ele teria sido liberado devido a uma briga no vestiário do clube. Carlos Alberto afirmou que as notícias são “mentiras cabeludas” e também prometeu cobrar na Justiça a comprovação por parte dos jornalistas responsáveis.

– Todo mundo que falou besteira de mim vai ter que provar, e alguns na Justiça. Quem falou que eu vim aqui e briguei com algum companheiro no vestiário está mentindo. Eu estava no exame antidoping, nem poderia ter voltado ao vestiário. É uma mentira cabeluda. Essas pessoas serão chamadas a provar isso ao juiz. Tudo o que acontece eu fico sabendo, tenho uma equipe que trabalha para mim. Essas pessoas precisam saber que eu também sou um ser humano. Mas até agradeço por terem falado isso de mim, porque isso me deu ainda mais motivação – disse.

Carlos Alberto pediu respeito ao “ser humano” e à família dele:

– Por trás do Carlos Alberto jogador tem o Carlos Alberto que tem família, que tem um filho que precisa ser criado com o melhor caráter. Todos têm problemas. Um dia vou contar minha história de vida, e quem fez chacota comigo vai se arrepender. Eu não desejo nada de mal para essas pessoas, que Deus tenha misericórdia delas, porque não se pode brincar com essas coisas.

Após mais de vinte minutos de forte crítica ao trabalho dos jornalistas responsáveis pelas matérias sobre motivos alheios aos problemas particulares para sua liberação, Carlos Alberto discutiu com um em especial. O bate-boca durou alguns segundos, apenas, e teve o fim abreviado pela retirada do jogador, que deixou a sala de conferências do Estádio Olímpico enquanto o repórter encaminhava nova pergunta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: