Rochemback antecipa, e dirigentes confirmam: Paulão vai para a China

Zagueiro do Grêmio deixa o Grêmio para defender o clube Guangzhou


No final da tarde desta quarta-feira Fábio Rochemback ingressou na sala de conferências do Estádio Olímpico. A primeira pergunta foi sobre a possível troca na defesa titular, saindo Paulão, e entrando Rafael Marques.

Sem titubear, o capitão do Grêmio respondeu com uma naturalidade que surpreendeu a todos:

– Acho óbvio. Já que ele foi vendido, que está saindo do clube, é melhor para dar uma sequência para o Rafael Marques.

Repórteres se entreolharam, a coletiva com o jogador prosseguiu, e ao final os assessores de futebol do clube César Cidade Dias e José Simões entraram na mesma sala. De imediato, saciaram a curiosidade de todos.

– O Paulão viaja amanhã (quinta) para a Bahia, a terra dele, e depois segue para a China. O negócio está bem encaminhado, faltam apenas pequenos detalhes. O Grêmio tem 50% em parceria com o Prudente, e a venda é integral – explicou Simões.

Isso justifica a ida de Paulão a São Paulo na última terça-feira. Lá, ao invés de encaminhar sua renovação de contrato com o Grêmio – como foi anunciado no dia pelos dirigentes – ele estava finalizando junto ao Grêmio Prudente, detentor de metade dos direitos do jogador, sua saída.

– A proposta surgiu, é bem interessante para o Grêmio. Na volta da Colômbia conversamos com ele e foram definidas as bases do negócio. Só falta a assinatura. O presidente do clube chinês esteve aqui, conversou comigo e com o presidente Paulo Odone, e na volta da Colômbia tudo se definiu –  concluiu Simões.

Paulão vai jogar no Guangzhou da China, clube onde atua o atacante brasileiro Muriqui. O Grêmio não revela valores, mas especula-se que a negociação gere para os cofres do clube 2 milhões de euros.