Jonas vai ao STJD para auxiliar defesa em julgamento nesta sexta

Atacante não participa do treino marcado para o turno da manhã no Olímpico

Existe apenas uma dúvida na escalação do Grêmio que enfrenta o Guarani às 17h de domingo, em Campinas, pela penúltima rodada do Brasileirão 2010. O atacante Jonas, artilheiro da competição, vai a julgamento no Superior Tribunal da Justiça Desportiva (STJD).Denunciado por agressão física, conforme o artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, ele corre risco de suspensão entre quatro e 12 jogos. Para auxiliar na defesa, Jonas estará na sessão marcada para as 14h desta sexta, na Quarta Comissão Disciplinar.

Com a viagem ao Rio de Janeiro, Jonas não participa do treino programado para o turno da manhã. Além do atacante tricolor, os advogados do clube tentam ainda levar ao STJD o volante Adriano, do Santos.

Amigo de Jonas, Adriano recebeu a falta que resultou na expulsão de Jonas, aos 18 minutos do empate em 0 a 0 entre as duas equipes, em 13 de novembro, na Vila Belmiro. A ideia é contar com o depoimento do atleta santista em benefício de Jonas, contrariando a súmula escrita pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

No documento, ele relata que Jonas teria acertado um soco nas costas do adversário. Mas o atacante estava à frente de Adriano, e acabou acertando-o com o cotovelo em movimento ostensivo de proteção da bola.