Mesmo sem Renato Gaúcho, treino do Grêmio tem torcida e tietagem

Jogadores interagem com fãs em atividade física nesta quarta-feira

Uma gastroenterite abateu provisoriamente Renato Gaúcho. Recuperando-se no hotel onde mora, o técnico do Grêmio repetiu a tarde de terça e não comandou o treino desta quarta-feira, no Estádio Olímpico. Ainda assim houve tietagem dos torcedores, com boa presença de um público que precisou se dividir entre o campo suplementar e o gramado principal.

Renato Gaúcho atrai uma romaria diária de fãs à casa tricolor. Sem restrições, não fecha treinos. À tarde os gremistas não puderam vê-lo, mas os jogadores compensaram retribuindo o incentivo.

Lúcio fez treino físico no campo principal, com os demais titulares. Fábio Rochemback, em sessão de fisioterapia, não participou. Recuperando-se de lesão muscular na coxa direita, Gabriel voltou a correr. E André Lima, depois de fazer tratamento contra dores nas costas, treinou normalmente. Ao final, Lúcio prontificou-se a receber camisas e pedaços de papel arremessados pelos torcedores, assinando autógrafos:

lúcio distribue autógrafos no treino do grêmioLúcio autografa camisa arremessada por um pequeno torcedor (Foto: Eduardo Cecconi / Globoesporte.com)

 

No gramado suplementar, os reservas – treinados pelo auxiliar Alexandre Mendes – venceram o Cerâmica, clube de Gravataí, por 4 a 0. Souza atuou no jogo-treino. Leandro voltou a sentir problemas musculares e deixou a atividade ainda no primeiro tempo. Foi a alternativa predileta dos gremistas, que priorizaram torcer pelos reservas na divisão do grupo em duas turmas.

Os jogadores treinam a partir das 8h30m nesta quinta. Sexta-feira ocorrerá outro trabalho matinal, e em seguida a viagem para Santos, onde no sábado o Grêmio enfrenta o time da Vila Belmiro.