Grêmio arrasa Ceará e ainda sonha com Libertadores

Goleada por 5 a 1 fez time gaúcho pular quatro posições na tabela de classificação

O Grêmio recebeu a equipe do Ceará neste sábado, no Olímpico. A vitória por 5 a 1 manteve o Grêmio vivo no sonho de conquistar uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Praticamente salvo do rebaixamento, o Ceará adiou por mais uma rodada seu alívio completo na tabela de classificação da Série A. O Grêmio chegou aos 53 pontos, e alcançou a quinta colocação do Brasileirão, um ponto atrás do Botafogo, último time a figurar no G-4.

O Tricolor iniciou a partida tentando explorar a força da ala esquerda formada por Lúcio e Fábio Santos. A posse de bola era mais dos donos da casa, no entanto, foi o goleiro Victor quem começou trabalhando. O camisa 1 gremista fez bonitas defesas em chutes de Geraldo e Magno Alves.

Quando o jogo se desenhava equilibrado, o Grêmio tratou de resolver a parada. Em 15 minutos avassaladores, o time da casa resolveu a partida a seu favor. O primeiro gol veio em cabeceio de André Lima, que aproveitou falta bem cobrada. Seis minutos depois, aos 29, Jonas, de primeira, marcou um belo gol no Olímpico, o de número 21 no Brasileiro.

Enquanto a torcida do Grêmio ainda festejava, o volante Heleno cometeu falta e recebeu o cartão vermelho. No minuto seguinte, Rochemback, de falta, acertou uma bomba no canto de Michel Alves. Daí em diante, ao Ceará coube a missão de diminuir o prejuízo. O Tricolor, por sua vez, jogou com a tranquilidade que a vantagem construída lhe conferiu.

Ao invés de acomodação, o Grêmio manteve o mesmo ritmo. Logo no início da etapa final, Souza carimbou o travessão de Michel Alves. Prenúncio de que mais gols viriam. Aos 10, Douglas, em cobrança de dois toques, encobriu o goleiro Michel Alves: 4 a 0. André Lima ainda faria o seu segundo. Em jogada individual, Jonas escapou pela esquerda e serviu André Lima, que venceu Michel Alves. Magno Alves, aos 30, diminuiu um pouco o vexame dos visitantes.

Além de enlouquecer a sua torcida, a atuação gremista deve ter ligado o sinal de alerta dos adversários. Embalado por Renato Gaúcho, os tricolores dão pinta que vão brigar por uma vaga no torneio sul-americano até a última rodada. Coisas do Imortal.

Na próxima rodada, sábado, o Grêmio visita o Santos. Na quarta-feira, o Ceará recebe o Botafogo, no Castelão.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X CEARÁ

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 6 de novembro, às 19h30min (horário de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Luis Alberto Kallemberger (SC) e Fernando Lopes (SC)
Renda/público: R$ 7.148 / 1.123 pagantes
Cartões vermelhos: Heleno (33’/1ºT)
GOLS: André Lima, 23’/1ºT (1-0), Jonas, 29’/1ºT (2-0), Rochemback, 34’/1ºT (3-0), Douglas, 10’/2ºT (4-0), André Lima, 16’/2ºT (5-0)

GRÊMIO: Victor, Gabriel (Junior Viçosa, 26’/2ºT), Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Adilson (Souza, 36’/1ºT), Lúcio (Gilson, 35’/2ºT) e Douglas; Jonas e André Lima. Técnico: Renato Gaúcho.

CEARÁ: Michel Alves; Boiadeiro, Diego Sacoman, Fabrício e Eusébio (Careca, 8’/2ºT); Michel, João Marcos, Heleno e Geraldo (Reina, 10’/2ºT); Washington (Ânderson, 37’/1ºT) e Magno Alves. Técnico: Dimas Filgueiras.