Zagueiro dublê de volante, Vilson não se considera titular absoluto

Jogador treina como volante, mas pode atuar na zaga contra o Cruzeiro. ‘Não me acho titular’, afirma ele

Ora como zagueiro, ora como volante, Vilson vem sendo figura frequente no time do Grêmio. Jogador do gosto de Renato Gaúcho, ele ganhou a torcida logo que pintou no Olímpico, ao receber chance na zaga e mostrar solidez. Depois, em uma necessidade, passou para volante. Foi no sistema de contenção do meio-campo que o jogador treinou nesta quinta-feira. Ele se sente bem por ali.

– O Renato perguntou se eu podia fazer a função, e disse que não seria problema. Procurei ajudar, e deu certo em alguns jogos. Sempre quero ajudar – disse Vilson.

O atleta tem prestígio com o chefe. Mesmo assim, não se considera titular.

Não me acho titular. Quero batalhar muito. Meus companheiros também estão muito bem – afirmou Vilson.

Nesta quinta-feira, Adílson não participou do treinamento com bola, já que havia disputado jogo-treino na véspera. Recuperado de lesão na panturrilha esquerda, ele deve voltar ao time no domingo, contra o Cruzeiro. Com isso, Vilson deve disputar vaga com Paulão na zaga.