Técnico Paulo Autuori condena prática de poupar jogadores

Técnico do Grêmio participou do Arena SporTV desta sexta-feira


O técnico do Grêmio, Paulo Autuori, foi o convidado especial do programa Arena SporTV desta sexta-feira, em São Paulo. O comandante tricolor comentou sobre diversos assuntos do futebol nacional, entre eles o calendário e o número de jogos que fazem os clubes atualmente. Apesar de concordar que há um excesso no número de partidas, Autuori condenou a prática de poupar os principais astros da equipe em jogos de campeonatos menos importantes:

– Que valorização tem um Campeonato Estadual onde as principais equipes estão, o que está virando uma moda no Brasil e eu sou contra, poupando o time? Nós temos que nos adequar a essa realidade. Poupando, você deixa uma competição em detrimento da outra, e acontece o seguinte, como já estamos vendo há tempos aí: prioriza uma e abre mão de outra, e as coisas correm mal nas duas. E depois você vai ver o que vai acontecer. Nós temos exemplos claros, inclusive agora. Então, de que adianta você disputar um Campeonato Estadual se você vai jogar às vezes nesses lugares que todo mundo está ávido para ver os jogadores e vai com uma equipe que não é considerada titular? Já é uma falta (de respeito). Afinal, é a chance de quem está ali, de quem é das pequenas cidades ver os grandes jogadores, os grandes clubes – disse o treinador.


Paulo Autuori elogia alto nível do empate entre Palmeiras e Grêmio. Técnico tricolor lembra que partida teve baixo número de faltas e aponta boa marcação como principal responsável por um bom futebol


Técnico do Grêmio defende sua preferência pelo 4-4-2 como esquema de jogo. Paulo Autuori diz que esquema com três zagueiros dá menos possibilidade de variação à equipe e acaba com a função meias, sobrecarregando os alas


Paulo Autuori: ‘Saída de jogadores nivela o Campeonato Brasileiro’. Treinador do Grêmio acredita em equilíbrio cada vez maior na competição por pontos corridos e avalia que janela de transferências tirou do Corinthians o favoritismo

Autuori: “Vitória do Grêmio fora de casa virá na hora certa”

Técnico ainda elogiou o time do Grêmio e Douglas Costa


Autuori elogiou atuação do Grêmio contra o Palmeiras

Autuori elogiou atuação do Grêmio contra o Palmeiras


Feliz com a boa atuação do Grêmio no segundo tempo e com o 1 a 1 com o Palmeiras, o técnico Paulo Autuori estava cheio de elogios para dar. Douglas Costa, segundo ele, teve ótima atuação. Deve continuar na equipe contra o Barueri, domingo, na Arena Barueri. Perguntado se tomaria providências contra Jonas, que saiu de campo emburrado, lembrou que o agora reserva de Douglas Costa é “um excelente profissional”.

Jonas, que atuara poucos minutos, saiu se recusando a dar entrevistas, segundo ele próprio, “para não falar m…”. Autuori compreendeu:

– Não podemos julgar o profissional apenas quando ele perde o equilíbrio. Jonas é um cara supereducado. Espero que ele mostre esse descontentamento nos treinos, disputando posição – minimizou o técnico.

E Autuori ainda mostrou que o foco da sua preocupação não é com o jejjum de partidas fora de casa.

– Minha única preocupação, hoje, é com a saúde do Réver – explicou. Sobre o jogo, lembrou que, tirando a primeira meia hora, dominada pelo Palmeiras, o Grêmio fez uma boa partida e criou mais chances de gol do que o adversário.

– O Palmeiras saiu com o Cleiton Xavier abrindo na direita e isso perturbou a nossa marcação. Mas, no segundo tempo, o Cleiton atuou pelo meio, e isso facilitou o trabalho do Adilson, que conseguiu marcá-lo – apontou Autuori.

De qualquer forma, o comandante gremista não se considerou satisfeito. Lembrou que jogar bem não é suficiente, e que, por sua personalidade, jamais vai querer vitórias em que o time se fecha e apenas especula, à espera de um golzinho.

– Ganhar como visitante? Isso vai acontecer na hora certa – encerrou.

Réver é levado ao hospital mas se recupera bem

Zagueiro se chocou no ar com um jogador do Palmeiras e desmaiou


Após o choque, o zagueiro Réver foi levado direto ao hospital

Após o choque, o zagueiro Réver foi levado direto ao hospital


Os momentos finais do jogo desta quinta-feira no Palestra Itália foram dramáticos para o Grêmio. Com dez homens, o Tricolor teve de suportar a pressão do Palmeiras e segurar o empate em 1 a 1, mesmo se preocupando com a situação de Réver, que levara uma pancada na cabeça quando faltavam menos de dez minutos e saíra desacordado do campo.

– Além de fazer falta ao time, o Réver nos deixou tensos porque a gente viu que ele não saiu bem – disse Túlio ao final, enquanto perguntava sobre a situação do companheiro.

O alívio só veio quando o vestiário do Tricolor foi informado que Réver estava bem. O gerente Mauro Galvão acompanhou o zagueiro até a Santa Casa e, por telefone, avisou o assessor de imprensa Vítor Rodrigues que Réver já estava conversando.

O jogador teria sua situação avaliada por um neurologista e, apenas por precaução, seria submetido a uma tomografia.

– Mas os familiares dele podem ficar tranquilos. Ele está bem – disse o assessor de imprensa.

Grêmio segura o Verdão

Verdão deixa de abrir cinco pontos sobre o vice Goiás. Zagueiro tricolor Réver sai de campo desacordado, mas se recupera bem


Zagueiro do Grêmio Réver recebe atendimento após choque com Diego Souza, do Palmeiras

A festa estava armada para o Palmeiras disparar na liderança do Campeonato Brasileiro: torcida presente em massa no Palestra Itália, noite agradável em São Paulo nesta quinta-feira, e o time em grande fase. Só esqueceram de avisar ao Grêmio, que azedou a arrancada alviverde e colocou fogo no torneio. Apesar de jogar bem, o Verdão não passou de um empate por 1 a 1 com o Tricolor e viu o Goiás – que na quarta-feira derrotou o Flamengo – encostar . Cleiton Xavier abriu o placar, mas Maxi López empatou logo em seguida, ainda no primeiro tempo.

. Clique aqui e ouça os gols na narração de Oscar Ulisses, da Rádio Globo

O incidente lamentável da partida aconteceu aos 36 minutos da etapa final, quando, numa disputa de bola normal com o meia Diego Souza, o zagueiro gremista Réver caiu desacordado e de mau jeito no gramado, causando preocupação geral em todos os jogadores. Ele foi encaminhado a um hospital para observação, mas no caminho já apresentava boa recuperação, e os exames serão apenas por precaução.

Com o tropeço, o Palmeiras sobe para 35 pontos, ainda na primeira colocação do Brasileirão, três a mais que os goianos. O Verdão, contudo, poderia ter aumentado para cinco a vantagem sobre o clube do Centro-Oeste se tivesse vencido. O Grêmio aparece agora em sétimo, com 25, dois abaixo da zona de classificação para a Taça Libertadores.

O Palmeiras volta jogar apenas na próxima quarta-feira, quando encara o Atlético-MG, às 21h50m, no Mineirão. Já o Grêmio permanece no estado de São Paulo. No domingo, enfrenta o Barueri, às 20h30m, na Arena.

Palmeiras domina, mas Maxi López estraga a festa

Empurrado por um Palestra Itália praticamente lotado, o Palmeiras foi para cima do Grêmio. Não bastasse o incentivo das arquibancadas, o Verdão teve também toda a ajuda do adversário. Com apenas Maxi López no ataque, os gaúchos não possuíam saída para o campo de ataque e acabaram encurrulados.

Apesar de errar passes excessivamente, o Palmeiras conseguiu levar perigo logo aos 12 minutos. Cleiton Xavier tabelou com Obina na intermediária e tocou para Ortigoza invadir a área pelo lado esquerdo. Na saída de Victor, o paraguaio chutou rasteiro, e Fábio Santos salvou quase sobre a linha. Logo em seguida, aos 14, Obina assustou em cabeçada que tocou no chão e passou por cima.

A apatia gremista fez o Palmeiras continuar pressionando, com Marcos apenas como um mero espectador. Aos 27, em contra-ataque, Cleiton Xavier deu lindo passe para Diego Souza na esquerda. O meia invadiu a área, mas chutou à direita na saída de Victor. No minuto seguinte, o gol. O lateral Wendel cruzou com perfeição, e Cleiton Xavier testou no canto direito do goleiro tricolor.

A empolgação da torcida, porém, acabou logo. A defesa do Verdão, até então a melhor do Brasileirão, com apenas 14 gols sofridos, falhou. Aos 31, Souza recebeu lançamento pela direita e cruzou rasteiro. A zaga dormiu, Maxi López se antecipou e bateu seco no canto direito de Marcos, empatando o duelo.

A igualdade no placar derrubou o rendimento do Palmeiras e a vibração dos torcedores. Cleiton Xavier, o melhor em campo, não conseguia acionar Obina e Ortigoza no ataque. A situação só não piorou, aos 40, graças a Marcos. Jadílson entornou Wendel na linha de fundo e cruzou. Maxi López pegou de primeira, e o goleiro fez mais um de seus milagres. Em seguida, praticou outra bela defesa em chute de fora da área de Tcheco.

Times ficam apenas no ‘quase’


Assista os Golls da Partida:

No segundo tempo, Muricy Ramalho sacou Ortigoza e colocou Willians para dar mobilidade ao ataque. Já Paulo Autuori tirou Willian Thiego para a entrada do zagueiro Rafael Marques. Os gaúchos, aliás, quase marcaram aos quatro. Maxi López dividiu com Marcos na área e bateu cruzado. A bola desviou em Marcão, e Wendel salvou sobre a linha.

Com o Grêmio se arriscando mais, o jogo ganhou em velocidade. Pelo Palmeiras, Willians foi o encarregado de abrir espaços na defesa adversária. No entanto, aos 17, Cleiton Xavier por pouco não fez mais um. Marcão cobrou rapidamente o lateral, o meia invadiu a área e bateu forte. Victor fez ótima defesa. Aos 24, foi a vez de Edmílson. Wendel cruzou da direita, e o volante, livre na área, errou a finalização, perdendo ótima oportunidade.

Para tentar recuperar a força no meio-campo, Muricy colocou o lateral-esquerdo Jefferson no lugar de Obina, voltando ao 3-5-2. Assim, Diego Souza se transformou em atacante. Paulo Autuori respondeu à altura, com Jonas na vaga de Douglas Costa. Aos 36 minutos, Réver dividiu com Diego Souza, que não teve maldade no lance, e caiu de mau jeito no gramado.

O zagueiro foi retirado desacordado de campo e levado ao hospital Santa Casa, nas proximidades do Palestra Itália. No entanto, no caminho recobrou a consciência e, segundo o diretor-executivo do clube tricolor, Mauro Galvão, já conversava normalmente com quem estava ao seu lado. Observado por um neurologista.

Com um a menos, pois já havia feito as três alterações, o Grêmio passou a sofrer forte pressão do Palmeiras, mas mesmo assim levava perigo nos contra-ataques. E o fim da partida foi dramático, principalmente nos cinco minutos de acréscimo. Os donos da casa buscavam o gol da vitória a todo custo – a torcida chegou a pedir a presença do goleiro Marcos na área adversária, em uma cobrança de falta – e o Tricolor tentava prender a bola no campo de ataque. No fim, prevaleceu a força de vontade do time gaúcho, que continua sem vencer fora de casa, mas tirou dois pontos importantes do líder do Brasileirão.

‘Péssimo’ anfitrião, Palmeiras recebe o Grêmio, que não venceu fora de casa

Verdão defende liderança do Campeonato Brasileiro contra o Tricolor gaúcho, nesta quinta-feira, às 21h, no Palestra Itália


Muricy Ramalho, do Palmeiras, e Paulo Autuori, do Grêmio, travem duelo no banco de reservas

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem contra o Grêmio, nesta quinta-feira, às 21h, no Palestra Itália, uma chance de ouro para se manter na ponta da competição por mais uma rodada. Ao menos nas estatísticas. Enquanto o Tricolor gaúcho ainda não venceu jogando fora do estádio Olímpico, enquanto o Verdão permanece invicto em casa. O SporTV transmite para todo o Brasil, menos para São Paulo, enquanto o Premiére, pelo sistema pay-per-view, exibe para todos os estados. O GLOBOESPORTE.COM acompanha os principais lances, com vídeos, em Tempo Real.

Jogando diante da sua torcida, o Alviverde obteve seis vitórias e apenas dois empates, o que colaborou para colocá-lo na ponta da tabela, com 34 pontos, três a mais que o Atlético-MG. De quebra, o time dirigido por Muricy Ramalho ainda derrotou o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, e confirmou o excelente momento na competição.

Já o aproveitamento do Tricolor como visitante é uma tragédia. Em sete jogos, o time gaúcho tem seis derrotas e apenas um empate, o pior rendimento entre os 20 participantes da Série A. No entanto, na última rodada, a goleada sobre o Cruzeiro por 4 a 1, no Olímpico, manteve a equipe perto do grupo de classificação para a Taça Libertadores: está em sexto lugar, com 24, três a menos do que o arquirrival Internacional, quarto colocado.

– O Grêmio tem muita experiência e sabe jogar fora de casa, mesmo não ganhando. Eles virão fechados, e como o Palmeiras está na primeira colocação, todo mundo quer vir aqui ganhar. É um adversáro muito qualificado, que tem um grande treinador. Será um jogo duríssimo – afirmou Muricy.

Para os jogadores gremistas, o objetivo é aproveitar justamente o duelo contra o líder da competição para mudar a situação, e assim poder sonhar com o título nacional. Para isso, a tática é não supervalorizar os tropeços do passado.

– Vivemos o presente. Não vamos colocar esse jejum dentro de campo. Temos de pensar para a frente. É mais uma oportunidade que temos para buscar pontos fora – disse o zagueiro Léo.

Os dias de preparação para o jogo contra o Palmeiras foram de muitos elogios ao adversário. O técnico Paulo Autuori disse que já vê o trabalho de Muricy Ramalho surtindo efeito na equipe alviverde. E os atletas do Grêmio trataram de destacar especialmente o meia Diego Souza, que passou pelo Olímpico em 2007.

– Ele está sendo um diferencial – resumiu Tcheco.

Muricy esconde time, e Autuori deve escalar Douglas Costa

Muricy Ramalho não revelou a escalação do Palmeiras, e o único desfalque é o lateral-esquerdo Pablo Armero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ele também não jogará na rodada seguinte, contra o Atlético-MG, no Mineirão, já que estará defendendo a seleção colombiana.

Para a vaga do gringo, o treinador tem duas opções: escalar Jefferson, o reserva imediato da posição, ou improvisar o zagueiro Marcão. Caso opte pela segunda opção, o time voltaria a atuar no 4-4-2, abandonando o 3-5-2. Assim, o atacante Ortigoza e o volante Souza disputam uma vaga.

– Vocês (jornalistas) só vão saber pouco antes do jogo – resumiu Muricy.

O Grêmio terá, muito provavelmente, uma mudança na equipe. O meia Douglas Costa foi praticamente confirmado por Autuori como mais novo titular do Tricolor. Com isso, Jonas deixará o time, que passará a atuar com três meias de articulação e apenas um atacante fixo, em uma espécie de 4-5-1. Caberá aos jogadores de criação, especialmente Souza e Douglas, chegar ao ataque para auxiliar Maxi López.

– Se o Douglas realmente começar jogando, ele deve ficar mais pela esquerda, que é o lado dele. Eu e o Souza já tínhamos antes a liberdade de ficar trocando de posição. Não vai ter problema – comentou Tcheco.

Grêmio pode anunciar dois reforços

Lateral Felipe Mattione, de 19 anos, pode voltar ao Tricolor Gaúcho


O Grêmio pode anunciar dois reforços até o fim desta semana. Um deles estaria retornando, trata-se do lateral-direito Felipe Mattioni, de 19 anos, criado no próprio Tricolor. Lançado por Celso Roth em 2008, Mattioni se negou a renovar contrato e ficou livre ao completar 18 anos.

Vendido pelo empresário italiano Mino Raiola ao Milan, o garoto não se adaptou e está no Rio Grande do Sul, à espera de empréstimo para algum clube.

— Se for o Grêmio, seria uma honra – disse Mattioni em entrevista à Rádio Gaúcha nesta terça-feira.

O outro reforço será um atacante de velocidade, para formar dupla com Maxi López. Segundo o vice-presidente de futebol, Luís Onofre Meira, as negociações com esse jogador, um brasileiro que atua no exterior, estão adiantadas.

Polícia pede prazo maior para concluir suposto caso de racismo no Mineirão

Elicarlos, do Cruzeiro, acusa Maxi López, do Grêmio, de tê-lo chamado de ‘macaco’ durante jogo válido pela semifinal da Taça Libertadores


Elicarlos prestou depoimento na delegacia dentro do Mineirão na época da partida contra o Grêmio

A Polícia Civil divulgou uma nota oficial sobre o suposto caso de racismo envolvendo o volante do Cruzeiro, Elicarlos, e o atacante do Grêmio, Maxi López, em jogo pela semifinal da Libertadores, no Mineirão. O titular da 16ª Delegacia de Polícia, delegado Hélcio de Sá Bernardes, que preside o inquérito, solicitou dilação do prazo ao juiz. A Polícia Civil ainda aguarda a liberação das imagens do jogo, solicitadas à Justiça para perícia. Os jogadores envolvidos no caso, incluindo o meia Wagner, que estava perto do lance, já prestaram depoimentos.

Elicarlos e Maxi López se desentenderam quando o argentino teria chamado o atleta da Raposa de “macaco”. Na oportunidade, o cruzeirense denunciou o gremista. Foi lavrado um boletim de ocorrência, no próprio Mineirão. O inquérito instaurado para apurar a denúncia de preconceito racial registrada por Elicarlos ainda não foi concluído.

Maxi López, sobre episódio do ‘bonitinho’: ‘Não me senti identificado’

Argentino diz que Tcheco falaria diretamente com ele se não estivesse satisfeito e observa que questões assim devem ser tratadas internamente



Maxi López não se considera o “bonitinho” da torcida do Grêmio. O argentino comentou nesta terça-feira as declarações do capitão Tcheco, que na semana passada reclamou por receber a culpa nas derrotas, ao passo que os torcedores celebravam o “bonitinho” do time nas vitórias. A referência pareceu destinada ao argentino, ídolo da galera.

No último domingo, o próprio Tcheco disse que não se referia especificamente a ninguém. Já Maxi afirmou que não se sentiu atingido pelas declarações do capitão.

– Escutei comentários, mas não me senti identificado. Se tivesse me sentido, falaria com ele. Estou tranquilo. As coisas, quando não vão bem, são mais difíceis – comentou o centroavante.

Maxi, porém, fez uma ressalva com cara de recado para o colega de time. Ele entende que questões assim devem ser tratadas internamente.

– O grupo está fechado agora e tem que saber que a pressão, quando não ganha, tem que ficar dentro do time. Estou tranquilo. Sei que Tcheco falaria comigo no vestiário – disse Maxi.

A situação deixou no ar a impressão de que o vestiário do Grêmio está dividido. Os atletas negam.

Autuori quer reforços de qualidade: ‘Não vou aceitar qualquer jogador’

Grêmio busca três contratações. Treinador pede que sejam jogadores com clara condição de entrar no time titular


Paulo Autuori em entrevista coletiva: técnico quer reforços filtrados e de qualidade

O Grêmio busca um lateral-direito, um meia canhoto e um atacante de velocidade para a segunda metade do Campeonato Brasileiro. O técnico Paulo Autuori receberá os atletas de braços abertos, mas com uma condição: que eles tenham qualidade visível. O treinador não quer contratações apenas para engordar o grupo. O desejo dele é por reforços com condições de pegar lugar no time.

– Não vou aceitar qualquer jogador. Se for assim, aposto nos da casa. Jogador que vier tem que vir para jogar. Tem que dar salto de qualidade. Se pudermos trazer jogadores que nos ajudem nisso, aí queremos – disse Autuori.

A diretoria promete trazer bons atletas, mas não figuras em destaque no futebol europeu. Jogadores do peso de Deivid e Liedson, por exemplo, estão descartados. O Grêmio buscará atleta que estejam em momento de ostracismo, em clubes que gostariam de desafogar a folha de pagamentos com o empréstimo deles.

Desde o fim da participação do Tricolor na Libertadores, o elenco perdeu o lateral-direito Ruy, liberado para acertar com o Fluminense, e o atacante Alex Mineiro, que seguia na mira de Autuori, mas preferiu ir para o Atlético-PR. O meia Orteman está fora dos planos. O uruguaio deve deixar o Olímpico nos próximos dias.

Recuperado, Túlio garante escalação

Volante deve ser relacionado contra o Palmeiras


O volante Túlio está recuperado e deve ir para o jogo contra o Palmeiras

O volante Túlio está recuperado e deve ir para o jogo contra o Palmeiras


O técnico Paulo Autuori recebeu uma boa notícia na tarde desta segunda-feira: Túlio se recuperou de uma leve lesão muscular, participou normalmente do treino regenerativo e garantiu presença contra o Palmeiras, quinta-feira, no Palestra Itália.

No segundo tempo do jogo da véspera – 4 a 1 sobre o Cruzeiro, no Olímpico –, Túlio pediu para sair, com dores no músculo adutor da coxa direita. Mas não era nada grave.

Já o atacante Herrera e o zagueiro e lateral Mário Fernandes continuarão de fora. Herrera faz tratamento para uma lesão de ligamento do joelho esquerdo. Mário, retirado do time para aprimorar o preparo físico, realizará trabalhos de potência, força e resistência ao lado de quatro companheiros: Saimon, Júlio César, Mithyuê e Perea.

A escalação ou não do meia Douglas Costa como atacante será definida nesta terça-feira. A alternativa foi levantada pelo próprio Autuori, na entrevista coletiva depois do jogo contra o Cruzeiro. Mas a permanência de Jonas como parceiro de Maxi López ainda é a possibilidade mais forte.

Maxi López pode trocar o Grêmio pela Europa

Atacante argentino está na mira do Werder Bremen, da Alemanha


Maxi López pode render R$ 7,9 milhões ao Grêmio

Maxi López pode render R$ 7,9 milhões ao Grêmio


O argentino Maxi López, autor de um dos gols do Grêmio na goleada por 4 a 1 em cima do Cruzeiro, neste domingo, pode deixar o Olímpico a qualquer momento. Segundo informações do jornal “Zero Hora”, o atacante tem sido alvo do assédio de alguns clubes europeus.

O jornal gaúcho garante que uma proposta oficial por Maxi chegará ao Grêmio ainda esta semana e que o Werder Bremen, da Alemanha, é forte candidato a contratar o jogador.

O presidente Duda Kroeff já garantiu que pretende manter todos os titulares neste período em que a janela de tranferências está aberta. No entanto, o “Zero Hora” divulga que a saída do atacante enche os olhos do Tricolor gaúcho.

Isso porque o time vê nos 3 milhões de euros (R$ 7,9 milhões) da possível negociação a chance de pagar 1,5 milhão de euros (R$ 4 milhões) ao FC Moscou, ex-clube de Maxi, e usar o restante para contratar reforços.

Grêmio sofre para contratar atacante

Clube descarta nomes baratos e procura jogador no mercado europeu


Jonas deve ser mantido contra o Palmeiras

O vice de futebol do Grêmio, Luiz Onofre Meira, declarou que o clube já trabalha com opções para reforçar o ataque. No entanto, o clube atravessa dificuldades para encontrar um nome de peso, devido às limitações do mercado. Os grandes jogadores que atuam na Europa estão bem em seus respectivos times e o Tricolor não tem a intenção de contratar um nome da Série B.

O prazo para inscrição de novos atletas no Brasileirão se encerra em 25 de setembro, último dia útil antes da 26ª rodada.

Enquanto os reforços não aparecem, o jovem Douglas Costa deve aparecer no ataque na partida contra o Palmeiras, às 21h de quinta-feira, no Palestra Itália, pela 17ª rodada. Porém, a mudança pode não representar a saída de Jonas. Existe a chance de o técnico Paulo Autuori repetir o esquema usado na goleada de 4 a 1 sobre o Cruzeiro, com Túlio mais pelo lado direito.

O Grêmio volta aos treinos na tarde desta segunda.

Réver garante que permanece no Grêmio até o fim da temporada

Zagueiro diz que diretoria está fazendo o possível para manter o grupo


Réver afirma desconhecer propostas

Até o fim de agosto, os principais clubes do Brasil terão que conviver com a possibilidade de ver seus craques arrumando as malas e indo para o futebol europeu. Com o início da janela de transferências para o exterior, o assédio aumenta muito. Nos últimos dias, a especulação sobre a possível saída do zagueiro Réver do Olímpico surgiu com força. No entanto, o defensor afirma que pretende permanecer no Grêmio por mais algum tempo.

– Sinceramente, para mim não chegou nada. Minha cabeça está no Grêmio. O momento não é de pensar em sair e sim de permanecer aqui. A diretoria está vendo o que pode ser feito para me manter até o final do ano. Ficarei, com muito orgulho – garante Réver.

Depois da goleada de 4 a 1 aplicada no Cruzeiro, o Grêmio joga fora de casa diante do líder Palmeiras. O Tricolor conta com a pior campanha entre todos os participantes da Série A jogando longe dos seus domínios. No ano passado, a situação era inversa – o clube gaúcho tinha a melhor campanha da competição e o paulista brigava para se aproximar da ponta.

Para Réver, o jogo de quinta-feira pode ser considerado um daqueles que valem seis pontos.

– Para uma equipe que quer ser campeã, nada melhor do que ganhar do líder. Podemos chamar este de um jogo de seis pontos. Em relação ao ano passado, só o líder mudou. Mas o jogo será truncado da mesma forma – projeta o defensor.

Depois do Palmeiras, o Grêmio enfrentará o Barueri, mais uma vez fora do Olímpico. Caso seja derrotado na quinta-feira, a equipe de Paulo Autuori ficará 13 pontos distante do líder. Caso vença, a diferença diminui para sete. Por isso, todos no Olímpico consideram a partida de quinta-feira decisiva para as pretensões do Grêmio no Campeonato Brasileiro.

Douglas Costa: ‘Chegou a hora de mostrar tudo o que posso fazer’

Revelação espera se firmar na equipe contra o Palmeiras


Douglas Costa tenta provar amadurecimento

Uma das maiores promessas das categorias de base do Grêmio nos últimos tempos está pedindo passagem. Douglas Costa foi chamado para entrar em campo na partida de domingo, contra o Cruzeiro, e não decepcionou. Agora, o jogador quer uma chance no time titular na partida desta quinta-feira, contra o Palmeiras.

– Chegou a hora de mostrar tudo o que posso fazer dentro de campo. Tenho que assumir esta responsabilidade. Com calma e superação, vai dar tudo certo. No domingo, tive uma chance boa e acho que foi bem aproveitada – disse Douglas.

O técnico Paulo Autuori levantou a possibilidade de colocar o jogador como atacante. Douglas Costa não vê problemas em atuar improvisado.

– Não vejo diferença nenhuma em jogar como meia ou como atacante. Se for atacante, só tenho que jogar de costas para o zagueiro. Mas não tem problema nenhum, pois na seleção eu joguei assim.

Douglas quer esquecer os problemas que teve recentemente fora de campo. Semana passada, o jogador foi pego dirigindo sem carteira de habilitação.

– Quero colocar um ponto final nesta história. O Paulo sempre me pede para ser objetivo que meu futebol vai aparecer. Minha meta é ser titular da equipe até o fim do ano.

Nesta segunda-feira, o capitão gremista, Tcheco, chamou a atenção do jogador e cobrou foco no trabalho.

Grêmio tira proveito de expulsões do Cruzeiro e goleia no estádio Olímpico

Reencontro após confronto na Libertadores tem bombardeio gremista, cartões para a Raposa e vitória gaúcha por 4 a 1


Meia Tcheco comemora o seu gol, o segundo na goleada do Grêmio sobre o Cruzeiro no Olímpico

Não é a Taça Libertadores, não valeu vaga na final, mas a goleada de 4 a 1 sobre o Cruzeiro no início da noite deste domingo, no Olímpico, foi saboreada pelo Grêmio como se rendesse muito mais do que três pontos na tabela do Campeonato Brasileiro. O jogo marcou o reencontro entre gaúchos e mineiros depois do duelo pelas semifinais da principal competição continental. Na ocasião, a Raposa levou a melhor, eliminou o Tricolor gaúcho e chegou à decisão contra o Estudiantes, que ficou com o título.

O Grêmio deu o troco com os gols de Réver, Tcheco, Jonas e Maxi López. Foi de virada. O Cruzeiro saiu na frente com Wellington Paulista, ainda no primeiro tempo, mas viu seus objetivos irem pelo ralo graças às expulsões de Jonathan e Thiago Ribeiro.

Com a vitória, o time gaúcho subiu para o sexto lugar, com 24 pontos. A Raposa, com 17, está em 15º, perto da área de rebaixamento – mas tem um jogo a menos, fora de casa, contra o Botafogo, adiado da 11ª rodada para o dia 27 de agosto. O Cruzeiro volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Atlético-PR às 19h30m, no Mineirão. O Grêmio visita o Palmeiras, líder do campeonato, às 21h de quinta-feira, no Palestra Itália.

Grêmio pressiona, mas quem marca é o Cruzeiro

Água mole em pedra dura tanto bate até que vaza por algum lugar. O Grêmio forçou o jogo, pressionou, perdeu gols e viu até uma bola encontrar a trave no primeiro tempo. Mas quem fez o gol foi o Cruzeiro. E com um jogador a menos.

Era uma partida enrolada, daquelas de causar bocejos, sem chances para lado nenhum. Jonathan, da Raposa, resolveu dar emoção ao jogo e foi expulso com 18 minutos. Os números são um alerta para o time de Adílson Batista: foi o oitavo cartão vermelho para os celestes em 15 rodadas no Brasileirão.

O Grêmio, em vantagem numérica, cresceu na parada. O técnico Paulo Autuori tirou o lateral direito William Thiego e mandou o garoto Douglas Costa a campo. A Raposa ficou acuada, resistindo à pressão gaúcha. Jonas perdeu duas chances. Tcheco e Maxi López desperdiçaram uma cada. Túlio teve oportunidade clara, mas acabou anulado pela zaga no chute final.

As investidas tricolores ao ataque passaram quase sempre por Tcheco. Ele coordenou um time que ficou muito perto de abrir o placar especialmente aos 36 minutos. Em cruzamento do meia, Jonas mandou na trave. A bola passeou por alguns segundos no rebote e depois ficou com Fábio Santos, que chutou mal, fraco, para desespero da torcida.

Assista os Golls da Partida:

O lance desperdiçado resultou no gol cruzeirense no contra-ataque. Tcheco, bem no ataque, falhou na defesa ao deslocar Wellington Paulista na área. O pênalti foi cobrado pelo próprio atacante, algoz dos gaúchos já na Libertadores, com três gols em dois duelos pelas semifinais. Neste domingo, ele repetiu a dose, bateu bem e colocou o time mineiro na frente aos 40 minutos. A vantagem foi um presente que o Cruzeiro não mereceu. O Grêmio foi muito superior nos 45 minutos iniciais.

Com dois a mais, Grêmio vira e chega à goleada

O Grêmio criou uma pressão insustentável para o adversário no segundo tempo. Foram chances claras, uma atrás da outra. Tcheco perdeu boa chance logo com um minuto. Réver girou a bola um centímetro ao lado da trave. Souza também desperdiçou oportunidade viva. O gol parecia questão de tempo. E aí Thiago Ribeiro, do Cruzeiro, resolveu colaborar. Ele acertou o cotovelo no rosto de Túlio e foi expulso – nono cartão vermelho em 15 jogos para a Raposa.

Com dois a mais, o Grêmio encontrou o empate e logo virou. A igualdade foi buscada pelo Tricolor aos 13 minutos. Tcheco bateu escanteio na cabeça de Réver. A conclusão foi certeira, sem chance para Fábio: 1 a 1. O gol abalou o Cruzeiro, que virou presa fácil por causa das expulsões. Desnorteado, o time mineiro levou a virada. Aos 19 minutos, Tcheco recebeu de Jonas dentro de área e bateu colocado, no cantinho de Fábio. O Olímpico sacudiu em um misto de alívio e alegria.

O Cruzeiro não tinha condições de reagir. O Grêmio manteve o adversário encurralado na defesa e alcançou o terceiro gol. Foi aos 30 minutos, com Jonas, de cabeça. E poderia ter saído mais. Sempre no ataque, o Tricolor ainda perdeu boas chances com Maxi López, que no fim acabou deixando a sua marca. Aos 43, o argentino limpou a jogada pela esquerda e chutou forte da entrada da área, no canto esquerdo de Fábio, que nada pôde fazer.

Grêmio no Olimpico Rumo ao Topo

Equipe celeste tenta continuar subida na tabela sem Kléber

Cruzeiro recebe o Grêmio pela reabilitação

Cruzeiro recebe o Grêmio pela reabilitação

Há três jogos sem perder no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tentará manter a boa sequência na competição contra o Grêmio, domingo, às 18h30, no Olímpíco.

Para o duelo contra os gremistas, Adilson Batista terá o retorno de Leonardo Silva que cumpriu suspensão automática contra o Sport na quarta-feira. A Raposa, porém, não terá Wagner, que ainda se recupera de uma torção no pé esquerdo, e o atacante Kléber. O Gladiador está com uma pubalgia e ficará em Belo Horizonte para se tratar. O jogador atuou em cinco partida nos últimos 15 dias.

Para o atacante Thago Ribeiro, apesar dos desfalques, o Cruzeiro pode alcançar um bom resultado, mantendo o bom nível do jogo contra o Sport.

– É um clássico do futebol brasileiro. São duas grandes equipe e vai ser um jogo duro, como sempre é no Olímpico. Mas, mantendo o mesmo espírito, determinação e vontade dos últimos jogos, podemos conseguir os pontos – afirmou o atacante.

O Grêmio é o time de pior aproveitamento como visitante, com um empate e seis derrotas em sete partidas, mas o Cruzeiro que se cuide com esse adversário de dupla personalidade: em casa, o invicto Tricolor tem os melhores resultados entre todos os participantes do Brasileiro, com seis vitórias e dois empates.

– O consolo para mais uma derrota é que temos tudo para alcançar mais uma vitória – filosofa Tcheco, tentando esquecer o fracasso de quinta-feira no Morumbi diante do São Paulo.

É possível que aconteçam mudanças na equipe, mas em princípio o técnico Paulo Autuori, deve repetir a que iniciou contra o São Paulo. As modificações

ficariam para o segundo tempo, como as entradas do atacante Jonas no lugar de Herrera e do meia Douglas Costa no do volante Adilson. Os dois melhoraram o rendimento na partida de quinta-feira.

Décimo colocado, com 21 pontos, cinco menos do que o Goiás (quarto colocado doBrasileiro), o plano gremista de terminar o turno dentro do G-4 está prejudicado.

– Essas inacreditáveis derrotas fora de casa ainda vão impedir que a gente chegue à Libertadores – alerta o mesmo Tcheco.

Mas Autuori trata de levantar o moral da turma.

– Se, como visitante, o time mostra até uma certa displicência, em casa ele se transforma. Os níveis de confiança e concentração crescem e os erros diminuem drasticamente – observa o técnico.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO X CRUZEIRO

ESTÁDIO:Olímpico

DATA/HORA: 2/8/2009, às 18h30

ÁRBITRO: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR)

AUXILIARES: Roberto Braatz (Fifa/PR) e Marcos da Silva (PR)

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Léo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Souza e Tcheco; Herrera e Maxi López.

Técnico: Paulo Autuori

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno e Gérson Magrão; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Bernardo; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista.

Técnico: Adilson Batista

Mithyuê volta a treinar com o grupo

Meia participa de atividade dos reservas no campo suplementar nesta sexta



Depois de aproximadamente seis meses de recuperação, Mithyuê está novamente integrado ao grupo do Grêmio. Na tarde desta sexta, o meia treina com o grupo pela primeira vez desde que teve uma ruptura do ligamento cruzado do joelho esquerdo durante a pré-temporada, em Bento Gonçalves, no início do ano.

Mithyuê já vinha treinando com bola desde o início da semana, mas sempre sozinho. Orientado pelos fisioterapeutas, ele fazia trabalhos de corrida com bola, passando entre cones ou indo até o fundo do campo e voltando.

Nesta sexta, porém, ele participou por alguns minutos do treino técnico comandado por Paulo Autuori no campo suplementar. No trabalho em campo reduzido, ele correu normalmente, se movimentou e deu passes. Nenhum médico ou fisioterapeuta do clube se pronunciou ainda sobre o prazo que o jogador levará para voltar a jogar.

Perea, que se recuperou de uma tendinite patelar no joelho direito, também treina normalmente. Já o volante Willian Magrão segue na fisioterapia, e tem seu retorno previsto para setembro.

O Grêmio se reapresentou nesta tarde após a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi. Apenas quem não jogou ou jogou menos de 45 minutos participa do treino. Os titulares, mais o reserva Jonas, que entrou no intervalo, fazem apenas trabalhos de recuperação física no vestiário.

O time treina ainda na manhã de sábado e já inicia concentração para a partida de domingo, às 18h30m, no Olímpico, contra o Cruzeiro.

Grêmio busca parceiros para bancar permanência de Maxi López

Clube busca investidores que o auxiliem a manter ídolo em 2010

Maxi López: objetivo é contar com ele em uma nova disputa de Libertadores

Faltando ainda seis meses para o encerramento do contrato de empréstimo de Maxi López, o Grêmio busca investidores que o auxiliem a manter seu ídolo no Olímpico em 2010. Para ficar com o argentino, precisará pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 4 milhões) ao FC Moscou, da Rússia, dono dos direitos federativos. O objetivo é contar com o jogador em uma nova disputa de Libertadores.

A parceria deverá funcionar nos mesmos moldes de outras já realizadas pelo clube. O investidor adianta o dinheiro e recebe em troca um percentual sobre uma futura venda.

Pelo desempenho em campo, Maxi afirma-se como um investimento com retorno garantido. Após uma passagem sem brilho por Barcelona, Mallorca e FC Moscou, o centroavante conseguiu recuperar sua imagem no Grêmio. Também é atraente a clubes europeus por ter passaporte comunitário, o que faz com que não ocupe nenhuma das vagas reservadas para jogadores estrangeiros.

Pelo menos sete clubes de países como Itália, Alemanha e Grécia já fizeram sondagens aos empresários Luis Smurra e Dario Bombini sobre as condições para a liberação do jogador. Nenhum deles, no entanto, conseguirá tirá-lo do Olímpico antes de 31 de dezembro. Até esta data, a opção de compra é do Grêmio.

– Há uma carência de bons atacantes no mercado. No Grêmio, Maxi voltou a mostrar suas qualidades. Teve problemas de adaptação na Europa por ter sido vendido muito cedo – diz o empresário Fernando Otto.

Maxi também já acertou sua forma de liberação do FC Moscou. Como abriu mão de parte dos salários a que teria direito quando veio para o Grêmio, em fevereiro, conseguirá se desvincular mediante o pagamento de US$ 1 milhão.

Douglas Costa pede desculpas por erros e se diz focado no Grêmio

Meia afirma que está tranquilo para buscar espaço no Tricolor gaúcho



Após a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, o Grêmio retornou a Porto Alegre na manhã desta sexta. Os jogadores ainda buscam explicações para o rendimento ruim longe do Olímpico. Mas, apesar da derrota, o meia Douglas Costa recebeu elogio do técnico Paulo Autuori. O jogador se disse satisfeito com a atução no Morumbi e salientou que aprendeu com os erros. Na última sexta, o garoto foi flagrado dirigindo sem habilitação na capital.

– Isso passou, errei. Peço desculpas pelo o que eu fiz. Agora, é seguir trabalhando e esquecer o que passou. Daqui para frente, é focar no Grêmio como sempre – reiterou.

O jogador negou que tenha perdido o foco no trabalho.

– O que eu quiser fazer, faço pela minha cabeça, não pela dos outros. Agora, é aprender com os erros – explicou.

O meia disse ainda que está tranquilo para buscar seu espaço no Tricolor:

– No segundo tempo, o time cresceu com a minha entrada, cheguei mais no gol. Com calma, vou procurar meu espaço, meu lugar na equipe. Estou trabalhando firme e forte – enfatizou.

Neste domingo, o adversário do Grêmio será o Cruzeiro, às 18h30m (de Brasília), em Porto Alegre. O Grêmio é décimo colocado na tabela do Brasileirão, com 21 pontos