Orteman ataca dirigentes do Grêmio: ‘O que estão fazendo é uma vergonha’

Fora dos planos no clube gaúcho, uruguaio diz que entrará em férias se diretoria não aceitar liberá-lo. Atleta deve ir para o Peñarol


O uruguaio Orteman deve acertar, até o fim da semana, sua transferência para o Peñarol. Completamente deixado de lado no Grêmio, o jogador chutou o balde em entrevista para o site Ultimas Noticias, de seu país. Ele reclamou do tratamento que vem recebendo do clube gaúcho.

– Eles (dirigentes do Grêmio) sequer buscaram um clube para me emprestar. Podiam ter buscado uma saída aqui no Brasil, mas nem isso fizeram. Poderiam ter conseguido uma equipe que pagasse parte do salário – disse o uruguaio.

O jogador comentou não entender o afastamento e alegou que tem boa relação com o técnico Paulo Autuori.

– Isso é o pior. Tenho excelente relação com o técnico, mas os dirigentes tomaram a decisão de que eu treinasse sozinho – lamentou Orteman.

O meia entende que o Grêmio ainda não o liberou porque está forçando uma rescisão unilateral e, assim, conseguir lucrar com a saída dele. Porém, ele avisa que não fará isso. Se for o caso, promete ficar de férias em Porto Alegre – mas com o salário pago pelo Grêmio, naturalmente.

– Vou ser sincero: se eles se mantêm firmes, fico de férias aqui. O que estão fazendo é uma vergonha, porque se quero rescindir e sair do clube unilateralmente, tenho que pagar US$ 2 milhões (R$ 3,7 milhões) – argumentou o jogador.

Orteman disse que não quer falar com os dirigentes do Grêmio e que sua situação vem sendo tratada por seus representantes. O jogador, contratado em julho do ano passado, mal conseguiu jogar. Jamais foi titular.

Maxi López já tem contrato por mais três anos com o Grêmio

Para contar com o centroavante pelo período, clube terá que desembolsar 1,5 milhão de euros para o FC Moscou


Maxi López pode ficar por mais três anos no Olímpico

Maxi López pode ficar por mais três anos no Olímpico


O Grêmio não apenas recusou a proposta do Werder Bremen por Maxi López, nesta terça-feira, como pretende manter o centroavante por mais três anos. E não será difícil. Maxi López já tem um contrato assinado por esse período, válido a partir de janeiro de 2010.

Para o Grêmio continuar com o jogador, bastará depositar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 3,75 milhões) na conta do FC Moscou, no final do empréstimo, para ficar com 50% dos direitos federativos.

O ex-vice-presidente de futebol do Grêmio, André Krieger, que deixou o cargo há um mês e meio para cuidar melhor de seu escritório de advocacia, foi quem fez os contratos, em janeiro. Nesta terça, Krieger comentou com o LANCE!NET que não chegou a temer a aceitação da proposta dos alemães por parte do Grêmio. Segundo ele, o clube precisa do argentino e este não queria mesmo sair agora.

O Werder pretendia indenizar o Tricolor com 1 milhão de euros (R$ 2,53 milhões). A quantia foi considerada irrisória – não resolveria os problemas financeiros do clube e seria insuficiente para a contratação de um centroavante do mesmo nível. E a multa era alta, lembrou Krieger.

– Colocamos uma multa absurda, de 25 milhões de dólares, apenas para nos preservarmos. Ou seja, para não acontecer o que aconteceu com o Róger, no ano passado. A multa era de 100 mil reais, veio um time do Catar, depositou e levou o jogador – explicou.

Advogado de Renato garante que meia não se reapresentará à Ponte Preta

Marcos Motta afirma que houve divergência na interpretação da liminar


Renato treina sem poder estrear pelo Grêmio

O futuro do meia Renato segue indefinido. Na segunda-feira, a CBF acatou a decisão da Justiça do Trabalho de Campinas e reativou o vínculo do atleta com a Ponte Preta. O advogado Marcos Motta, no entanto, garantiu nesta terça que o jogador não se reapresentará ao clube paulista. Apesar da decisão da entidade máxima do futebol nacional, Motta disse que houve um conflito na interpretação da liminar. O representante do meia assegurou que o contrato dele com o Grêmio é válido:

– Ele só não está inscrito pelo Grêmio. Estamos tomando as medidas legais cabíveis. Só não vou adiantar quais são. Estamos aguardando um novo entendimento da CBF. Há uma divergência de interpretação da liminar que foi dada e que a Ponte fez chegar à entidade, por isso que ele saiu no BID (Boletim Informativo Diário). Mas essa liminar já foi cassada, inclusive. Não há nenhum despacho novo da Ponte, que apenas usou uma liminar que já existia – disse.

Motta explicou ainda qual é o conflito de interpretação existente:

– A divergência de interpretação é sobre o afastamento. Na liminar inicial, seria uma determinação de reapresentação do atleta e multa. A Ponte entende que a cassação da liminar só afastou a multa. Nós entendemos que afastou a multa e desobrigou o jogador de se apresentar ao clube – salientou.

O advogado disse ainda que a Macaca errou ao fazer a transferência de Renato ao Al-Ittihad. Sobre a cláusula do contrato, que estabelecia que se uma ou mais parcelas não fossem pagas, o negócio estaria desfeito, o diretor jurídico do Grêmio Cláudio Batista disse que o acordo não tem validade.

– Essa cláusula é nula do ponto de vista trabalhista. Como se vai obrigar alguém a trabalhar onde não quer? – questionou.

Batista salientou que o clube gaúcho não se envolve diretamente na questão, que está sendo resolvida pelo atleta e seus advogados:

– O Grêmio, quando contratou o atleta na semana passada, confirmou que ele estava livre. E ele está livre, na medida em que a Ponte vendeu o jogador para a Arábia e rescindiu o contrato. Se o contrato está rescindido não há condição de revigoramento – reiterou.

O dirigente espera que a situação seja resolvida logo:

– Ele está treinando, quer continuar no Grêmio. Isso precisa ser resolvido o mais rápido possível – afirmou.

Grêmio pode oficializar contratações de Leandro e Lúcio nesta segunda

Jogadores devem ser apresentados no decorrer da semana como reforços para o segundo turno do Campeonato Brasileiro


Montagem sobre foto/AFP

Lúcio e Leandro: perto do Grêmio

A segunda-feira pode ter a confirmação de dois reforços para o Grêmio. O clube está acertado com o atacante Leandro, do Verdy Tokyo, do Japão, e com o lateral-esquerdo Lúcio, do Hertha Berlim, da Alemanha. Falta apenas que os jogadores se desvinculem de seus clubes.

Lúcio, por meio de sua comunidade oficial no site de relacionamentos Orkut, avisou que chega no início da semana a Porto Alegre. Ele assinará contrato de empréstimo por um ano. Será o titular, já que Fábio Santos está lesionado e Jadilson não conta com a confiança do técnico Paulo Autuori. Lúcio foi vice-campeão da Libertadores de 2007 com o Grêmio.

A situação de Leandro também deve ser resolvida em breve. O jogador ficou muito satisfeito com o tratamento que recebeu do Grêmio desde o início das negociações. Ele está no Japão, onde tenta receber todo o dinheiro a que tem direito do Verdy Tokyo. O acerto dele com o clube gaúcho será por três anos.

Neste domingo, depois da goleada de 4 a 1 sobre o Flamengo, Autuori elogiou os futuros reforços do Grêmio.

– Eles vão nos ajudar muito. Lúcio é conhecido do clube, muito querido por todos aqui. Com a passagem pelo futebol europeu, estará mais maduro. O Leandro é um jogador de velocidade, um guerreiro. São contratações muito importantes para nós – disse o treinador.

A diretoria gremista promete esforço máximo para manter o argentino Maxi López. No decorrer da semana, deve ser oficializada ao clube gaúcho uma proposta do Werder Bremen, da Alemanha, pelo jogador.

Após milagres, Victor quer fazer do Grêmio o caminho para a Copa

Goleiro admite frustração por não ser convocado depois da Copa das Confederações e reconhece que disputa é árdua


O jogo contra o Flamengo ficou na memória de Victor e da torcida do Grêmio

– Copa do Mundo é meu objetivo individual de carreira. Procuro fazer meu melhor aqui no Grêmio para conseguir. Foi o Grêmio que me propiciou tudo isso. Tirando o Julio César, que está em um momento fenomenal, as vagas estão em aberto. Vai definir de acordo com o que eu fizer aqui – disse Victor.

O goleiro do Grêmio esteve na Copa das Confederações, mas não foi chamado por Dunga depois. O treinador da seleção brasileira preferiu convocar Gomes. Victor admitiu que ficou frustrado, mas não reclama da decisão do técnico.

– A frustração existe a partir do momento em que temos uma convocação. Fica uma expectativa, mas o Dunga tem que fazer escolhas, até porque só foram chamados dois goleiros. Ele optou pelo Gomes. Respeito a decisão dele – afirmou Victor.

Na análise do atleta gremista, a concorrência por vaga na Copa do Mundo é muito forte. Ele acredita que Dunga ainda não tem a definição dos reservas de Julio César.

– O Brasil está muito bem servido de goleiros. Temos pelo menos cinco grandes nomes em condições de seleção. Fora do país, temos Gomes, Doni, o Renan, o Diego Alves, o Helton. Tem uma quantidade muito grande para falar que vai ser esse ou aquele.

Grêmio ganha um novo volante: Réver

Zagueiro marcou um gol e se destacou contra o Flamengo


Depois de reconhecer que o goleiro Victor foi fundamental para a vitória do Grêmio sobre o Flamengo, neste domingo, no Olímpico, o técnico Paulo Autuori enalteceu a atuação do outro craque do seu time – o zagueiro Réver, que foi o segundo melhor do time atuando como volante.

A ponto de o técnico antecipar que vai mantê-lo improvisado no meio-de-campo na abertura do returno, contra o Santos, quarta-feira.

– Gostei do Réver ali. Ele marca e sai com grande qualidade, basta ver o gol que marcou. Um volante assim é uma vantagem, porque o meia não sai atrás para marcar – observou o treinador.

Réver continuará na posição, dessa vez, porque o volante Túlio cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Mas não se descarta que seja mantido, dependendo da atuação na Vila Belmiro. É que Autuori gostaria de arrumar um lugar para o zagueiro Rafael Marques, cuja segurança ele aprecia. Nesse caso, Adilson e Túlio disputariam a outra vaga de volante. Réver já atuou no meio-de-campo também nos tempos de Paulista, mas apenas eventualmente.

O técnico do Tricolor admitiu que “a goleada teve tudo a ver com a atuação do nosso goleiro”. E explicou.

– A justiça no futebol é expressada pelo placar, que premia o time mais eficaz. Disse isso também depois de alguns jogos fora de casa, quando atuamos melhor e o Victor nem foi exigido, mas perdemos – recordou.

Grêmio goleia Flamengo no Olímpico. 4 a 1

Victor fecha o gol e garante goleada do Tricolor sobre Fla


Mesmo com adriano em campo, o Grêmio venceu o Flamengo no Olímpico

Mesmo com adriano em campo, o Gêmio venceu o Flamengo no Olímpico


Em uma partida marcada pelas grandes defesas do goleiro Victor, o Grêmio goleou o Flamengo no Olímpico, por 4 a 1 e continua sonhando com voos mais altos no Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Paulo Autuori não se intimidou com a presença de Adriano, que vinha fazendo bons jogos fora de casa e passou o adversário na tabela da competição. Os gols do Grêmio foram marcados por Perea, Réver e Jonas (duas vezes). Everton descontou para os cariocas.

O jogo começou bastante truncado, as duas equipes se estudavam bastante e parecia que seria um duelo equilibrado. Tanto que demorou 13 minutos até acontecer o primeiro lance de perigo. Jonas recebeu a bola fora da área, e de primeira, acertou um belo chute, para uma boa defesa de Bruno. No minuto seguinte, Jadilson foi até a linha de fundo e levantou a bola na área. Perea, que até então estava sumido, subiu mais do que a defesa rubro-negra e abriu o placar para o Grêmio.

Assista os Golls da Partida:

O gol dos donos da casa mudou a cara da partida. Aos poucos, o jogo truncado começou a dar espaço para as jogadas em velocidades e bons lançamentos passaram a acontecer. Aos 25 minutos, após belo passe de Adriano, Everton invadiu a área e acertou uma bomba. Victor chegou a defender, mas a bola estava muito forte e acabou entrando.

Com 1 a 1 no placar, e o jogo equilibrado, foi a vez dos goleiros começarem a brilhar. Victor e Bruno fizeram uma série de defesas milagrosas. A mais importante foi do goleiro do Grêmio. Aos 34 minutos, Adriano ganhou o duelo com Rafael Marques, na direita, invadiu a área e, cara a cara com o goleiro, acabou perdendo um gol feito. Méritos para o arqueiro tricolor, que se posicionou bem e fechou o ângulo do Imperador.

A segunda etapa começou com o Grêmio melhor, as alterações táticas na equipe tricolor funcionaram e aos poucos o time da casa começou a dominar a partida. Porém, nem mesmo o mais otimista torcedor do time gaúcho poderia imaginar o que iria acontecer em seguida. Aos 11 minutos, aproveitando uma desorganização no sistema defensivo rubro-negro, Réver arrancou pelo meio, passou por três adversários e chutou no canto de Bruno, que acabou falhando.

O gol do Grêmio desestabilizou o Flamengo, que começou a partir para cima da equipe gaúcha totalmente desorganizado, deixando espaços para o contra-ataque. Aos 33 minutos, Emerson, assim como Adriano no primeiro tempo, recebeu uma bola cara a cara com Victor e acabou parando na muralha tricolor, que neste momento já havia se tornado o melhor jogador da partida. No minuto seguinte, para manter a máxima do futebol, de que quem não faz leva, Perea invadiu a área e foi derrubado por Aírton, o árbitro Paulo César Oliveira marcou pênalti. Jonas cobrou com categoria e fez o terceiro gol do Grêmio na partida. Aos 42 minutos o lance se repetiu. Desta vez, Joílson foi derrubado na área por David e o juiz marcou outro pênalti. Jonas foi novamente para a cobrança e balançou as redes do Flamengo pela quarta e última vez na partida.

Na próxima rodada, o Grêmio vai até a Vila Belmiro enfrentar o Santos, enquanto o Flamengo recebe o Cruzeiro, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 4 X 1 FLAMENGO

Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 16/8/2009 – 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Carlos Berckenbrock (Fifa-SC) e Marcelo Van Gasse (SP)
Cartões amarelos: Joílson, Túlio (GRE); Emerson, Willians, Adriano e David (FLA)
Cartão vermelho: Não houve.

GOLS: Perea, 14’/1°T (1-0); Everton, 25’/1°T (1-1); Réver, 11’/2°T (2-1); Jonas, 36’/2°T (3-1); Jonas, 42’/2°T (4-1).


GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Leo, Rafael Marques e Jadilson (Bruno Collaço, Intervalo); Réver, Adilson, Túlio e Douglas Costa (Bruno Paulo, 14’/2ºT); Perea (Maylson, 45’/2ºT) e Jonas – Técnico: Paulo Autuori.

FLAMENGO: Bruno, David, Aírton, Ronaldo Angelim; Everton Silva (Denis Marques, 34’/2ºT), Willians, Lenon, Fierro (Camacho, Intervalo) e Everton; Emerson e Adriano – Técnico: Andrade.

Em duelos dos desfalcados, Grêmio recebe o Flamengo no Olímpico

Desfigurados, times vão para o jogo, que encerra o turno, com muita cautela


Em duelos dos desfalcados, Grêmio recebe o Flamengo no Olímpico

Em duelos dos desfalcados, Grêmio recebe o Flamengo no Olímpico


Colados na tabela, Grêmio e Flamengo se enfrentam neste domingo, às 16h, no Olímpico, com a amarga missão de conferir qual dos dois times sofrerá menos com o amontoado de desfalques que seus treinadores estão tendo de conviver. E, claro, quem se sair melhor nessa parada encerra o turno embalado e bem pertinho do G4.

Com sete vitórias e dois empates em seus domínios, o Tricolor Gaúcho põe em risco a condição de time de melhor desempenho como mandante ao receber o Rubro-Negro. Três de seus principais jogadores – os meias Tcheco e Souza e o centroavante Maxi López – desfalcarão a equipe. Os dois primeiros cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O argentino tem uma lesão muscular na perna direita.

O Tricolor ainda não tinha sofrido tanta perda de qualidade. E o problema é que não há reposições. A saída do técnico Paulo Autuori é armar uma verdadeira retranca. A idéia parece ser dificultar o toque de bola do Flamengo e isolar Adriano.

O zagueiro Réver, grande destaque da defesa, vai para o meio-campo, juntando-se aos volantes Túlio e Adilson. O meia Douglas Costa, que andou jogando como atacante, será recuado para onde rende mais. Para o lugar de Maxi López, o substituto natural seria Alex Mineiro – se este não tivesse sido cedido ao Atlético-PR um mês atrás.

Herrera, que já formou dupla com Jonas, tem uma lesão no joelho direito. E Ricardo, 21 anos, ex-Londrina, é atacante de área, mas ainda está em fase de adaptação. A saída foi recorrer a Perea, que operou o joelho esquerdo em janeiro e até agora participou de apenas três partidas – nenhuma desde o início.

– Esse período foi muito difícil para mim. No início do ano, com a lesão, eu senti que perderia momentos importantes, especialmente na Libertadores. Agora, estou muito feliz pela possibilidade de atuar novamente – disse o atacante.

Ficou tudo muito diferente do original. Nos treinos da semana, o quarteto de meio-campo protegeu bem a linha de zagueiros, mas não conseguiu articular jogadas. E os dois atacantes, por atuarem pelos lados, pouco arremataram.

Apesar do clima leve, o Flamengo vive dias de incerteza. Em sétimo lugar, a equipe pode terminar em quinto se tiver uma combinação de resultados somados à vitória, é claro. Mas são poucos os que acreditam de fato no feito. Tanto que, consciente e cauteloso, Andrade deve tirar até Pet do time para escalar um meio mais marcador.

– O Grêmio tem um ponto forte nas bolas aéreas e nos contra-ataques. Além disso, encarar a torcida deles também não é fácil. Vou analisar a situação do Pet ver o que é melhor para o momento – despistou o Tromba, apelido do treinador.

O chileno Fierro é quem vai entrar na vaga do sérvio, caso a mudança de última hora ocorra. Certo mesmo é que o jovem Lenon vai ser o substituto de Kleberson e está com muita moral. A média de idade do time é mais baixa na temporada, cerca de 23 anos. Os únicos vovôs da turma são Angelim, 33, e Emerson, 31.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X FLAMENGO

Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 16/8/2009 – 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Carlos Berckenbrock (Fifa-SC) e Marcelo Carvalho Van Gasse 9SP)

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Leo, Rafael Marques e Jadilson; Réver, Adilson, Túlio e Douglas Costa; Perea e Jonas – Técnico: Paulo Autuori.

FLAMENGO: Bruno, David, Aírton, Ronaldo Angelim; Everton Silva, Willians, Lenon, Petkovic (Fierro) e Everton; Emerson e Adriano – Técnico: Andrade

Grêmio pretende recorrer à Fifa sobre caso do meia Renato

Advogado do clube tricolor, Cláudio Batista, afirma que Ponte Preta corre um grande risco por ter entrado na Justiça


Renato já treina no Grêmio, mas sua contratação ainda causa polêmica

O imbróglio entre Ponte Preta e Grêmio envolvendo o meia Renato continua. Nesta sexta, o jogador apareceu no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, sendo regularizado para atuar pelo Tricolor. Porém, o clube de Campinas conseguiu uma nova liminar na Justiça Comum para reintegrar o atleta ao grupo. Essa ação da Ponte, de acordo com o advogado do time gaúcho, Cláudio Batista, será comunicada à Fifa.

– Isso vai ser derrubado com certeza, não tem o menor fundamento. A Ponte Preta está correndo um risco muito grande, pode ser até ser desfiliada pela Fifa. Vou comunicar à Fifa. Não se pode utilizar a Justiça Comum para que a CBF faça alguma coisa – explicou Batista.

Renato Cajá foi apresentado na última terça como novo reforço para o restante da temporada, mas a Ponte Preta, clube que o jogador atuou antes de se transferir para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, havia ameaçado melar o negócio por causa de uma dívida dos árabes. Segundo o advogado gremista, o atleta não pode ser obrigado a voltar para o clube de Campinas pela Justiça Comum.

– Ninguém pode ser obrigado a voltar ao trabalho se não quiser. Aliás, foi o que eu falei ontem [quinta] longamente com Valed Perry (assessor jurídico) na CBF, e a CBF liberou até por causa disso – comentou.

Batista prefere não afirmar ainda, mas acredita que, assim que a Fifa for informada sobre o caso, a Ponte Preta pode se complicar.

– Não vou afirmar, mas a Fifa vai tomar conhecimento disso. A Ponte está indo longe demais. Nós vamos comunicar para a Fifa, sem dúvida – reiterou.

E assim que a Fifa tomar conhecimento, o advogado diz que tudo será resolvido rapidamente.

– É imediato, tudo comunicado via internet, as decisões são rápidas.

Batista comentou que já aconteceu outros casos parecidos como esse de Renato. O advogado explica que um jogador não pode ser usado como garantia de negócio.

– Houve casos parecido, mas como esse não. Nesse caso, há um fato que eu tomei conhecimento do próprio advogado da Ponte, que no contrato de venda do jogador para a Arábia inseriram uma cláusula que, se o time da Arábia não pagasse a Ponte, o atleta teria que retornar. Isso é nulo, não existe isso. Ele não pode ser usado como garantia de negócio – finalizou.

Com lesão na coxa, Maxi López para por até 30 dias

Atacante passa por exame de ressonância, que constata um estiramento


Maxi López: estiramento na coxa

Notícia ruim para o Grêmio. O atacante Maxi López fica fora dos gramados por aproximadamente 30 dias. Com dores na coxa direita, o argentino passou por exame de ressonância magnética nesta quinta e ficou constatado um estiramento.

– Ele tem uma lesão muscular, é um estiramento na coxa. Infelizmente vai parar em torno de 20 a 30 dias – informou o vice de futebol do Grêmio, Luiz Onofre Meira, por telefone ao clicRBS.

Se ficar um mês parado, Maxi desfalcará o Grêmio contra Flamengo (em casa), Santos (fora), Atlético-MG (em casa), Botafogo (fora), Vitória (em casa) e Náutico (fora).

Para a partida contra o Flamengo, às 16h deste domingo, Jonas e Perea formarão a dupla de ataque.

Grêmio aguarda resposta de Lúcio

Jogador deve retornar ao Olímpico, onde atuou na Libertadores de 2007


O Grêmio aguarda para esta sexta-feira uma resposta do lateral-esquerdo Lúcio, fora dos planos do Hertha Berlim, da Alemanha. O jogador já indicou que pretende retornar ao Olímpico. Ele defendeu o Tricolor em 2007. Fez parte da campanha do vice na Libertadores. Ao deixar o clube gaúcho, disse que daria preferência ao Grêmio quando voltasse ao Brasil.

A diretoria gremista diz que não entrará em leilão pelo jogador, que também interessa ao Fluminense. O clube carioca se mostra confiante na contratação dele, mas o Grêmio acredita que o jogador manterá a palavra de retornar a Porto Alegre e aceitará a proposta gaúcha, feita em contato com o irmão dele, sem grandes ressalvas. A ideia é ficar com o jogador por empréstimo de um ano.

O atacante Leandro, do Verdy Tokyo, do Japão, é aguardado na semana que vem em Porto Alegre para assinar contrato de três anos com o Grêmio e ser apresentado oficialmente. O jogador, ex-Fluminense e São Paulo, viajou ao Oriente para rescindir contrato com o clube local.

A diretoria tricolor está em compasso de espera para ter o lateral-direito Felipe Mattioni, que não será aproveitado pelo Milan. O retorno dele é improvável. O também lateral Edílson, da Ponte Preta, foi oferecido ao Tricolor, mas a diretoria disse que não tem interesse nele.

No retorno ao time, Perea troca dor no coração por esperança de dias melhores

Colombiano passou o ano inteiro vendo os colegas jogarem enquanto se recuperava de lesão. Ele deve começar o jogo contra o Flamengo


Perea coloca a mão no coração ao ser perguntado sobre o sentimento de, lesionado, ver os colegas de Grêmio em campo de longe, sem poder sentir o cheiro da grama, sem ouvir os gritos da torcida, sem lutar por fazer um gol.

– É aquela situação, aquela dor que dá de não estar junto, de não ajudar os colegas. Queria muito ter participado de todas as situações vividas pelo clube este ano – disse o jogador nesta quinta-feira, encostado em uma das paredes da sala de entrevistas do Olímpico, minutos depois de treinar como titular e ver sua história como jogador do Grêmio renascer.

Perea está de volta. As lesões de Herrera e Maxi López convenceram o técnico Paulo Autuori a dar uma oportunidade para o atleta na equipe titular do Tricolor. Foi assim no treinamento, ao lado de Jonas. E também deve ser assim contra o Flamengo. Por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo, o atacante passou o ano inteiro no estaleiro. Não recebeu sequer uma oportunidade de começar uma partida. Assediado pelo Palmeiras, quase deixou o clube.

Mas Perea ficou. Recuperado da lesão, ele passou a treinar e até pintou no time na eliminação da Libertadores, no segundo tempo do jogo contra o Cruzeiro. Quando a comissão técnica disse ao jogador que ele passaria por um processo de aprimoramento físico, Perea sentiu que dias melhores poderiam aparecer para ele no Olímpico. No domingo, o colombiano tentará dar início a um novo momento.

– Foi muito difícil para mim. No início do ano, com a lesão, eu senti que perderia momentos importantes, especialmente na Libertadores. Agora, estou muito feliz pela possibilidade de atuar novamente – comentou o jogador.

Perea disse que está 100% recuperado e que tem condições de suportar os 90 minutos da partida. O jogador só pede à torcida um pouco de paciência, porque pode faltar ritmo de jogo a ele.

Autuori tenta dar fim a polêmica no Grêmio

Técnico chamou Souza e Tcheco para conversar


Autuori pediu a jogadores para resolverem problemas internamente

Autuori pediu a jogadores para resolverem problemas internamente


Sério, emburrado, sem querer conversa com ninguém – assim estava Tcheco no treino do Grêmio na tarde desta terça-feira. No vestiário, em conversa particular com Paulo Autuori, o técnico lhe dissera que não discorda da análise feita por ele após a derrota para o Barueri, domingo, mas não gostara do fato de ter sido feita em público.

Depois daquela partida, irritado com a sétima derrota da equipe, Tcheco disse que tem faltado aguerrimento em jogos fora de casa. Ouvido a respeito pouco depois, Souza botou lenha na fogueira, fazendo críticas ao colega – e as repetiu no dia seguinte, na chegada a Porto Alegre.

Depois de Tcheco, foi a vez de Souza ser chamado para conversar. O técnico pediu-lhe a mesma coisa: que as polêmicas se dêem apenas dentro do vestiário.(Depois da derrota para o Vitória, em Salvador, em 31 de maio, Souza fez duras críticas a Maxi López, que, ao ser entrevistado por uma rádio baiana, reclamara de ter recebido poucos passes).

Depois de conversar com cada um em particular, Autuori disse ao elenco como quer que as divergências sejam resolvidas. Depois, na entrevista coletiva, tratou de minimizar o caso.

– A mídia procura declarações, mas depois, se o atleta não fala, ela diz que há proibições. E o curioso é que o futebol é o único lugar em que as discordâncias têm essa repercussão toda. Sou o primeiro a defender a liberdade de opinião. Apenas achamos, e disse isso ao Tcheco, que é preciso escolher o momento e o lugar certos – disse Autuori.

Leandro liberado para negociar com o Grêmio

Atacante já avisou aos dirigentes que japoneses aceitaram proposta


Leandro pode ser repatriado pelo Grêmio

Leandro pode ser repatriado pelo Grêmio


Depois de anunciar o meia Renato, o Grêmio está pronto para contratar o atacante Leandro, ex-São Paulo. O presidente tricolor, Duda Kroeff, recebeu do jogador a notícia de que foi liberado pelo Verdy Tokyo (JAP). E está, assim, muito próximo do Olímpico.

– O Leandro está muito bem encaminhado. Não gosto de dizer que está certo sem estar com a documentação assinada. Mas tenho fé que anunciaremos ele nos próximos dias – disse à Rádio Gaúcha.

Além de avisar que foi liberado pelos japoneses, Leandro garantiu aos dirigentes do Grêmio que o clube japonês aceitou a proposta feita pelos gaúchos para tê-lo em Porto Alegre.

– Quem nos comunicou da liberação foi o jogador, que disse que está tudo certo e que o clube aceitou a proposta do Grêmio – comentou, não revelando quanto o Grêmio pagará pelo jogador.

– Nós parcelamos o pagamento, assim fica mais fácil. É um sacrifício que vale a pena fazer. É um jogador que realmente incomoda a defesa adversária e tem um nível de qualidade acima da média.

Renato corre o risco de não atuar pelo Grêmio

Liminar determina que jogador retorne para a Ponte Preta


Renato estava no Al Ittihad, da Arábia Saudita

Renato estava no Al Ittihad, da Arábia Saudita


A Ponte Preta conseguiu uma liminar na Justiça do Trabalho nesta quarta-feira garantindo a volta do meia Renato ao time paulista. Assim, o Grêmio, que não achava que teria problemas para registrar o jogador, pode ficar sem seu mais novo reforço. A informação é da Rádio Gaúcha.

A Macaca entrou na Justiça Comum e na Fifa cobrando uma dívida do Al Ittihad, da Arábia Saudita, ex-clube do jogador. Isso porque os paulistas venderam o meia aos árabes, mas ainda não receberam o valor total da negociação.

No contrato de Renato há uma cláusula dizendo que se o pagamento não for totalmente efetuado, o jogador precisa se reapresentar em Campinas.

Desse modo, o Grêmio não poderá inscrever Renato enquanto tudo não for resolvido. Sobre a situação, o diretor-executivo de futebol do Grêmio, Mauro Galvão, lembrou que o Grêmio não participará do problema entre a Ponte e o time árabe.

– O Grêmio não tem nada a ver com esta história. A pendência é entre a Ponte Preta e o clube árabe. Se acontecer alguma coisa, eles é que terão que resolver – explicou.

Renato Cajá é apresentado pelo Grêmio

Contratado até o fim do ano, meia veste a camisa tricolor no Olímpico


Reprodução/Site Oficial do Grêmio

Renato Cajá diz que Ponte Preta não será problema para que possa atuar pelo Grêmio

O meia Renato Cajá, mais novo reforço do Grêmio, foi apresentado na tarde desta terça-feira, no estádio Olímpico. O jogador tem 24 anos e estava no Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Ele também passou pela Ponte Preta e pelo Juventude. O acerto vai até o fim deste ano.

– É uma chance muito boa. Tive uma passagem não muito feliz pelo Juventude, mas agora eu quero é defender este grande clube que é o Grêmio. Estou realizando um sonho e espero aproveitar – declarou.

Renato tem o perfil do meia canhoto solicitado pelo técnico Paulo Autuori. O jogador destacou-se na Ponte Preta no Paulistão de 2008, em que fez oito gols e foi à final. Pela Série B, em que o time ficou em quinto, marcou sete vezes.

– Gosto bastante de chegar na área, mas também sou um jogador que sabe cadenciar bem o jogo – comentou ele sobre suas características.


Apesar da informação de que a Ponte Preta poderia atrapalhar a contratação de Renato pelo Grêmio por causa de uma dívida do Al-Ittihad referente à negociação com o clube paulista, o meia garante que não há problema algum sobre isso.

– Passei um grande momento da minha vida na Ponte Preta, mas passou. A Ponte não tem mais nada a ver. Eles não podem me impedir. Já ganhei esta ação deles. Agora, a questão fica entre o clube árabe e a Ponte Preta. Eu não tenho nada a ver, e nem o Grêmio – disse.

O Grêmio trabalha ainda para trazer o atacante Leandro, do Verdy Tokyo, e o lateral-direito Felipe Mattioni, atualmente no Milan.

Confira a ficha do jogador

Nome completo Renato Adriano Jacó Morais
Nascimento 15/09/1984
Naturalidade Cajazeiras/PB
Altura/Peso 1,73m/70kg
Clubes anteriores Mogi Mirim, Ferroviaria(2007), Ponte Preta(2008), Juventude(2007) e Al-Ittihad(2009)

Leandro diz que foi liberado, e acerto com o Grêmio fica mais próximo

Segundo Duda Kroeff, contratação deverá ser anunciada no próximos dias


Pode faltar pouco para o Grêmio anunciar a contratação do atacante Leandro. De acordo com o presidente do Tricolor, Duda Kroeff, o próprio jogador avisou ao clube que já foi liberado pelos japoneses do Verdy Tokyo para voltar ao Brasil.

– O Leandro está muito bem encaminhado. Não gosto de dizer que está certo sem estar com a documentação assinada. Mas tenho fé que o anunciaremos nos próximos dias – afirmou, em entrevista á Rádio Gaúcha.

O mandatário gremista relatou o contato com o jogador, que teria confirmado sua saída do Verdy.

– Quem nos comunicou da liberação foi o jogador, disse que está tudo certo e que o clube aceitou a proposta do Grêmio – completou.

Kroeff não revela qual o valor desembolsado para contratar o atacante, mas destaca que foi um dinheiro bem investido.

– Nós parcelamos o pagamento, assim fica mais fácil. É um sacrifício que vale a pena fazer. É um jogador que realmente incomoda a defesa adversária e tem um nível de qualidade acima da média.

Leandro foi bicampeão brasileiro pelo São Paulo em 2006 e 2007. O técnico Paulo Autuori aprova a contratação e faz elogios ao atacante.

– Concretizando sua vinda, será um tiro certo. É um jogador que trabalha muito bem em equipe, faz gol, tem velocidade, é interessante, espero que se concretize – comentou o treinador em entrevista coletiva nesta terça, no Olímpico.

Contra o Fla, Grêmio terá Douglas Costa na vaga de Souza e Jonas no ataque

Paulo Autuori mantém mistério para a vaga de Tcheco. Maxi López é dúvida


O técnico Paulo Autuori já esboçou o time do Grêmio que vai enfrentar o Flamengo no próximo domingo, às 16h, no estádio Olímpico. Douglas Costa vai jogar no lugar de Souza, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Jonas entrará no ataque. Tcheco também cumprirá suspensão, mas para a vaga dele, o treinador tricolor mantém a dúvida entre Joilson ou Maylson.

– Douglas terá uma chance de atuar na meia-esquerda, com o Jonas entrando na frente. Para o lugar do Tcheco, ainda vamos decidir o que fazer. O Herrera também tem chance de voltar. Vamos esperar até quinta para definir – disse.

Autuori ainda não sabe se contará com Maxi López, que sentiu a coxa no jogo contra o Barueri, no último domingo, por isso a lembrança pelo atacante Herrera, que se recupera de lesão e pode ser liberado para a partida contra o Flamengo.

Durante a entrevista coletiva, após o treino da tarde desta terça, Autuori foi questionado sobre a baixa efetividade da equipe nos jogos fora de casa. Na resposta, o treinador rasgou elogios ao volante Adilson que, para ele, é um exemplo de bom jogador.

– Um exemplo de jogador que está atuando da maneira como eu gosto é o Adilson. Ele marca e não faz faltas. Quando eu cheguei aqui, diziam que ele só tinha capacidade de jogar na frente da área. Já mostrou que pode fazer muita coisa além disto – destacou.

Maxi López acredita que enfrentará o Fla

Argentino deixou a partida contra o Barueri sentindo dores musculares


Maxi López concede entrevista no Olímpico

O atacante Maxi López deixou a partida contra o Barueri, neste domingo,  sentindo dores no músculo da coxa. Mesmo assim, ele acha que não será problema para o próximo jogo diante do Flamengo, domingo, no Olímpico.

– Acho que está tudo bem, vou ter uma semana para recuperar, e se tudo der certo estarei em campo contra o Flamengo. Nós sabemos que o papel que fazemos fora de casa não é bom. Mas temos que mudar, para vencer na próxima rodada e brigar pelo G-4. Ganhando na sequência três ou quatro jogos, a gente entra no G-4, então tem que ter tranquilidade.

Maxi minimizou atrito entre Tcheco e Souza, lançado no domingo quando Tcheco disse que faltava pegada ao Grêmio nos jogos fora de casa, e Souza o contestou.

– Quando uma equipe perde, geralmente é difícil, mas o importante é ter serenidade. O importante é ganhar a próxima partida.

Diretor gremista diz que contratação do atacante Leandro está próxima

Jogador, ex-São Paulo e Fluminense, está no Verdy Tokyo, do Japão


Leandro quando atuava pelo time do São Paulo

A diretoria do Grêmio está próxima de anunciar mais um reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro. O vice presidente de futebol do clube, Luiz Onofre Meira, confirmou que as negociações para trazer o atacante Leandro, do Verdy Tokyo, do Japão, estão bem encaminhadas.


– A negociação está muito bem encaminhada e deve ser concluída em breve. Só falta o fuso horário – confirmou Meira na tarde de segunda-feira.


Pela diferença de 12 horas entre Brasil e Japão, a chegada de Meira a Porto Alegre nesta tarde de segunda-feira se deu simultaneamente à madrugada japonesa. Ele disse que entrará em contato com os japoneses no horário apropriado. O lateral-direito Felipe Mattioni pode voltar ao clube.


– Os procuradores dele têm que sinalizar algo. O interesse do Grêmio é claro. Falta o posicionamento deles. Na virada do turno, todos os jogadores devem estar contratados – afirmou.

Souza contesta Tcheco e diz que fala pelo grupo do Grêmio

Meia acredita que não falta pegada ao time no Campeonato Brasileiro


As declarações do apoiador Tcheco dizendo que falta pegada ao time do Grêmio tiveram novas repercussões no desembarque da delegação, nesta segunda-feira, após a derrota para o Barueri por 1 a 0. O meia Souza foi claro quanto à polêmica criada.

– Não sou de ficar falando de A ou B, essa não é minha índole. Se eu estou aqui falando com vocês é porque já criou um clima ruim. E eu não falo por mim, falo pelo grupo todo – bateu Souza.

O contraste entre Souza e Tcheco ficou evidente na chegada da equipe. Enquanto Souza parou e fez questão de conceder entrevistas, Tcheco passou rápido pelos jornalistas.

Fernandinho confirma boa fase, e Barueri bate o Grêmio: 1 a 0 na Arena

Time gaúcho mantém péssimo retrospecto fora de casa no Campeonato Brasileiro, sem vitória alguma

O atacante Fernandinho a cada jogo se firma como um dos grandes nomes do Brasileirão 2009. Foi dele o gol da vitória do Barueri sobre o Grêmio por 1 a 0, neste domingo, na Arena Barueri. O time gaúcho, por sua vez, manteve a sina de não conseguir vencer fora de casa na competição. A equipe tem apenas dois pontos em nove jogos como visitante.

Com o resultado, o Barueri subiu para o quinto lugar, com 28 pontos. O Grêmio se manteve com 25 e desceu para nono. Na próxima rodada, o time gaúcho enfrenta o Flamengo, domingo, às 16h, no Olímpico. A equipe paulista pega o Atlético-PR, também no domingo, às 18h30m, fora de casa.

Jogo morno no primeiro tempo

O primeiro tempo foi monótono, com exceção dos momentos em que Fernandinho conseguiu se impor no ataque. Aos sete minutos, o atacante fez excelente jogada individual pela esquerda e rolou para Thiago Humberto, mas o camisa 10 chutou prensado. Dois minutos depois, Fernandinho fez jogada idêntica, mas Rafael Marques conseguiu cortar para escanteio.

Com Maxi López isolado na frente, já que Paulo Autuori optou pelo esquema 4-5-1, o Grêmio tinha pouca posse de bola no setor ofensivo. Nem mesmo nos cruzamentos na área o argentino conseguia levar a melhor sobre os zagueiros do Barueri.

Com o decorrer do primeiro tempo, o Grêmio acertou a marcação, passou a vigiar Fernandinho de perto e dominou o jogo, apesar de continuar atacando pouco. A falta de jogadas ofensivas tornava o jogo cada vez mais sem emoção. Tanto que o árbitro encerrou o primeiro tempo sem qualquer acréscimo.

No segundo tempo, os dois times voltaram procurando um pouco mais o ataque e a partida melhorou. Aos cinco minutos, Souza fez grande jogada individual, passou por dois marcadores e arriscou de fora da área. A bola passou rente à trave. Dois minutos depois, o mesmo Souza arriscou de novo de longe, obrigando Renê a defender em dois tempos.

Parecia que o Grêmio finalmente quebraria seu jejum longe do Olímpico. Mas rapidamente o Barueri confirmou sua vocação ofensiva. Em rápida triangulação, Márcio Careca entregou para Thiago Humberto, que esticou de primeira para Fernandinho. O atacante acertou um chute perfeito, no canto, sem chance alguma para Victor: 1 a 0, aos 10 do segundo tempo.

Aos 14, Thiago Humberto chegou a marcar o segundo dos donos da casa, mas a arbitragem assinalou corretamente o impedimento do camisa 10 do Barueri.

Substituições sem efeito no Grêmio

O Grêmio encontrava dificuldade para reagir. Paulo Autuori trocou Maxi López por Jonas, mas a alteração surtiu pouco efeito. As principais chances continuavam sendo de longa distância, como um chute de Tcheco aos 21.

O treinador decidiu então queimar suas últimas substituições de uma vez só, colocando Bruno Collaço e Joílson nos lugares de Túlio e Jadílson. Mas o Barueri continuava assutando. Em uma linda falta cobrada por Thiago Humberto, aos 28, a bola acertou quase a junção da trave com o travessão.

No minuto seguinte, o Grêmio teve sua melhor chance, com Jonas rolando para Tcheco livre na área. O capitão da equipe gaúcha tentou tirar do goleiro com categoria, mas acabou rolando para fora.

A partir dali, o Barueri se fechou e passou a jogar apenas nos contra-ataques, que foram raros. Mas o Grêmio também não conseguiu assustar.

De olho no G-4, Grêmio encara artilharia pesada do Barueri

Tricolor vai a campo animado por boa atuação contra o Palmeiras. Time paulista lidera ranking de gols marcados


Fernandinho, do Barueri, e Souza, do Gremio, prometem bom duelo na Arena

Entrar de uma vez por todas no G-4 é a meta do Grêmio na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O problema para o time gaúcho é que a tarefa está longe de ser simples. Além de torcer por resultados paralelos, o Tricolor precisará suportar a artilharia pesada do Barueri, oponente azul às 18h30m de domingo. O time paulista lidera o ranking de gols marcados na competição – são 37, média de mais de dois por partida.

A última rodada foi um sinal da força do Barueri. O Vitória levou 4 a 0 da equipe de Estevam Soares. O Grêmio encara o desafio animado com as partidas mais recentes. O time tricolor teve boa atuação na goleada de 4 a 1 sobre o Cruzeiro e ficou perto de assegurar a primeira vitória como visitante no duelo com o Palmeiras, quinta-feira, encerrado com empate por 1 a 1.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os detalhes da partida em Tempo Real, com vídeos. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra ao vivo para todo o Brasil.

Grêmio com desfalques

O técnico Paulo Autuori ficou satisfeito com o sistema utilizado contra o Palmeiras, uma espécie de 4-5-1, com Maxi López fixo no ataque e três articuladores um pouco atrás – Tcheco, Souza e Douglas Costa. O sistema deve ser mantido contra o Barueri. Mas o time tem dois desfalques na defesa.

O Grêmio perdeu o lateral-esquerdo Fábio Santos, que fraturou o pé esquerdo, e o zagueiro Réver, que deixou o campo do Palestra Itália desacordado após bater com o rosto no chão. O defensor até teria condições de jogo, mas o clube gaúcho adotou cautela com ele. Réver retornou a Porto Alegre para realizar exames mais detalhados e ter total certeza de estar recuperado.

Na zaga, entra Rafael Marques. Na lateral esquerda, joga Jadilson. A saída de Fábio Santos vinha sendo pedida por boa parte da torcida do Grêmio. Não aconteceu por questões técnicas, mas acabou ocorrendo por lesão.

O time gaúcho ainda busca a primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro. Em oito jogos, são seis derrotas e dois empates. O segundo tempo do jogo contra o Palmeiras é visto pelos gremistas como o exemplo a ser seguido.

– O Grêmio já começou a ganhar outra cara fora de casa. Tenho certeza de que daqui por diante vai ser difícil ganhar da gente – disse o meia Souza.

Barueri se envolve em polêmica com arquirrival gremista

O pensamento do técnico Estevam Soares e da maioria dos jogadores do Barueri está totalmente voltado para o duelo deste domingo. Entretanto, o mesmo não se pode dizer do meia Thiago Humberto e dos dirigentes do clube paulista, envolvidos em uma polêmica com o Internacional, que promete tentar um acordo com o jogador, mesmo contra a vontade do Barueri. Apesar disso, Thiago Humberto está escalado para o jogo contra o Tricolor dos Pampas.

Além de tentar se manter alheio à polêmica, o técnico Estevam Soares terá que escalar a equipe novamente sem o artilheiro Val Baiano, ainda se recuperando de lesão. Com isso, Luís, que marcou dois gols contra o Vitória na rodada anterior, está mantido no ataque ao lado do habilidoso Fernandinho. A boa notícia é a volta do volante Ralf, que cumpriu suspensão. O restante do time para enfrentar o Grêmio é o mesmo que goleou os baianos por 4 a 0.

– O Grêmio é um dos candidatos ao título, apesar da diferença de pontos em relação ao líder Palmeiras. Será mais um jogo difícil que teremos pela frente – disse Estevam.

Após susto, Réver desembarca em Porto Alegre sem problemas

Presidente Duda Kroeff acredita que o jogador enfrentará o Flamengo


O zagueiro gremista Réver desembarcou no Aeroporto Salgado Filho, na tarde desta sexta, aparentemente recuperado do choque que o fez deixar o campo desacordado durante o empate em 1 a 1 com o Palmeiras, nesta quinta, no Palestra Itália, pela 17ª rodada do Brasileirão. O jogador evitou a imprensa e saiu caminhando normalmente.

O jogador deverá ficar sem treinar por quatro dias. Ele ficará de fora do jogo com o Barueri, neste final de semana, mas deve voltar no domingo seguinte diante do Flamengo. O presidente do Grêmio, Duda Kroeff, garante que o zagueiro está se recuperando bem.

– Ele está bem, veio conversando comigo durante toda a viagem. Vai ficar quatro dias parado por recomendação médica, mas deve voltar já contra o Flamengo – disse Kroeff.

Fratura no pé faz Fábio Santos parar por 40 dias

Lateral-esquerdo se lesionou na partida contra o Palmeiras


Lesão custou caro ao lateral Fábio Santos

Lesão custou caro ao lateral Fábio Santos


O lateral-esquerdo Fábio Santos precisará ficar cerca de 40 dias parado. Isso porque ele precisará passar por uma cirurgia no pé esquerdo, já que fraturou o local na partida contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, no Palestra Itália.

O médico do Tricolor gaúcho Márcio Bolzoni declarou que Fábio Santos passará um tempo sem poder realizar trabalhos que necessitem de esforço físico.

No entanto, promete que o jogador não perderá toda a desenvoltura no tempo parado.

– Será um período em que ele não poderá fazer trabalho de impacto, apoio com esforço, mas vai poder fazer trabalhos musculares e de fisioterapia. Vamos procurar fazer com que ele não perca o condicionamento para que, quando ele volte a treinar, não tenha perdido a condição física – disse ao Portal Clicrbs.