Autuori aposta no crescimento do Grêmio na reta final do Brasileirão

Técnico diz que esse é o momento ideal para se recuperar e manter o rendimento


Autuori está confiante em uma vitória sobre o Botafogo, no próximo domingo, no Rio de Janeiro

Esse é o momento certo para o Grêmio se recuperar e manter o rendimento para que os objetivos do clube no Brasileirão sejam alcançados. É assim que pensa o técnico Paulo Autuori. Diante do Botafogo, no Engenhão, às 18h30m deste domingo, o comandante gremista espera a primeira vitória fora de casa, para depois seguir embalado até o final da competição.

– Eu espero que a gente comece a se recuperar e a fazer a manutenção do rendimento dentro de casa, somando isso aos jogos fora na reta final do campeonato, que é o momento ideal para isso. Nós vamos apostar nisso. Esse resultado contra o Atlético-MG (4 a 1, na rodada anterior, no Olímpico) deu um clima muito bom e não podemos desperdiçar isso – declarou o treinador nesta terça.

Autuori comemora a possibilidade de contar com uma semana inteira de trabalho antes da partida no Rio de Janeiro.

– Sabemos da importância do jogo com o Botafogo, tem tudo para ser um bom jogo. Eles ainda têm um jogo atrasado no meio da semana, e nós vamos aproveitar bem a nossa semana – comentou.

O técnico acredita na recuperação pelo fato de, mesmo com a sequência de derrotas longe do Olímpico, o Grêmio continuar vencendo – e bem – dentro de casa.

– O lado psicológico da equipe está trabalhado. Por tudo o que se passou na campanha fora de casa, era para ser muito preocupante dentro de casa, mas o time passou por cima disso e tem passado. Uma equipe que está com problemas nesse aspecto não reage nem dentro de casa, isso é claro. Temos que regular isso. Depende da nossa capacidade e da nossa competência – ressaltou.

Para Autuori, a equipe está preparada para iniciar a recuperação.

– A equipe está pronta, o momento é adequado para segurarmos essa oportunidade e conseguirmos esse objetivo curto nos jogos que temos pela frente. Vamos ver na prática, depende do que formos capazes de fazer. Só depende da gente.

Grêmio faz pacto por nove pontos

Tricolor gaúcho já garantiu três no domingo diante do Galo e espera mais seis possíveis nas próximas duas rodadas


Jogadores e comissão técnica do Grêmio se comprometeram a somar nove pontos em sequência e, assim, ingressar no G-4 do Brasileirão. A primeira parte do pacto foi cumprida neste domingo, com vitória por 4 a 1 sobre o Atlético-MG. Resta ganhar agora de Botafogo, fora de casa, e do Vitória, em Porto Alegre.

A projeção revelada pelo vice de futebol, Luiz Onofre Meira, se encerra mesmo diante dos baianos. O dirigente prefere não planejar o desempenho contra os rebaixáveis Náutico e Fluminense, mais o vice-líder Goiás. Meira sustenta que a classificação não indica a dificuldade de um confronto. Vale a condição momentânea.

– Não existe barbada. O Goiás vinha muito bem e perdeu para o Náutico. Teremos que passar por cima da dificuldade dos jogos fora – sustenta.

A pior campanha como visitante entre os 20 times do Brasileirão, esperam os gremistas, começará a virar com uma vitória diante do Botafogo. No Engenhão, Meira adverte que o jogo “não é tão fácil quanto aparenta”. Se acontecer, o time deve ficar às portas do G-4.

Adílson promete um Grêmio agressivo contra o Botafogo fora de casa

Volante acredita que time terá boa sequência para voltar a brigar pelo título

Adilson: ‘Uma hora o bloqueio será furado’

No próximo domingo, o Grêmio terá mais uma chance de vencer fora de casa neste Brasileirão. Sem conseguir os três pontos longe do Estádio Olímpico em toda a competição, o Tricolor vai até o Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão. Sem partidas no meio da semana, o técnico Paulo Autuori terá uma semana para trabalhar com o grupo.

O volante Adílson garante que os erros serão consertados e que a equipe agredirá o Alvinegro do início ao fim:

– O Paulo tem muita coisa para nos passar. Vamos treinar e praticar o que ele pensa. A gente tem tido um bom desempenho em casa. A semana de treinos será importante. O Paulo vai acertar tudo e orientar a gente para este jogo fora. Vamos jogar com tranquilidade, mas sempre agredindo o adversário, como fizemos em casa – afirma Adílson.

Apesar da goleada por 4 a 1 sobre o Atlético-MG, o sistema defensivo tricolor demonstrou algumas falhas no começo da partida, principalmente pelo lado esquerdo. Para Adílson, esta é uma situação normal. Para ele, é quase impossível manter o bloqueio durante os 90 minutos:

– Isto é uma situação que vai acontecer no jogo. Uma hora o bloqueio será furado. O Bruno Collaço se preocupou em defender e ajudou bastante. Ele está entrando agora, ouve bastante e sabe distinguir as coisas. Vamos trabalhar para acertar – salientou.

Depois do jogo contra o Botafogo, o Tricolor pega o Vitória em casa e depois sai novamente para a partida contra o Náutico, nos Aflitos.

– É uma situação boa que se apresenta para o Grêmio. São partidas, na teoria, mais fáceis. Vamos trabalhar com seriedade, e com a mesma determinação que jogamos aqui dentro. Temos condições de almejar uma coisa grande e três vitórias seriam muito bom para uma arrancada – encerrou Adílson.

Leandro deve ser anunciado pelo Grêmio até este fim de semana

Atacante pode ser apresentado na sexta se conseguir liberação do Verdy


Divulgação/Site oficial

Leandro espera resolver situação no Verdy

O Grêmio espera fazer ainda nesta terça o anúncio oficial da contratação do atacante Leandro, de 29 anos, do Verdy Tokyo. Nesta segunda, a direção decidiu assumir uma dívida de US$ 300 mil (cerca de R$ 552 mil) do jogador com o clube japonês, referente a um adiantamento salarial. Dessa forma, desaparece o único obstáculo que ainda prendia o ex-jogador do São Paulo ao Verdy Tokyo.

Leandro devolverá o dinheiro ao Grêmio em parcelas, ao longo dos três anos de contrato que vai assinar. Como de hábito, a direção reluta em confirmar o acerto antes que o jogador se apresente.

– Só falta resolver a situação dele com o clube. O caso é delicado, porque o Verdy Tokyo não tinha a intenção de liberá-lo – explicou o vice de futebol Luiz Onofre Meira.

O prazo para registro de seu contrato na CBF se encerra nesta sexta-feira, quando finaliza o período de transferências de jogadores. Nesta segunda, demonstrando preocupação, Leandro havia admitido que a negociação havia complicado, após ter ficado bem encaminhada na semana passada. Ainda assim, disse ser “zero” a possibilidade de ficar no Japão.

– A chance de ir para algum clube brasileiro é 100% do Grêmio – garantiu Leandro, que alegou problemas de doença na família, de Ribeirão Preto, para convencer os dirigentes japoneses a liberá-lo.

O Grêmio pretende adquirir os direitos do jogador, que ainda tem mais um ano e meio de contrato com o Verdy Tokyo. O valor não foi revelado, mas o pagamento será feito em duas parcelas.

O lateral-direito Felipe Mattioni, do Milan, que era aguardado como o quarto reforço, não virá mais. Além de Leandro, o Grêmio terá Lúcio e Renato Cajá.