Após susto, Réver desembarca em Porto Alegre sem problemas

Presidente Duda Kroeff acredita que o jogador enfrentará o Flamengo


O zagueiro gremista Réver desembarcou no Aeroporto Salgado Filho, na tarde desta sexta, aparentemente recuperado do choque que o fez deixar o campo desacordado durante o empate em 1 a 1 com o Palmeiras, nesta quinta, no Palestra Itália, pela 17ª rodada do Brasileirão. O jogador evitou a imprensa e saiu caminhando normalmente.

O jogador deverá ficar sem treinar por quatro dias. Ele ficará de fora do jogo com o Barueri, neste final de semana, mas deve voltar no domingo seguinte diante do Flamengo. O presidente do Grêmio, Duda Kroeff, garante que o zagueiro está se recuperando bem.

– Ele está bem, veio conversando comigo durante toda a viagem. Vai ficar quatro dias parado por recomendação médica, mas deve voltar já contra o Flamengo – disse Kroeff.

Fratura no pé faz Fábio Santos parar por 40 dias

Lateral-esquerdo se lesionou na partida contra o Palmeiras


Lesão custou caro ao lateral Fábio Santos

Lesão custou caro ao lateral Fábio Santos


O lateral-esquerdo Fábio Santos precisará ficar cerca de 40 dias parado. Isso porque ele precisará passar por uma cirurgia no pé esquerdo, já que fraturou o local na partida contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, no Palestra Itália.

O médico do Tricolor gaúcho Márcio Bolzoni declarou que Fábio Santos passará um tempo sem poder realizar trabalhos que necessitem de esforço físico.

No entanto, promete que o jogador não perderá toda a desenvoltura no tempo parado.

– Será um período em que ele não poderá fazer trabalho de impacto, apoio com esforço, mas vai poder fazer trabalhos musculares e de fisioterapia. Vamos procurar fazer com que ele não perca o condicionamento para que, quando ele volte a treinar, não tenha perdido a condição física – disse ao Portal Clicrbs.

Técnico Paulo Autuori condena prática de poupar jogadores

Técnico do Grêmio participou do Arena SporTV desta sexta-feira


O técnico do Grêmio, Paulo Autuori, foi o convidado especial do programa Arena SporTV desta sexta-feira, em São Paulo. O comandante tricolor comentou sobre diversos assuntos do futebol nacional, entre eles o calendário e o número de jogos que fazem os clubes atualmente. Apesar de concordar que há um excesso no número de partidas, Autuori condenou a prática de poupar os principais astros da equipe em jogos de campeonatos menos importantes:

– Que valorização tem um Campeonato Estadual onde as principais equipes estão, o que está virando uma moda no Brasil e eu sou contra, poupando o time? Nós temos que nos adequar a essa realidade. Poupando, você deixa uma competição em detrimento da outra, e acontece o seguinte, como já estamos vendo há tempos aí: prioriza uma e abre mão de outra, e as coisas correm mal nas duas. E depois você vai ver o que vai acontecer. Nós temos exemplos claros, inclusive agora. Então, de que adianta você disputar um Campeonato Estadual se você vai jogar às vezes nesses lugares que todo mundo está ávido para ver os jogadores e vai com uma equipe que não é considerada titular? Já é uma falta (de respeito). Afinal, é a chance de quem está ali, de quem é das pequenas cidades ver os grandes jogadores, os grandes clubes – disse o treinador.


Paulo Autuori elogia alto nível do empate entre Palmeiras e Grêmio. Técnico tricolor lembra que partida teve baixo número de faltas e aponta boa marcação como principal responsável por um bom futebol


Técnico do Grêmio defende sua preferência pelo 4-4-2 como esquema de jogo. Paulo Autuori diz que esquema com três zagueiros dá menos possibilidade de variação à equipe e acaba com a função meias, sobrecarregando os alas


Paulo Autuori: ‘Saída de jogadores nivela o Campeonato Brasileiro’. Treinador do Grêmio acredita em equilíbrio cada vez maior na competição por pontos corridos e avalia que janela de transferências tirou do Corinthians o favoritismo