Grêmio perde na Ilha do Retiro

Leão sai da zona do rebaixamento. Tricolor segue sem vencer fora de casa


Foi corrido, lá e cá, e no fim das contas o Sport bateu o Grêmio por 3 a 1, neste domingo, na Ilha do Retiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Fabiano, aos 18 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o Leão. No entanto, no mesmo minuto, só que dá etapa complementar, Jonas empatou. Mas Élder Granja, aos 39, e Fumagalli, aos 43, fecharam a conta a favor da equipe pernambucana. O mesmo Jonas, que marcou o gol tricolor, foi expulso infantilmente. Com o resultado, o Sport sai da zona do rebaixamento e fica na 15ª posição, com oito pontos, enquanto o Grêmio cai para 13º com nove.

Um problema no gerador do estádio da Ilha do Retiro prejudicou a iluminação e atrasou o início do jogo. De acordo com o árbitro Marcelo de Lima Henrique, a partida não começaria enquanto a luz não fosse completamente estabelecida. Após uma conversa do trio de arbitragem com o delegado da partida, a bola rolou com aproximadamente dez minutos de atraso.

Na próxima rodada, o Sport enfrenta o Santos, sábado, na Vila Belmiro, às 18h30m. Já o Grêmio recebe o Atlético-PR, domingo, no Olímpico, às 16h. Ambos com horários de Brasília.

Grêmio tem gol anulado, e o Sport sai na frente

Logo no primeiro minuto, Fabiano apareceu pelo lado direito e cruzou rasteiro. Helder se antecipou ao ataque do Sport e afastou para o Grêmio, que foi escalado no esquema 3-5-2, que não é o preferido de Paulo Autuori. Na sequência, após uma cobrança de falta para a área tricolor, o volante Sandro Goiano, que mais uma vez reencontrava a sua ex-equipe, cabeceou sobre a meta de Marcelo Grohe.

Se o Sport partiu para cima criando duas oportunidades com menos de cinco minutos, a equipe gaúcha não deixou por menos. Herrera arrancou da intermediária, invadiu e rolou para quem chegava de trás. Jonas dominou e finalizou. Fabiano cortou em cima da linha, evitando o gol tricolor. Aos 15, após cobrança de falta para a área pernambucana, Jonas escorou de cabeça, para o fundo da rede. O árbitro anulou o gol, marcando falta do uruguaio Orteman.

O Sport chegou novamente em duas cobranças de escanteio. Na primeira, Wilson apareceu no primeiro pau, de cabeça, e Marcelo Grohe espalmou. Em seguida, Fabiano testou, mas o arqueiro não deu o rebote. Aos 18, Ciro, que até então estava apagado, desceu pela esquerda, invadiu a área e rolou para trás. Fabiano escorou para a rede, abrindo o placar para o Leão.

Mal deu nova saída de bola, e o Grêmio por muito pouco não empatou. Depois de um chute cruzado de Maylson, Magrão não segurou. No rebote, Jonas cebeceou rente à trave. O lado direito da defesa gaúcha dava espaços, e a equipe pernambucana aproveitava. Aos 23, após mais uma jogada por aquele setor, Wilson fez o corta-luz, mas Fabiano finalizou fraquinho.

Aos 34, Douglas Costa cobrou falta, próxima à entrada da área, assustando Magrão. A cada ataque gaúcho, os pernambucanos devolviam na mesma moeda. Wilson fez a jogada e deixou com Sandro Goiano. O volante limpou a marcação, mas bateu pela linha de fundo. Aos 38, Fumagalli entrou no lugar de Hugo, que saiu com asma. Três minutos mais tarde, Maylson arrancou desde a intermediária e chutou forte, sobre o gol. Ciro respondeu aos 42, também sobre a meta.

Os últimos minutos do primeiro tempo preocuparam os departamentos médicos de Sport e Grêmio. O volante Hamilton sentiu contusão, enquanto o zagueiro Mário Fernandes alegava câimbras. Os técnicos pediram para os atletas segurarem, e o árbitro encerrou a primeira etapa.

Defesa vacila, mas Granja e Fumagalli dão a vitória ao Leão

Na etapa complementar, como era esperado, Emerson Leão e Paulo Autuori mexeram em suas equipes. No Sport, Dudé substituiu Hamilton, enquanto no Grêmio, o zagueiro Mário Fernandes deu lugar a Heverton; e Isael entrou na vaga de Douglas Costa. Aos quatro, Fabiano desceu pela direita e chutou cruzado, assustando Marcelo Grohe.

Muito marcados, os atacantes do Grêmio Jonas e Herrera pouco tocavam na bola na segunda parte. O Sport continuou explorando as jogadas pelas laterais. Aos 14, Wilson recebeu na pequena área, mas foi travado na hora do chute. Depois do escanteio, Dutra pegou o rebote, de fora da área, e acertou o travessão de Marcelo Grohe, quase ampliando para o Leão.

Mas aos 18, a linha do impedimento traiu a retaguarda do Sport. Isael cobrou falta para a área. A zaga saiu e deixou Jonas em posição legal, de frente para a meta. O atacante só finalizou na saída de Magrão, empatanto para o Grêmio. Aos 21, em um vacilo do lateral Helder, que jogou improvisado na zaga, Wilson quase deixou novamente o Sport em vantagem. Logo depois, Ciro foi substituido por Weldon e saiu revoltado.

Aos 25, o técnico Paulo Autuori deixou de lado o esquema 3-5-2 e apostou no 4-4-2, formação de sua preferência, ao sacar Helder e colocar o garoto Fernando. A equipe gaúcha melhorou, no entanto Jonas cometeu uma infantilidade. Depois de dividir com o zagueiro César, o atacante puxou o pé do adversário, sem bola, e acabou expulso. Paulo autuori ficou inconformado.

Aos 35, Herrera arriscou da entrada da área, assustando Magrão. Mas mais cedo ou mais tarde a expulsão de Jonas prejudicaria de alguma forma o Tricolor, e foi aos 39. Dutra recebeu o lançamento de Fumagalli e cruzou para a área. Weldon cabeceou, mas Marcelo Grohe deu o rebote. Élder Granja empurrou para o fundo da rede. Na sequência, o mesmo Élder Granja fez bela jogada, caiu na área, mas o árbitro não marcou o possível pênalti.

A defesa gaúcha se abriu de vez, e Fumagalli, após um passe de Wilson, decretou números finais ao jogo a favor do Sport.

Ficha técnica:

SPORT 3 x 1 GRÊMIO
Magrão; Élder Granja, César, Juliano e Dutra; Hamilton (Dudé), Sandro Goiano, Fabiano e Hugo (Fumagalli); Ciro (Weldon) e Wilson. Marcelo Grohe; Mário Fernandes (Heverton), Helder (Fernando) e Rafael Marques; Joilson, Maylson, Douglas Costa (Isael), Orteman e Jadílson; Jonas e Herrera.
Técnico: Emerson Leão. Técnico: Paulo Autuori.
Gols: Fabiano, aos 18 minutos do primeiro tempo. Jonas, aos 18 minutos do segundo tempo, Élder Granja, aos 39 e Fumagalli, aos 43.
Cartões amarelos: Hamilton, Hugo, Sandro Goiano, Fumagalli e Fabiano (Sport); Douglas Costa, Rafael Marques e Herrera (Grêmio). Cartão vermelho: Jonas (Grêmio).
Estádio: Ilha do Retiro. Data: 28/06/2009. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ). Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Luiz Carlos Câmara Bezerra (RN).
Renda e público: 14.883 torcedores / R$ 72.545,00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: