Cruzeiro e Grêmio iniciam disputa pelo tri

Raposa volta à semifinal da Copa Libertadores após 12 anos. Tricolor aposta em retrospecto de gols


Grêmio e Cruzeiro fazem nesta quarta-feira, no Mineirão, o primeiro duelo das semifinais da Copa Libertadores. Em mais um confronto de equipes brasileiras nesta edição da competição, o objetivo dos times envolvidos é o mesmo: o tricampeonato continental.

O Cruzeiro volta a uma semifinal de Libertadores após 12 anos. A última vez que a equipe chegou tão longe foi na campanha de 1997, quando Paulo Autuori era o técnico. Muitos jogadores do atual time nem sequer eram profissionais naquela época e consideram o jogo como o mais importante da carreira.

– É o jogo da vida. Não só meu como de todo mundo. Muitos aqui nunca disputaram uma semifinal de Libertadores. Vai ser muito difícil, mas 1 a 0 já vai ser importante para nós – declarou o armador Wagner.

Para o capitão Fábio, o treinador gremista é uma arma a mais dos adversários.

– Paulo Autuori é um grande treinador. Trabalhei com ele duas vezes no Cruzeiro e é muito respeitado assim como toda a equipe do Grêmio, que tem bons jogadores – elogiou o goleiro celeste.

O técnico Adilson Batista tem dúvidas na escalação da defesa e do ataque. Léo Fortunato sente dores no joelho esquerdo e pode ficar fora. Na linha de frente, Thiago Ribeiro, recuperado de lesão, pode voltar a formar dupla com Kléber.

Já o Grêmio marcou gol em todos os seus jogos como visitante. Foi com a esperança de manter essa escrita que o grupo embarcou para Belo Horizonte. Um golzinho facilitaria o jogo da volta, no Olímpico – onde, aliás, o Tricolor empatou dois jogos e venceu as restantes.

Há um problema aí. Se os últimos jogos servem como presságio, o Tricolor vai depender de Maxi López. Alex Mineiro, o outro atacante, não marca há quase quatro meses. Já o argentino balançou a rede quatro vezes em sete partidas.

No Mineirão, o Tricolor não costuma nem empatar. Desde 1999, perdeu todas. Assim, com uma derrota lógica no horizonte, a questão do gol fora de casa ganha relevância.

O único desfalque do Grêmio é o goleiro Victor, que serve à Seleção. Seu reserva é Marcelo Grohe, que não tem comprometido. Em relação à última partida – empate em 2 a 2 com o Goiás, sábado, no Olímpico – estarão de volta ao time o atacante Alex Mineiro e o meia Souza, que foram preservados.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO X GRÊMIO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/Horário: 24/06/09 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Henrique Osses (CHI)
Auxliares: Cristian Julio (CHI) e Osvaldo Talamilla (CHI)

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Leonardo Silva, Léo Fortunato (Thiago Heleno) e Gérson Magrão; Marquinhos Paraná, Elicarlos, Henrique e Wagner; Kléber e Thiago Ribeiro (Wellington Paulista). Técnico: Adilson Batista

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Ruy, Leo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Tcheco e Souza; Alex Mineiro e Maxi López. Técnico: Paulo Autuori

Em clima de decisão, torcida faz festa no embarque gremista para Belo Horizonte

Dezenas de torcedores vão ao aeroporto desejar boa sorte ao elenco antes da viagem para primeiro jogo das semifinais da Libertadores

Souza, cercado por torcedores no embarque gremista para Belo Horizonte

Por volta das 13h desta terça-feira, quando o ônibus tricolor parou na entrada do saguão de embarque do Aeroporto Salgado Filho, as semifinais da Libertadores da América começaram de fato para o Grêmio. Dezenas de torcedores foram ao local desejar boa sorte aos jogadores na partida contra o Cruzeiro. Com gritos de “seremos campeões da América” e “queremos a Copa”, a torcida fez o grupo gremista entrar no clima do jogão.

Teve até faixas e papel picado, como em dias de jogos. A galera cercou o ônibus do Tricolor e cada jogador que descia era recebido com aplausos e tapinhas nas costas. O embarque da comissão técnica e dos 19 jogadores estava previsto para as 13h30m.

O Grêmio fará conexão em São Paulo antes de chegar a Belo Horizonte. O desembarque na capital mineira ocorrerá no fim da tarde, por volta das 17h30m. O jogo no Mineirão será às 21h50m desta quarta-feira.

Jornal inglês chama o gremista Douglas Costa de ‘o novo Cristiano Ronaldo’

The Times destaca interesse do Manchester United no meia do Grêmio


Jornal inglês The Times chama a atenção para Douglas Costa, ‘o novo Cristiano Ronaldo’

O jornal inglês The Times destacou nesta terça-feira o interesse do Manchester United na contratação do meia do Grêmio Douglas Costa. De acordo com a publicação, dirigentes dos Diabos Vermelhor já acompanham o brasileiro há mais de um ano e o consideram como o sucessor de Cristiano Ronaldo.

– O Manchester United iniciou conversa com o Grêmio sobre a contratação de Douglas Costa, brasileiro sub-20 altamente cotado. O treinador Alex Ferguson está buscando um substituto para Cristiano Ronaldo – diz o jornal.

Douglas Costa vem sendo monitorado pelo Manchester há mais de um ano e já despertou atenção de outros clubes europeus, como o Real Madrid e o Inter de Milão. Ainda segundo o The Times, Ferguson está confiante na contratação do meia já para a próxima temporada do Campeonato Inglês e está otimista em relação ao potencial do atleta.

O jornal também destacou a contratações de jovens brasileiros, como o ex-gremista Anderson, e o lateral Rafael. Douglas Costa ainda tem contrato de quatro anos com o clube gaúcho e tem multa estipulada em € 21 milhões (R$ 59 milhões).

– Houve uma conversa informal e acredito que o Manchester chegue a esses números. No final do Brasileirão e das competições sul-americanas, o valor de Douglas deverá ser pelo menos duas vezes do que o atual – disse o empresário Cesar Bottega.

Atacantes do Grêmio elogiam Kleber

Jogadores pedem cuidado com a catimba do Gladiador


Gladiador causa preocupação nos adversários

Gladiador causa preocupação nos adversários


Os atacantes do Grêmio Alex Mineiro e Maxi López falaram com admiração sobre o principal jogador do Cruzeiro, Kleber, na véspera do primeiro confronto entre os dois times, pela semifinal da Libertadores. Admiração e, também, cuidados em relação à catimba desse jogador.

Alex Mineiro acredita que a boa fase de Kleber representa um grande perigo para a defesa gremista, mesmo a marcação sendo forte.

— Ele vem se destacando muito desde o ano passado. Era meu companheiro de ataque no Palmeiras e nós conseguimos formar uma grande dupla. O Kleber tem um temperamento e uma personalidade muito fortes. Vai tentar provocar nosso setor defensivo de todas as maneiras. Precisamos marcá-lo bem e ter paciência – sublinhou.

Os 20 gols marcados pelo cruzeirense em 23 jogos, em 2009, chamaram a atenção de Maxi López. O argentino revelou forte admiração pelo “Gladiador”.

— Ele é um cara experiente e acostumado com esses jogos decisivos. É um centroavante que me agrada muito. Tem qualidade para jogar aqui, na Argentina ou na Europa. Admiro-o também porque, como eu, está sempre lutando e brigando pela bola, tentando fazer alguma coisa – destacou “La Barbie”.

Autuori não vê Cruzeiro superior ao Grêmio e descarta favoritismo nas semifinais

Antes do duelo que começa a decidir quem vai à final da Libertadores, treinador tricolor avisa: ‘Não existe isso de o Cruzeiro estar melhor’



O Grêmio chegou às semifinais da Libertadores da América no sufoco, empatando por 0 a 0 com o Caracas após igualdade por 1 a 1 na Venezuela. Avançou no saldo qualificado. O Cruzeiro deixou uma última impressão melhor. Enfrentou o bateu o São Paulo duas vezes, por 2 a 1 em Belo Horizonte e 2 a 0 no Morumbi. Sinal de que os mineiros vivem momento melhor?

Para Paulo Autuori, técnico do Grêmio, nada disso. O treinador vê a equipe gaúcha em igualdade de condições na comparação com o adversário nas semifinais da Libertadores da América. O primeiro encontro entre Tricolor e Raposa é nesta quarta-feira, às 21h50m, no Mineirão.

– Não existe isso de o Cruzeiro estar melhor. Não está melhor no Brasileiro, por exemplo. Contra o São Paulo, teve dificuldades no Mineirão e depois venceu com méritos, aproveitando a expulsão de um adversário (o volante Eduardo Costa, ainda no primeiro tempo) – comentou o treinador.

Consequentemente, Autuori refuta a ideia de que alguma das equipes seja favorita na briga por vaga na decisão continental. Ele diz que o momento e a tradição de Cruzeiro e Grêmio emparelham a disputa.

– Não há favoritismo em jogos como esse. Favoritismo é pelo momento e pela tradição. O Cruzeiro é uma bela equipe, com excelentes jogadores, e perdeu a última partida em casa também (4 a 2 para o Grêmio Barueri), mesmo com o excelente elenco que tem. Jogos do Brasileiro antes de jogos da Libertadores são sempre da mesma maneira. Em tradição, os dois clubes têm o mesmo. Vai ser determinante o que acontecer em campo – analisou Autuori.

Os profissionais do Grêmio, em especial o treinador, estão incomodados com os questionamentos que o time vem recebendo na temporada. Autuori sugeriu aos críticos que esperassem o jogo contra o Cruzeiro.