Grêmio se reaproxima de Ronaldinho

Assis, irmão e empresário do jogador, e o presidente Duda Kroeff dão primeiro passo para que craque retorne ao clube em 2011


Ronaldinho, comemorando um gol pelo Milan, saiu do Grêmio sem que o clube nada recebesse

Duda Kroeff pode entrar para a história do Grêmio como o presidente que trouxe Ronaldinho Gaúcho de volta ao Olímpico. Com seu tom conciliador, o filho do patrono Fernando Kroeff, começa a reaproximar o clube da família Assis Moreira, e sonha enterrar de vez o ranço da torcida contra o craque. Nesta sexta, após conversas informais com a direção, Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, foi recebido por Duda no Olímpico.

Desde a saída do craque para o Paris Saint-Germain, em 2001, essa foi a primeira vez que Assis foi recebido com total cordialidade nos gabinetes do clube. A presença de Assis no Olímpico faz parte de um projeto maior: repatriar Ronaldinho em dois anos.

No dia 30 de junho de 2011, seu contrato com o Milan chegará ao fim, e ele estará livre para assinar com o Grêmio. Ronaldinho terá então 31 anos. Poderá voltar em paz para o Olímpico e, quem sabe, jogar até o fim da sua carreira pelo clube que o revelou para o futebol. Duda Kroeff só será o presidente do clube em 2011 caso concorra à reeleição, mas, até lá, já poderá ter pavimentado o retorno do jogador às suas origens.

– Voltar em 2011? Por que não? Por enquanto é cedo falar disso, mas o fato é que o pontapé inicial foi dado – afirmou Assis.

A saída de Ronaldinho para o PSG, sem que o Grêmio nada recebesse em troca pela sua pedra mais preciosa – o clube foi à Fifa para receber alguma indenização pelo atleta e denunciou Ronaldinho por quebra de contrato, impedindo-o de jogar durante seis meses – jamais foi recebida com raiva por Duda. Seu filho mais velho, Fernando Kroeff Neto, que joga no Rubi, um clube pequeno de Barcelona, chegou a ter contatos com Ronaldinho em seus tempos de rei no Camp Nou. Embora o presidente negue que esteja em conversações com Assis para ter Ronaldinho de volta em 2011, ele admite que a volta do craque é um sonho antigo.

– Entendo o lado do Ronaldinho e o que ele fez. É claro que gostaria de vê-lo aqui outra vez. Na minha gestão, as portas estarão sempre abertas para ele e para o Assis. Não precisa nem bater para entrar – disse o presidente.

A reaproximação do clube com a família Moreira pode colocar Ronaldinho na Calçada da Fama do Olímpico. Entre os ídolos do clube, ele é o único que não foi homenageado em solo gremista.

Grêmio poupa titulares para pegar o Goiás

Souza, Alex Mineiro e Maxi López não jogam contra o Esmeraldino


O Grêmio encara o Goiás, neste sábado, às 18h30, no Olímpico, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Gaúcho, classificado para as semifinais da Libertadores, poupará alguns titulares para o confronto com o Esmeraldino, que não poderá contar com o zagueiro Rafael Toloi, suspenso.

Pensando no primeiro confronto com o Cruzeiro pela semifinal da Libertadores, quarta-feira no Mineirão, o Grêmio decidiu poupar três titulares: o meia Souza e os atacantes Alex Mineiro e Maxi López, que apresentavam indícios de fadiga muscular. Eles serão substituídos por Joílson, Jonas e Herrera, respectivamente.

— Não posso modificar a estrutura do time. Sou contra essa idéia de usar maioria de eservas. Equipes de futebol aprimoram o entrosamento jogando. Cansaço? Futebol é assim, o sacrifício faz parte – justificou Autuori.

O técnico se recusou a falar sobre o Cruzeiro, adversário na semifinal da Libertadores, afirmando que seria um desrespeito ao Goiás. Na realidade, o Grêmio precisa se concentrar ao máximo nessa partida, pois tem apenas duas vitórias no Brasileiro. O time de Autuori ocupa a 7ª colocação, com 8 pontos.

O meia Douglas Costa seria o escolhido para substituir Souza, se não cumprisse suspensão automática pela expulsão contra o Fluminense. Sem outras opções, o técnico escalou Joílson, reserva de Ruy na lateral-direita, mas que atuou como meio-campista no tempo de Botafogo. Já a dupla reserva Jonas-Herrera vem se destacando nos treinos. Os dois mostram mais mobilidade do que os titulares Alex Mineiro e Maxi López. O argentino Herrera substituiu Alex Mineiro no segundo tempo contra o Caracas, quarta-feira, e recebeu elogios de Autuori. Tem chances de ganhar a posição de Alex Mineiro.

No Goiás, o técnico Hélio dos Anjos deve repetir a escalação do empate em 0 a 0 com o Corinthians, no último fim de semana. A única mudança é forçada: o zagueiro Rafael Toloi, revelação do time goiano, está suspenso novamente no Brasileirão. Desta forma, João Paulo deve compor a zaga com Ernando e Leandro Euzébio.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO X GOIÁS
Data: Sábado, 20/06/09, às 18h30
Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE);
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Jossemmar José Diniz Moutinho (PE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ruy, Leo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Tcheco e Joílson; Jonas e Herrera.
Técnico: Paulo Autuori.

GOIÁS: Harlei; Ernando, Leandro Euzébio e João Paulo; Vitor, Ramalho, Éverton, Felipe Menezes e Júlio César; Iarley e Felipe
Técnico: Hélio dos Anjos