Thiego treina improvisado na lateral

Sem Ruy e Joílson, Paulo Autuori testa zagueiro no lado direito


Thiego deve jogar improvisado na lateral

Sem Ruy nem Joílson, ambos suspensos, Paulo Autuori escalou o zagueiro Thiego na lateral-direita do Grêmio, em treinamento realizado nesta tarde de quinta-feira. O jogador atuou improvisado na função entre os titulares, em mais um trabalho de aprimoramento do sistema tático 4-4-2.


O treinamento, no gramado suplementar do Estádio Olímpico, não foi um coletivo. Com apenas um goleiro em campo, Autuori intensificou as ações do time titular com posse de bola, contra os reservas bloqueando.


Thiego larga na frente em disputa com o volante Makelele pela titularidade provisória da lateral-direita. O Grêmio foi escalado pelo treinador nesta tarde com Marcelo Grohe; Thiego, Léo, Rafael Marques e Fábio Santos; Adilson, Tulio, Tcheco e Souza; Alex Mineiro e Maxi López.


O Grêmio enfrenta o Fluminense às 16h de domingo, pela sexta rodada do Brasileirão, no Maracanã.

Souza e Grêmio separados por 1 milhão de euros

Tricolor gaúcho e PSG (FRA) ainda não chegaram a acordo


Souza fica ou não no Olímpico?

Souza fica ou não no Olímpico?


O meia Souza e o Grêmio estão separados por 1 milhão de euros (cerca de R$ 2,7 milhões). Esse valor, segundo informações da Rádio Gaúcha, corresponde à diferença entre o pedido do PSG e a proposta do Tricolor gaúcho.

O Grêmio pretendia pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 4 milhões) pela compra de 80% dos direitos federativos de Souza mais 300 mil euros (cerca de R$ 814 mil), valor do fim do contrato de empréstimo do meia, que vai até o dia 12 de julho.

No entanto, o pedido do PSG vai além dos valores imaginados pelo Grêmio. Os franceses querem 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 6,7 milhões) pelos 80% dos direitos de Souza – valor reduzido de 4,3 milhões de euros (R$ 11,6 milhões) mais os 300 mil euros.

Assim, o Grêmio precisa aumentar a proposta para ficar com o jogador no Olímpico. Para isso, também segundo informações da Rádio Gaúcha, o clube estaria disposto a pagar mais que o 1,5 milhão de euros oferecidos inicialmente.

Apesar das críticas, camisa nova do Grêmio é um sucesso de vendas

Em apenas três semanas já foram negociadas mais de 32 mil peças


Novas camisas têm vendido bem

Muito criticada, a nova camiseta do Grêmio vem dando boa resposta nas vendas. Cerca de três semanas após o lançamento oficial, o uniforme que o time tricolor vem usando no Brasileirão de 2009 já vendeu mais de 32 mil peças, segundo informa o representante da fornedor do material no Rio Grande do Sul Rosimar Borges.


– Isto foi só aqui no Estado e em Santa Catarina. Ainda temos muitas que circulam pelo Brasil. Consideramos este número ótimo – informou o representante.


Para a gerente da loja GrêmioMania do Estádio Olímpico, Silvana Lanza, o design inovador da nova camiseta está sendo pouco explorado. Segundo ela, quem chega e veste o uniforme, se apaixona.


– Quem veste, compra. A gola foi desenvolvida para dar um ar de imponência no peito da pessoa. É um design europeu que o fornecedor de material adotou – disse Silvana.

Mas a gerente da GrêmioMania disse que o que caiu no gosto do torcedor foi mesmo a camiseta da Libertadores.


– A camiseta da Libertadores lembra a que o Grêmio usava nos tempos das grandes conquistas. É um visual retrô que o torcedor adora. Em número de vendas, a camiseta da Libertadores é insuperável. Os números não param de crescer – revelou Silvana.

Desde o final de fevereiro, quando foi lançada, mais de 60 mil camisetas deste tipo foram negociadas, informou o fornecedor.


O contrato da atual fornecedora com o Grêmio se encerra no final de 2010. Empresas concorrentes já manifestaram interesse em fornecer o material esportivo ao Grêmio a partir do começo do próximo ano. Para isto, será preciso o pagamento de uma multa rescisória, que não é alta, segundo César Pacheco, vice de marketing do clube.


Rosimar Borges revelou que a empresa quer continuar com a parceria com o Tricolor.


– Sabemos que existem propostas de outras empresas, mas a atual fornecedora pretende continuar vestindo o Grêmio por muito tempo – revelou Rosimar Borges.