Ruy diz que ‘nem quatro Victors’ defenderiam chute de Domingues

Lateral do Grêmio diz que a equipe não tinha o que fazer na derrota


RuyAinda mostrando cansaço depois das viagens do Grêmio para Caracas e Salvador, o lateral-direito Ruy falou na tarde desta segunda-feira, no Olímpico. Enquanto os jogadores que não atuaram contra o Vitória foram ao estádio para disputar um jogo-treino contra o time do Sindicato dos Atletas, os titulares fizeram um trabalho regenerativo no vestiário. Tentando achar explicações para a volta sem vitórias, Ruy disse que a equipe não tinha o que fazer no jogo do Barradão, no domingo. Para ele, nem com quatro “Victors” o chute de fora da área de Leandro Domingues aos 47 do segundo tempo seria defendido (assista ao vídeo).
//

– No jogo contra o Caracas o gramado estava impraticável. Ficamos felizes de termos terminado o jogo com todos inteiros. O risco de se quebrar uma perna em um gramado como aqueles é muito alto. Mas, mesmo assim, trouxemos um bom resultado. Contra o Vitória, o mérito é do Leandro Domingues. Ele acertou um chute maravilhoso, e nem se tivesse quatro “Victors” pegaria – explica.

As modificações que Paulo Autuori vem fazendo na equipe gremista não prejudicam o futebol de Ruy, segundo o próprio jogador.

– Para mim não tem nenhum problema. Eu me adapto rapidamente. Depois da partida contra o Vitória muitos cobraram que faltou pegada. Mas o jogador acertou um chute lindo. Não podemos fazer nada – comenta.

Na parte de preparação física, Ruy diz que ainda não deu para perceber mudanças. Beto Ferreira era o preparador com o técnico Celso Roth. Com Autuori trabalha o profissional Gilvan Santos.

– Não deu tempo para nada. Estamos disputando duas competições e quase não tivemos tempo para treinar. Agora, com o tempo, o Gilvan vai conseguir estabelecer bem o trabalho.

O próximo jogo do Grêmio será na próxima quinta-feira, contra o Náutico, no Estádio Olímpico, pelo Brasileirão. A partida está marcada para as 21h. pela Taça Libertadores, a equipe enfrenta o Caracas na volta das quartas de final no dia 17 de junho, também em casa.

Douglas Costa: ‘Eu quero é jogar’

Meia espera ganhar mais chances com Paulo Autuori no comando



Gremio quer jogarO meia Douglas Costa quer ganhar mais chances no Grêmio com Paulo Autuori no comando. Na tarde desta segunda, em jogo-treino entre os reservas e alguns jogadores que não atuaram em toda a partida contra o Vitória, no domingo, diante do Sindicato dos Atletas, o garoto teve bom desempenho, marcando dois gols na goleada de 6 a 0. Ele se mostra confiante:

– Serviu para mostrar que eu estou apto a jogar no time do Grêmio. Fiz várias jogadas, marquei gols. Gostei muito do treino hoje – destacou o jogador.

Douglas Costa diz que Autuori e o auxiliar Renê Weber conversam bastante com ele. De acordo com o jogador, sua objetividade agrada à comissão técnica.

– O Autuori conversa bastante comigo, fala para eu ficar tranquilo. O Paulo e o René estão me ajudando bastante. Sou um jogador bastante objetivo e eles falam que gostam disto – comentou.

O jogador não escolhe posição. Para ele, onde Autuori o escalar, estará de bom tamanho.

– Para mim, onde o Paulo me colocar está bom. Eu quero é jogar – afirma. – Estou muito tranquilo. Sei que minha chance vai aparecer e não posso desperdiçar – acrescenta o meia.