Volante Túlio é apresentado no Olímpico

Jogador elogiou a estrutura do Grêmio e já está de olho na Libertadores

Ampliar Foto Divulgação/Site Oficial do Grêmio Divulgação/Site Oficial do Grêmio

Túlio recebeu recomendações muito boas de um ex-técnico tricolor: Mano Menezes

O volante Túlio foi apresentado no Olímpico hoje pela manhã, após o fim do coletivo comandado por Marcelo Rospide. O novo reforço do Grêmio assinou contrato de um ano e meio, participou de uma entrevista coletiva e agradeceu ao técnico Mano Menezes pela liberação. O jogador, que veio do Corinthians, elogiou a estrutura do Grêmio e contou que só teve boas referências do clube.

– O Mano elogiou a estrutura do Grêmio, tudo que eu iria encontrar aqui. Só falou bem do clube, da cidade, e os amigos que estão aqui só reforçaram isso – declarou.

Túlio comemorou a contratação pois acredita que tenha o estilo de jogar característico dos times gaúchos.

– Acho que foi uma das coisas que me fez olhar com bons olhos para esse convite. Tem tudo a ver com meu estilo a característica de se jogar aqui do Sul – contou.

O volante, que deve jogar a Libertadores, fez questão de acompanhar a partida entre River Plate e San Martín, quinta-feira, no Monumental de Nuñez. Assim, já chegou ao Olímpico com informações sobre o adversário que o Grêmio enfrentará nas oitavas-de-final da competição.

Além de Túlio, o tricolor deve anunciar nos próximos dias a contratação de Joílson, do São Paulo. O jogador, no entanto, irá disputar somente o Campeonato Brasileiro.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Conmebol pode criar duelo entre mexicanos na Libertadores

Rival do São Paulo, Chivas teria de enfrentar San Luis por conta da gripe suína

Torcedor do Chivas vai de máscara ao Estádio Sausalito, em Viña Del Mar (foto: EFE)

Torcedor do Chivas vai de máscara ao Estádio Sausalito, em Viña Del Mar (foto: EFE)

Agência EFE

A Conmebol acenou com a proposta de que Chivas e San Luis façam um duelo entre mexicanos pelas oitavas da Libertadores, levando em conta o surto de gripe suína que assola o país. A princípio, os adversários das equipes são São Paulo e Nacional (URU), respectivamente.

O secretário-executivo da Conmebol, Francisco Figueredo Brítez, admitiu a jornalistas a opção depois da recusa da prefeitura de Bogotá de receber os times. Haveria uma rodada dupla no próximo dia 6, no Estádio El Campín.

O Chivas será o adversário do São Paulo, enquanto o San Luis pega o Nacional, do Uruguai. O Chile chegou a ser cogitado como palco para os confrontos e segue como primeira opção.

– Continuaremos buscando outro país. Se não conseguirmos, eles terão de se enfrentar. Pode ser uma alternativa, o que mudará totalmente o calendário – afirmou Figueredo.

A Conmebol aguarda uma decisão do presidente da federação de futebol local para confirmar os jogos.

Confira os confrontos das oitavas-de-final da Taça Libertadores 2009

Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Sport e Palmeiras voltam a se encontrar; Grêmio pega o San Martín, São Paulo encara o Chivas, e Cruzeiro enfrenta o Universidad de ChileOs oito duelos das oitavas-de-final

Os confrontos das oitavas-de-final da Taça Libertadores 2009 colocaram mais uma vez frente a frente as duas equipes brasileiras que se encontraram na fase de grupos: Sport (sexto colocado no geral) e Palmeiras (11º). O Grêmio, melhor campanha entre todos os classificados, pega o peruano San Martín (16º), que foi derrotado por 3 a 0 pelo eliminado River Plate.

O São Paulo (quarto colocado) pega o mexicano Chivas (13º), mas por causa da epidemia de gripe suína que assola o país, deve jogar a partida de ida em Bogotá, como foi anunciado pela Conmebol. O Tricolor Paulista pode encontrar o Cruzeiro (quinto colocado) nas quartas-de-final. A Raposa enfrenta o Universidad de Chile (12º) nas oitavas.

Pelo regulamento da competição, os 16 times classificados se dividem de acordo com a pontuação, e os duelos são definidos por cruzamento olímpico (1º x 16º, 2º x 15º, 3º x 14º, e assim por diante). A partir das semifinais, porém, os times de um mesmo país têm que obrigatoriamente se enfrentar, a fim de evitar uma possível “decisão regional”.

Porém, há a possibilidade de termos uma final brasileira: se três times chegarem às semifinais, pelo menos um estará na decisão. O outro, se vencer seu adversário estrangeiro, completaria uma possível final brasuca.

Oitavas-de-final

Chave A: (1º) GRÊMIO x San Martín (16º)
Chave H: (8º) Caracas x Deportivo Cuenca (9º)
Chave D: (4º) SÃO PAULO x Chivas (13º)
Chave E: (5º) CRUZEIRO x Universidad de Chile (12º)
Chave B: (2º) Boca Juniors x Defensor Sporting (15º)
Chave G: (7º) Libertad x Est. La Plata (10º)
Chave C: (3º) Nacional-URU x San Luís (14º)
Chave F: (6º) SPORT x PALMEIRAS (11º)

Quartas-de-final

Chave I: Vencedor A x Vencedor H
Chave L: Vencedor D x Vencedor E
Chave J: Vencedor B x Vencedor G
Chave K: Vencedor C x Vencedor F

Semifinais (se não houver dois times de um mesmo país)

Chave M: Vencedor I x Vencedor L
Chave N: Vencedor J x Vencedor K

Finais

Chave O: Vencedor M x Vencedor N