Grêmio vence Galo, mas fica com o vice

Tricolor faz o dever de casa, porém, vê São Paulo levantar mais um título

(Crédito: Ricardo Rimoli)

Não foi dessa vez que a mística do Imortal Tricolor entrou em campo. O Grêmio fez sua parte e venceu o Atlético-MG por 2 a 0 neste domingo, no Olímpico, mas acabou ficando com o vice-campeonato brasileiro, já que no Bezerrão, o São Paulo derrotou o Goiás e ficou com o caneco.

O Grêmio começou a partida marcando pouco e deixando o Atlético jogar. A torcida tricolor só se levantou quando Souza recebeu na direita e arriscou para Édson pegar em dois tempos. O Tricolor gaúcho não ditava o ritmo da partida como geralmente faz quando joga no Olímpico.

O placar do Olímpico não anunciou, mas o gol do São Paulo foi uma ducha de água fria na torcida tricolor. O Grêmio começou a errar passes e o Galo foi ganhando campo e começou a incomodar o time da casa. No entanto, Souza, o melhor do Grêmio no primeiro tempo, buscava o jogo o tempo todo, criava as melhores jogadas dos anfitriões e tentava dar um alento para os gaúchos.

O título ficava distante e o Grêmio não fazia o dever de casa. Para piorar, o Atlético-MG ainda esteve mais perto do primeiro gol. Castillo obrigou Victor a salvar o Tricolor.

Tcheco, sumido no primeiro tempo, tentou assumir o papel de capitão e chamar a responsabilidade. Mas quem tocava a bola com tranqüilidade era o time visitante.

Precisando do gol, Roth não teve opção: colocou Mattioni e André Luis. E em sua primeira jogada, o primeiro foi derrubado por César Prates na área.Pênalti convertido por Tcheco.

O gol acordou o Tricolor, que precisava de um milagre para ficar com o título brasileiro. O Atlético passou a chegar menos e quase não incomodou a meta do goleiro Victor na etapa complementar. Um minuto depois de um avião sobrevoar o Olímpico com uma faixa “Inter, campeão de tudo”, Souza colocou na área e Soares desviou de cabeça para o gol.

O título não veio, mas a vitória sobre o Galo pode significar uma boa campanha na Libertadores do ano que vem. Já o Atlético-MG se despede do ano de seu centenário com alguns sustos, mas com vaga na Sul-Americana.
FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data: 07/12/2008 às 17h(de Brasília)
Árbitro: Luis Antônio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)
Cartão Amarelo: Willian Magrão (GRE); Leandro Almeida, Nen, Édson (ATL)
Cartão Vermelho: Não houve
Gols: Tcheco, 17’/2ºT (1-0); Soares, 37’/2ºT (2-0)

GRÊMIO: Victor, Leo, Jean e Réver; Souza, Rafael Carioca (Felipe Mattioni, 12’/2ºT) , William Magrão, Tcheco e Hélder (André Luis, 15’/2ºT); Perea e Marcel (Soares, 36’/2ºT). Técnico: Celso Roth

ATLÉTICO-MG: Édson, Sheslon, Welton Felipe, Leandro Almeida e César Prates; Nen, Elton (Beto, 31’/2ºT), Marcio Araujo e Renan Oliveira; Castillo (Jael, 22’/2ºT) e Pedro Paulo. Técnico: Marcelo Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: