Grêmio x Atlético-MG: decisão no Olímpico

Duelo entre gaúchos e mineiros poderá definir o campeão nacional

O Grêmio enfrentará neste domingo sua mais dura prova depois da Batalha dos Aflitos. Com o vice-campeonato garantido, o Grêmio poderá se tornar campeão brasileiro se vencer o Atlético-MG no Olímpico, mas só se, ao mesmo tempo, o São Paulo perder para o Goiás no Bezerrão. Já o Galo, garantido na Sul-Americana, entra em campo como franco-atirador e espera atrapalhar os planos do time gaúcho.

O Olímpico estará superlotado por 47 mil torcedores à espera do milagre, olhando um jogo e secando o concorrente pelo ouvido. Desde quinta-feira não há mais ingressos à venda. Diante da expectativa geral por Goiás x São Paulo, comissão técnica e jogadores do Grêmio passaram a semana chamando a atenção para o óbvio: o Grêmio tem de se concentrar no seu jogo.

– Já pensou que vexame seria o São Paulo perder e nós não cumprirmos o dever? – observou o meia Tcheco, capitão do time.

Ao contrário do restante do ano, dessa vez Celso Roth abriu os portões para o coletivo final. Se não houver surpresa de última hora, a escalação dever ser bem parecida com a dos melhores momentos do time no primeiro turno.

Na zaga, Réver volta após se recuperar de uma amigdalite. Com isso, Pereira retorna para a reserva. Souza, que atuou na ala-esquerda contra o Ipatinga, volta à direita, no lugar de Felipe Mattioni, deixando a esquerda para Hélder, que volta ao time para dar mais ofensividade às jogadas por aquele setor.

O meio-campo é onde Roth menos costuma mexer: o trio Rafael Carioca, William Magrão e Tcheco está mantido. Já a dupla de ataque deve ser formada por Perea e Marcel.

Pelo lado atleticano, o técnico Marcelo Oliveira terá três importantes ausências: Marcos, Petkovic e Marques. Marcos voltou a sentir uma lesão durante a semana e foi vetado da partida, com o mesmo acontecendo com o atacante Marques. O xodó da massa alvinegra sentiu a mesma lesão que o tirou da partida contra o Sport, na 36ª rodada. Já o meia sérvio Petkovic, chegou a iniciar o treinamento de quinta-feira, mas queixou-se de dores e abandonou o treinamento.

Por outro lado, o Galo terá o retorno do zagueiro Nen, que vem atuando como volante e tem agradado ao técnico Marcelo Oliveira. Outro que irá reforçar o time atleticano é o lateral César Prates, que volta a vestir a camisa 6. Sendo assim, Raphael Aguiar volta ao banco de reservas. No mais, a única alteração será feita no ataque, onde Pedro Paulo atuará ao lado de Castillo.

Garantido na Copa Sul-Americana, o Atlético promete endurecer a partida contra o Tricolor Gaúcho. Uma das motivações do elenco alvinegro é a possibilidade de vingança, já que no primeiro turno o Grêmio goleou o Galo por 4 a 0 em pleno Mineirão. O Grêmio, por sua vez, será empurrado por quase 50 mil torcedores ruma à vitória e ao título nacional, que poderá ser conquistado com uma vitória sobre o time mineiro combinado à uma derrota do São Paulo diante do Goiás.
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X ATLÉTICO-MG

Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data: 07/12/2008 às 17h(de Brasília)
Árbitro: Luis Antônio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)

GRÊMIO: Victor, Leo, Jean e Réver; Souza, Rafael Carioca, William Magrão, Tcheco e Hélder; Perea e Marcel. Técnico: Celso Roth

ATLÉTICO-MG: Édson, Sheslon, Welton Felipe, Leandro Almeida e César Prates; Nen, Elton, Marcio Araujo e Renan Oliveira; Castillo e Pedro Paulo. Técnico: Marcelo Oliveira

Grêmio nega chance de não entrar em campo domingo

Diretor de futebol garante que clube cumprirá todas as ordens da CBF

André Krieger garante que Grêmio não se prejudicaráAndré Krieger garante que Grêmio não se prejudicará (Crédito: Divulgação)

O diretor de futebol do Grêmio, André Krieger, garantiu que o Tricolor gaúcho entrará em campo, domingo, para enfrentar o Atlético-MG, mesmo após a denúncia de manipulação de resultado.

– O Grêmio não colocará o trabalho em risco deixando de entrar em campo no domingo – comentou em entrevista à ESPN Brasil.

No entanto, Krieger acredita que o correto seria paralisar o campeonato para que tudo fosse apurado e os responsáveis, punidos.

– O Grêmio cumprirá o combinado, mas seria prudente que o campeonato fosse suspenso para que se esclarecesse tudo. Porém, a CBF não pensa dessa maneira e vamos obedecer o que for determinado – declarou em entrevista à ESPN Brasil.

Pensando no possível título brasileiro do Grêmio, André Krieger espera que o Goiás faça sua parte e vença o São Paulo, no Bezerrão.

– O Grêmio não descuidará da preparação para o jogo. Esperamos que o Goiás faça a sua parte – disse em entrevista à ESPN Brasil.

Grêmio coloca sob suspeita o campeonato

Presidente Paulo Odone pede esclarecimento da CBF

Paulo Odone lamenta a pressão que haverá sobre o árbitro Jailson Macedo Freitas, que substituirá TardelliPaulo Odone lamenta a pressão que haverá sobre o árbitro Jaílson Macedo Freitas, que substituirá Tardelli (Crédito: Ricardo Rimoli)

O Grêmio exige que a CBF se pronuncie o mais rápido possível sobre o caso que envolve a saída de Wágner Tardelli da escala de arbitragem do jogo entre Goiás e São Paulo. A polêmica veio à tona com uma denúncia de que um envelope com dinheiro teria sido enviado ao árbitro para que ele beneficiasse uma das equipes.

Segundo o presidente do clube, Paulo Odone, esse escândalo cria um clima de desconfiança sobre os jogos da última rodada.

– Eu recebo com surpresa isso. Na verdade, coloca sob suspeita o jogo e o campeonato. A CBF agora tem a obrigação de ir fundo. É preciso saber o que houve e punir quem tem responsabilidade. A informação é muito precária; está tudo muito obscuro. O Tardelli teria pedido para sair por uma tentativa de influência. Tentativa de quem e para o que? – afirmou Paulo Odone, que está tentando contato com os dirigetes da CBF para que a entidade se manifeste antes da rodada.

Odone teme também pela pressão que será criada em cima de Jaílson Macedo Freitas, escalado para o lugar de Wágner Tardelli.

– A responsabilidade em cima desse árbitro agora é uma coisa louca. Ele tem que ser honesto e aparentar ser honesto. Um drama. Por isso é muito desagradável o que está acontecendo – lamentou.