Técnicos mostram resultado e garantem permanência na Dupla Gre-Nal em 2009

Celso Roth será o técnico do Grêmio na Libertadores. No Inter, Tite terá continuidade e comandará a equipe no ano do centenário

Ampliar Foto Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Roth e Tite seguirão no comando em 2009

Eles são diferentes em muita coisa. Tite é emotivo, prefere a fala mansa e às vezes comemora gols agarrado no pescoço dos atletas, vestindo sempre calça social e camisa. Celso Roth é pragmático, não se constrange em falar aos berros com os atletas e vibra praticamente sozinho, discreto, usando o abrigo do clube. Em comum, os técnicos de Inter e Grêmio têm a cidade de nascimento (Caxias do Sul) e uma certeza: seguirão à frente de suas equipes em 2009.

Embora seja certa, a permanência de Tite e de Celso Roth não foi oficializada pelos clubes. O Inter argumenta que passa por eleições e, por isso, não deve falar em 2009 ainda. O Grêmio diz que o foco precisa estar apenas dentro de campo na reta final do Campeonato Brasileiro.

Os técnicos também preferem não falar sobre o assunto. No máximo, dão algumas dicas. Foi o que fez Roth depois da vitória de 4 a 1 sobre o Ipatinga, que garantiu o Grêmio na Libertadores do ano que vem e manteve o time na briga pelo título nacional.

– O ano de 2009 já foi conversado e, em alguns detalhes, encaminhado – diz o treinador.

No Inter, os sinais vêm da diretoria. É elogio e mais elogio para Tite. Depois do primeiro jogo da final da Sul-Americana, o presidente Vitório Piffero elegeu o treinador como melhor figura da vitória de 1 a 0 sobre o Estudiantes. O mesmo aconteceu após os reservas venceram o Cruzeiro por 1 a 0 neste domingo. Aí foi a vez de o ex-presidente Fernando Carvalho, atual assessor de futebol do clube, encher a bola do treinador.

– Ele vem mantendo a concentração do grupo e o padrão de atuação da equipe, seja com os titulares ou com os reservas. Não há dúvida de que o trabalho está sendo muito bem realizado – afirma o dirigente.

Celso Roth e Tite passaram por cima da desconfiança. O comandante gremista quase foi demitido em abril, após as eliminações na Copa do Brasil e no Campeonato Gaúcho. Tite também viveu momentos de instabilidade ao perder a linha na definição da equipe titular. Agora, ambos iniciam a semana em condições de conquistar títulos. O Inter está a um empate de ser campeão da Sul-Americana. O Grêmio, se vencer o Atlético-MG, pode levantar o caneco do Brasileirão.

Sócios já podem garantir ingressos para o jogo contra o Atlético-MG

A partida, pela última rodada do Brasileirão, será às 17h de domingo

A venda de ingressos de Grêmio x Atlético-MG para sócios e torcedores que já tem o cartão smart card ou desejam comprá-lo começou nesta segunda-feira nas bilheterias social e da Carlos Barbosa, no Estádio Olímpico. A partida, pela última rodada do Brasileirão, será às 17h de domingo (horário de Brasília) e pode valer o título para o Tricolor, caso o São Paulo seja derrotado pelo Goiás em Brasília.

Os valores dos bilhetes são: R$ 30 para arquibancada, R$ 40 cadeira lateral e R$ 50 para cadeira central. A comercialização para a torcida em geral começa na quinta-feira, dia 5

Paulo Baier promete ajudar o Grêmio a ser campeão

Gremista, meia do Goiás quer dar título de presente para o pai.

Ampliar Foto Agência Estado/Agência Agência Estado/Agência

Paulo Baier pode se tornar o maior goleador do Goiás em Campeonatos Brasileiros

O Grêmio só será campeão brasileiro com a ajuda do Goiás. A três pontos do líder São Paulo, o time de Celso Roth precisa vencer o Atlético-MG, no Olímpico, e depender de uma vitória do Verdão sobre os paulistas, no Distrito Federal. E o líder do time goiano é um gaúcho de 34 anos, natural de Ijuí e gremista de coração: Paulo Baier.
Capitão do Goiás, o meia está a um gol de entrar para a história do clube. Atualmente, ele está empatado com Araújo, com 51 gols, como os maiores artilheiros do Esmeraldino em Campeonatos Brasileiros.

Mesmo acreditando que o Grêmio enviará bicho extra ao Goiás pela vitória sobre o São Paulo, Paulo Baier não quer dinheiro, quer dar o campeonato ao pai, Elemar, de 60 anos, “o maior gremista” que ele conhece.

O Grêmio depende do Goiás. Você daria esperanças aos gremistas?
Paulo Baier: Claro que sim, e principalmente para o meu pai. Ele é muito gremista e já havia me pedido uma vitória sobre o São Paulo, caso o Grêmio chegasse vivo à última rodada.

Empresários ligados ao Grêmio deverão enviar bicho extra para que vocês vençam…
Baier: Nem quero dinheiro. Quero dar o título de presente a meu pai. Sou gremista, todos sabem disso, e sei que vou entrar para a história do Grêmio se ajudarmos na conquista deste título. Também quero entrar para a história do Goiás. Preciso marcar mais um gol para passar o Araújo e ser o maior artilheiro do Goiás em Campeonatos Brasileiros.

Como o Goiás pode vencer o São Paulo?
Baier: Ainda não sei (risos). Perdemos o Iarley para o jogo. Levou o terceiro cartão amarelo. Não creio que nossa torcida seja expressiva no Bezerrão.

Você pode jogar pelo Grêmio em 2009?
Baier: É difícil, não houve interesse. Devo permanecer mesmo no Goiás. Aqui sou ídolo.

Taça do Brasileirão só na segunda-feira

CBF confirma que entrega será no Rio, na festa dos melhores do campeonato

Taça do Brasileirão só será entregue na segunda-feiraTaça do Brasileirão só será entregue na segunda-feira (Crédito: Divulgação)

A taça de campeão da Série A do Campeonato Brassileiro só será entregue ao clube vencedor da disputa no dia seguinte à conquista, durante a festa Craque Brasileirão, promovida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em uma casa de shows da Zona Sul do Rio.

Como tanto São Paulo quanto Grêmio podem se sagrar campeões, o diretor do departamento Técnico e Competições da entidade, Virgílio Elísio, optou por realizar a entrega durante a cerimônia e não mais no local da conquista.

– Só entregamos a taça em duas hipóteses: quando tem uma final, ou quando o campeão já está definido. Então, não haverá entrega de taça no domingo. A taça será entregue na segunda-feira, no dia do prêmio do craque do Brasileirão – explicou o diretor da CBF.

Roth admite final de ano ótimo para o Grêmio

Técnico se mostra otimista com a chance de ser campeão brasileiro

Celso Roth está confiante no titulo brasileiro do GrêmioCelso Roth está confiante no título brasileiro do Grêmio (Crédito: Ricardo Rimolli)

Rotulado de campeonato mais disputado da era dos pontos corridos, o título deste Brasileirão será decidido apenas na última rodada. E, para o técnico do Grêmio, Celso Roth, o ano tem tudo para terminar da melhor maneira possível para os gaúchos.

– A autocritica é a seguinte: foi um bom ano e terminará ainda melhor – disse.

A vitória por 4 a 1 em cima do Ipatinga, neste domingo, fez com que Roth elogiasse muito seu elenco, que, para ele, vale mais do que uma possível valorização do seu nome no mercado do futebol.

– Isso não me preocupa. O que me preocupa é o trabalho que esses jogadores fizeram. A troca é real, é gostoso trabalhar no Grêmio e com esses jogadores.