Roth preocupado com o ânimo do Grêmio

Ansiedade domina treino e tricolores erram quase todas as finalizações

Técnico Celso Roth lembra ao grupo que derrota para o Ipatinga pode custar a LibertadoresTécnico Celso Roth lembra ao grupo que derrota para o Ipatinga pode custar a Libertadores (Crédito: Ricardo Cassiano)

A derrota para o Vitória no domingo passado, arrasou os jogadores do Grêmio, que esperavam a definição do título do Brasileiro apenas na última rodada. Por isso, o esforço do técnico Celso Roth nos últimos dias, tem sido o de tentar levantar o ânimo dos jogadores.

Exemplo da frustração do elenco é o meia Tcheco, um dos líderes do Tricolor Gaúcho, que se mostrou o mais deprimido de todos.

– Não sei com que ânimo eu vou enfrentar o Ipatinga pois acho que perdi a última oportunidade de ser campeão brasileiro – confessou o capitão gremista nesta terça-feira.

Roth reagiu imediatamente e, nos dias seguintes, antes de cada treino, reuniu o grupo e avisou:

– Perder para o Ipatinga pode acabar nos tirando do G-4. Não pegar a Libertadores depois de ser candidato ao título será um vexame total, uma coisa para manchar a carreira de todos nós.

A partir daí, o estado de espírito mudou da depressão para a ansiedade, o que se refletiu nos treinos. Para desespero do técnico, na parte da atividade que o foco foram as finalizações, os atacantes acertaram apenas dois dos 23 chutes dados ao gol.

Assim, o treinador recorre ao time-base que usou no primeiro turno que fez o Grêmio disparar na liderança. Até Perea, que estava para ser dispensado por indisciplina, deve entrar, para formar dupla com Marcel. Já a volta do trio de defesa formada por Leo, Pereira e Réver pode acontecer somente na última rodada. Leo e Pereira se recuperaram das lesões mas somente o primeiro será titular. Roth optou por colocar Jean no lugar de Pereira.

Nesta quinta-feira, a ênfase foi as jogadas de bola aérea, a principal arma nos bons tempos. Neste aspecto, Pereira, com seu 1,90m, pode fazer falta. Ainda assim, o jogador prefere o discurso otimista e não se zanga por ajudar o time no banco de reservas.

– Aqui ninguém vai abaixar a cabeça. É difícil, mas o Grêmio tem a tradição de reverter a situação ruim na última hora. Podemos até ser campeões, por que não? – disse Pereira, um dos remanescentes da Batalha dos Aflitos junto com o goleiro reserva Marcelo Grohe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: