Grêmio goleia, rebaixa o Ipatinga e se mantém na briga pelo título

Tricolor sofre gol, mas consegue a virada fora de casa: 4 a 1

O Grêmio fez valer a fama de imortal e se manteve vivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro e, de quebra, garantiu presença na Libertadores 2009. O Tricolor derrotou o Ipatinga por 4 a 1, em Minas, tirando dois pontos do São Paulo, que empatou o Fluminense no Morumbi. O triunfo do clube gaúcho foi de virada. Pablo Escobar abriu o placar para os mineiros. Marcel (dois), Jean e Léo marcaram para o Tricolor.

A vitória levou o Grêmio a 69 pontos. O São Paulo tem 72. Entretanto, o número de vitórias é o mesmo. Caso o time gaúcho vença em casa o Atlético-MG na última rodada e o time paulista perca para o Goiás fora, o título vai para o Olímpico.

Tigre dá susto no início

O primeiro tempo da partida foi dominado em grande parte pelos visitantes. Apesar de o Ipatinga ter aberto o placar com Pablo Escobar aos cinco minutos, após jogada de Afonso pela direita, o restante da etapa teve o Tricolor mais presente no campo de ataque.

A igualdade não demorou a sair. Veio aos 12 de jogo, quando o zagueiro Jean apareceu no ataque pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou. Marcel completou de cabeça para o gol.

Sempre pelos lados do campo, o Grêmio chegava com perigo. Aos 20, foi a vez de Felipe Mattioni receber na área e bater buscando o ângulo esquerdo. Fred saltou em colocou para escanteio.

Três minutos depois, a virada. Tcheco bateu falta da esquerda, a bola bateu na zaga e voltou para Souza. O meia pegou de primeira e mandou para a área, pegando a defesa do Ipatinga de surpresa. Paulinho Dias demorou a sair e deu condição a Jean, que se antecipou a Fred e cabeceou para o gol: 2 a 1.

Paulinho Dias falhou de novo, e o Grêmio não perdeu a oportunidade. O volante recuou mal, nos pés de Willian Magrão. O meia mandou rapidamente para Marcel tocar na saída de Fred e ampliar o marcador.

Depois do gol, Marcel sentiu uma contusão e deixou o campo. Roth preferiu colocar Helder em campo, deslocando Souza para o meio de campo. O Tricolor demorou um pouco a se encaixar com a nova formação, e o Ipatinga cresceu nos minutos finais. Adeílson, aos 37, obrigou Victor a fazer grande defesa em chute de fora da área. Cinco minutos depois, Pablo Escobar cruzou da esquerda, e Ferreira, livre, cabeceou por cima do gol.

Gol para decidir o jogo

Mas na volta para o segundo tempo o Grêmio mostrou que Celso Roth acertou o posicionamento do time na conversa do intervalo. Logo aos oito minutos, Jean ajeitou de cabeça, após cruzamento na área, e Jean só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

O quarto gol do Grêmio esfriou os ânimos da partida. A única boa chance que veio depois foi um chute de fora da área do jovem Muller, aos 20 minutos, e que obrigou Victor a saltar e espalmar para escanteio.

Já com o rebaixamento encaminhado, o Tigre não encontrou forças para reagir. No fim, Silvio acabou sendo expulso, dificultando ainda mais para os mineiros.

Resultado final ficou mesmo no 4 a 1. O Tricolor passou a tocar a bola e fazer o tempo passar, de olho no jogo do São Paulo. Fim da linha para o Tigre, retomada da esperança para o Grêmio.

Nike pode patrocinar o Grêmio no próximo ano 2009

Segundo informações da rádio Guaíba, a Nike pode investir no Grêmio na próxima temporada de 2009. A empresa Nike teria o interesse de colocar a sua marca na camisa do tricolor gaúcho como forma de ligação a Ronaldinho Gaúcho, tendo na formação de craques a sua nova estratégia de marketing. Nesta sexta-feira, Assis, o irmão do jogador do Milan-ITA, esteve pela manhã no estádio Olímpico Monumental e não falou com a imprensa sobre a sua visita no clube.
Atualmente, o Grêmio é patrocinado pelo Banrisul tem contrato até junho de 2009, mas o tricolor gaúcho está querendo romper o contrato do Banrisul, porque a FIAT está interessado patrocinar com o Grêmio no próximo ano e tem como material esportivo a Puma tem o contrato até Dezembro de 2010, e também pode romper o contrato da Puma no final de ano 2008, mas Adidas também está interessado patrocinar com o Grêmio, ainda não está nada definido, mas os Torcedores e sócios do Grêmio tem o direito de saber como será esta negociação sobre os materiais esportivos Nike ou Adidas para o próximo ano. Os torcedores gremistas estão muito anciosos para ver a nova camisa do Grêmio de 2009, ter uma nova gestão tão muito anciosos para saber o que vai acontecer no próximo ano.

A porcentagem % das torcidas do Grêmio que preferem qual das marcas:

1º – Nike: 38,5
2º – Adidas: 38,3
3º – Puma: 19,8
4º – RBK: 2,1
5º – OLK: 1,3

A Nike lidera 38,5% e a segunda Adidas 38,3% diferença por 0,2%. Nike e Adidas está quase empatado lideram pelotão das torcidas gremistas do Brasil. As duas mais importantes marcas de material esportivo do mundo.

Ingressos para o primeiro Gre-Nal de 2009 custará entre R$ 60 e R$ 100

Partida será em Erechim, em estádio com capacidade para 30 mil pessoas

Os preços dos ingressos para o primeiro Gre-Nal de 2009, que será realizado no dia 8 de fevereiro, no Colosso da Lagoa, em Erechim, pelo Gauchão, vão variar entre R$ 60 e R$ 100, disse, na noite desta sexta-feira, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelletto. Em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, o dirigente justificou o alto valor das entradas afirmando que haverá uma grande procura por gaúchos que moram em Santa Catarina e Paraná.
– Devemos vender apenas 25 mil lugares. São 30 mil, mas tem os menores de idade e o “carteiraço”. Temos de valorizar os ingressos. A renda vai ser dividida pela dupla Gre-Nal, e não podemos levar os times para jogar lá em Erechim e oferecer pouco dinheiro – afirma Novelletto, que acredita que, mesmo com o alto valor, os moradores da região vão economizar.
As arquibancadas do Colosso da Lagoa estarão divididas ao meio para o duelo. Novelletto garante que não haverá problema entre as torcidas.

– É um outro tipo de público. Lá nós vamos ver famílias reunidas, podemos dividir o estádio que não vai dar problema. Infelizmente em Porto Alegre não é o que temos visto ultimamente. É só confusão – lamenta o dirigente.

Fonte: ClicRBS

Douglas Costa e Mattioni perdem espaço com Celso Roth

Técnico justifica as ausências dos jogadores como opção tática

Fonte: ZeroHora

Divulgação/Site Oficial do Grêmio

Douglas Costa é uma das ‘jóias’ do Grêmio

O meia Douglas Costa e o lateral-direito Felipe Mattioni perderam espaço com Celso Roth. Badalados e cotados no mercado europeu, os garotos sequer foram relacionados para a viagem a Salvador, onde o Grêmio foi derrotado pelo Vitória, na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Indagado sobre o assunto, Roth justifica as ausências como opção tática. Nos bastidores, a explicação é que Douglas, 18 anos, e Mattioni, 20, teriam pouca experiência e por isso perderam lugar para Paulo Sérgio e Orteman, ambos de 30 anos.
O Tricolor volta a treinar às 16h desta terça no Estádio Olímpico. Vice-líder com 66 pontos, a equipe enfrenta o Ipatinga, às 17h de domingo (horário de Brasília), no Ipatingão.

Léo deve voltar contra o Ipatinga

Zagueiro prevê dificuldades na partida em Minas Gerais

Fonte: ClicRBS

Alexandre Alliatti/GLOBOESPORTE.COM

Pereira e Léo devem jogar juntos no domingo

O Grêmio terá mudanças na defesa para encarar o Ipatinga, às 17h de domingo (horário de Brasília), no Ipatingão, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Léo deve voltar ao time na vaga de Amaral, suspenso, e Pereira tem chances de retomar a posição no lugar de Jean. Fora da partida contra o Vitória por conta de punição do STJD, Léo prevê dificuldades em Minas Gerais.
– O jogo contra o Ipatinga é decisivo para a gente. Sabemos que vai ser um jogo muito difícil. O grupo ficou triste com a derrota em Salvador. Mas agora já estamos pensando no Ipatinga. Temos que pensar em fazer uma boa partida lá – afirma.
Léo está otimista para retomar o posto de titular.

– A expectativa é de ser titular, mas isso vai depender do Celso. Vou respeitar a decisão dele. Eu estou tranqüilo e espero poder ajudar a equipe – comenta.

O zagueiro chegou atrasado ao treino desta manhã e foi repreendido pelo técnico Celso Roth. No entanto, de modo geral, o trabalho no Olímpico foi mais animado em comparação com o dessa terça-feira. Os jogadores exercitaram cruzamentos e finalizações, com baixo aproveitamento das jogadas.

Os atacantes fizeram uma atividade específica do outro lado do campo. Em 24 finalizações, apenas Marcel conseguiu, por duas vezes, colocar a bola na rede. A tendência é que Perea e Marcel formem a dupla titular no domingo.

Grêmio ainda sonha com título em Ipatinga

Tigre terá vários desfalques contra o vice-líder do Brasileirão


Na reta final, faltando duas rodadas, o Grêmio vai do oito ao oitenta. Cultiva uma vaga esperança de ainda ser campeão, mas teme também ficar fora do G-4. Pelos dois motivos, a vitória sobre o Ipatinga, neste domingo no Ipatingão, às 17h, na penúltima rodada do Brasileiro, virou questão de honra.

Assim como sonha com tropeços do São Paulo, o Tricolor gaúcho receia o pior: que a zebra galope no Ipatingão e, ao mesmo tempo, o Palmeiras, o Flamengo e o Cruzeiro vençam seus jogos. A combinação de resultados deixaria o time de Celso Roth em quinto.

– O Cruzeiro vai para um jogo jogado. Não esperamos nenhuma resistência dos reservas do Inter – afirmou, em tom de bronca, o vice-presidente de futebol do Grêmio, André Krieger.

O diretor de futebol, Luís Meira, acrescentou o medo de que o Vitória não mostre contra o Palmeiras a garra exibida nos 4 a 2 sobre o próprio Grêmio, “até porque o Marquinhos já está vendido”. E foi além: “A gritaria do Flamengo contra o Carlos Simon pode resultar numa arbitragem camarada no jogo contra o Goiás”. Some-se a isso a certeza de que a mala branca viajará ao interior mineiro. Então, paranóia é o que não falta.

Mas um empate já deixaria os gaúchos mais tranqüilos – embora baste para o São Paulo ser campeão mesmo perdendo. A igualdade contra o Ipatinga manteria a equipe no G-4 e ela decidiria a vaga num Olímpico lotado, contra o Atlético-MG.

A goleada sofrida no Barradão levou o técnico Celso Roth a mexer no time. O ala-esquerda Hélder, que falhou num dos gols, perdeu a posição para Souza, que foi deslocado da ala direita. E quem assumiu esta posição não foi Paulo Sérgio, que entrou mal naquela partida, e sim Felipe Mattioni.

Na frente, Perea substituirá o lesionado Reinaldo. Em Salvador, o atacante colombiano perdeu lugar no banco para André Luís e ameaçou pedir rescisão de contrato. Tudo resolvido, ele formará dupla com Marcel – e os dois não fazem gol desde agosto.

– Espero que a dupla desencante neste domingo – suspirou Roth.

Haverá outras mudanças. Curado de contusão no tornozelo direito, o zagueiro titular Leo entrará no lugar de Amaral, que recebeu cartão vermelho no Barradão. Outro zagueiro, Pereira, está recuperado de lesão muscular. Mas, como ele não tem ritmo de jogo, Jean continuará no time.

Para o Ipatinga o que não falta é problema. Último colocado e praticamente rebaixado para a segunda divisão em 2009, o Tigre tentará se despedir de seu torcedor com uma vitória. Mas para conquistar os três pontos Enderson Moreira terá que quebrar a cabeça para montar o time.

No total são cinco desfalques, quatro suspensos e um machucado. Além do próprio treinador, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o lateral Baroni, o zagueiro Gian e os volantes Júlio e Leandro Salino receberam o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras e ficam de fora contra o Grêmio.

O goleiro Fernando, com dor no ombro direito, também ficará de fora. Fred, que não joga desde a partida contra o Fluminense, em agosto, voltará ao gol do Tigre.

De última hora, mais um problema. O lateral Márcio Gabriel deixou o treino de sexta sentindo dores no tornozelo direito e agora é dúvida para a partida.

FICHA TÉCNICA

IPATINGA X GRÊMIO

Local: Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data/hora: 30/11/2008, às 17h
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Marcos Antônio Moreira Collodett (ES) e Gelson Pimentel Rodrigues (ES)
IPATINGA: Fred, Silvio, Patrick e Léo Oliveira; Afonso (Márcio Gabriel), Paulinho Dias, Augusto Recife, Pablo e Beto; Adeilson e Ferreira. Técnico: Enderson Moreira

GRÊMIO: Victor; Leo, Jean e Réver; Felipe Mattioni, Rafael Carioca, William Magrão, Tcheco e Souza; Perea e Marcel. Técnico: Celso Roth.

Elenco gremista volta a acreditar no título

Delegação embarcou para Minas Gerais confiante no tropeço do São Paulo

O volante William Magrão será titular no jogo contra o Ipatinga.O volante William Magrão será titular no jogo contra o Ipatinga. (Crédito: Divulgação)

Demorou alguns dias, mas o Grêmio se recuperou da pancada que levou do Vitória na rodada passada. No embarque para Minas Gerais, nesta sexta-feira, o time exibiu muita confiança. O volante Willian Magrão é um dos que afirmam ainda sonhar com a conquista do título do Brasileirão.

O meio-campista, confirmado para enfrentar o Ipatinga, às 17h, deste domingo, no interior mineiro, disse que a equipe precisa fazer sua parte e esperar que o São Paulo não vença o Fluminense no Morumbi.

– Do jeito como as coisas estão acontecendo nessa reta final, é arriscado fazer qualquer previsão. Em cada jogo pode acontecer muita coisa. Tomara que o São Paulo tropece. Assim, se fizermos nosso dever de vencer, seguiremos na briga – disse ele.

O técnico Celso Roth promove neste sábado, em Vespasiano, o último treinamento antes do duelo com a equipe mineira. O time que entra em campo deve ser composto por Victor, Léo, Jean (Pereira) e Réver; Felipe Mattioni, Rafael Carioca, William Magrão, Tcheco e Souza; Perea e Marcel.

Roth preocupado com o ânimo do Grêmio

Ansiedade domina treino e tricolores erram quase todas as finalizações

Técnico Celso Roth lembra ao grupo que derrota para o Ipatinga pode custar a LibertadoresTécnico Celso Roth lembra ao grupo que derrota para o Ipatinga pode custar a Libertadores (Crédito: Ricardo Cassiano)

A derrota para o Vitória no domingo passado, arrasou os jogadores do Grêmio, que esperavam a definição do título do Brasileiro apenas na última rodada. Por isso, o esforço do técnico Celso Roth nos últimos dias, tem sido o de tentar levantar o ânimo dos jogadores.

Exemplo da frustração do elenco é o meia Tcheco, um dos líderes do Tricolor Gaúcho, que se mostrou o mais deprimido de todos.

– Não sei com que ânimo eu vou enfrentar o Ipatinga pois acho que perdi a última oportunidade de ser campeão brasileiro – confessou o capitão gremista nesta terça-feira.

Roth reagiu imediatamente e, nos dias seguintes, antes de cada treino, reuniu o grupo e avisou:

– Perder para o Ipatinga pode acabar nos tirando do G-4. Não pegar a Libertadores depois de ser candidato ao título será um vexame total, uma coisa para manchar a carreira de todos nós.

A partir daí, o estado de espírito mudou da depressão para a ansiedade, o que se refletiu nos treinos. Para desespero do técnico, na parte da atividade que o foco foram as finalizações, os atacantes acertaram apenas dois dos 23 chutes dados ao gol.

Assim, o treinador recorre ao time-base que usou no primeiro turno que fez o Grêmio disparar na liderança. Até Perea, que estava para ser dispensado por indisciplina, deve entrar, para formar dupla com Marcel. Já a volta do trio de defesa formada por Leo, Pereira e Réver pode acontecer somente na última rodada. Leo e Pereira se recuperaram das lesões mas somente o primeiro será titular. Roth optou por colocar Jean no lugar de Pereira.

Nesta quinta-feira, a ênfase foi as jogadas de bola aérea, a principal arma nos bons tempos. Neste aspecto, Pereira, com seu 1,90m, pode fazer falta. Ainda assim, o jogador prefere o discurso otimista e não se zanga por ajudar o time no banco de reservas.

– Aqui ninguém vai abaixar a cabeça. É difícil, mas o Grêmio tem a tradição de reverter a situação ruim na última hora. Podemos até ser campeões, por que não? – disse Pereira, um dos remanescentes da Batalha dos Aflitos junto com o goleiro reserva Marcelo Grohe.

Tcheco afirma que ficará no Grêmio no ano que vem

Apoiador negou rumores de que poderia encerrar a carreira no fim do ano

Theco garante que já acertou com o Grêmio, só falta assinarTheco garante que já acertou com o Grêmio, só falta assinar (Crédito: Ricardo Rimoli)

O apoiador Tcheco negou neste sábado que poderá encerrar a carreira caso o Grêmio não consiga vaga para a Libertadores. E Mais: adiantou que já acertou sua permanência no Tricolor gaúcho por mais um ano.

A informação sobre a possibilidade de ele pendurar as chuteiras foi passada por seu pai, José Antônio, em Curitiba. Segundo o pai do jogador, Tcheco havia comentado com familiares que a frustração de uma possível eliminação da Libertadores seria tão grande, que o melhor seria deixar o futebol.

– Não foi bem assim. Já decidi que jogarei por um ano mais, e aqui no Grêmio. Só falta assinar o contrato – disse Tcheco à Rádio Gaúcha, na manhã deste sábado, quando se dirigia para o treino.

O trabalho foi realizado no CT do Atlético-MG, em Vespasiano. A viagem para Ipatinga estava marcada para a tarde. No domingo, às 17h, o Grêmio enfrenta o Ipatinga e uma derrota, combinada com vitórias dos concorrentes, pode complicar a classificação no G-4.

Tcheco fala em aposentadoria

Emotivo, capitão gremista vincula sua decisão à vaga na Libertadores

Adilson Barros/GLOBOESPORTE.COM

Aos 32 anos, meia pode pendurar as chuteiras caso o Grêmio fique fora da Libertadores

Uma derrota neste domingo, em Ipatinga, poderá representar o fim da carreira de Tcheco. Aos 32 anos, o capitão gremista admite tratar da sua aposentadoria caso o Grêmio não consiga classificação à Taça Libertadores da América. Já comentou tal possibilidade com familiares.

A idéia, ainda incipiente, surgiu quando ele aceitou trocar o Grêmio pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita, após o Brasileiro de 2007. Dois dias depois de o campeonato acabar, Tcheco já estava em campo no Oriente Médio. Sem férias. Sem Natal. Sem Ano-Novo. Sem a família.

— Tcheco estava longe dos parentes e havia sofrido muito com as dores no púbis em 2007. Ficou chateado, mas passou — comenta José Antônio, pai do meia.

— Temo que ele pense em parar de novo. É emotivo, se magoa fácil e pode se decepcionar demais caso o Grêmio fique fora da Libertadores — acrescenta seu Zé.

Uma grande frustração poderia precipitar os planos do meia. A derrota para o Vitória, no Barradão, que permitiu ao São Paulo livrar cinco pontos de vantagem do Grêmio, e praticamente encaminhar o título, abalou o camisa 10. Projetava conquistar o Brasileirão e, assim, cumprir a meta estabelecida para a carreira: obter um grande título. Em 14 anos como profissional, Tcheco venceu apenas estaduais, além da Copa da Ásia e a Liga dos Campeões da Ásia. Campeonatos sem o peso de uma Libertadores ou mesmo de um Brasileiro.

Se tudo correr como Tcheco espera, e o Grêmio jogar a Libertadores a partir de fevereiro, ele permanecerá mais um ano em Porto Alegre. Depois disso, porém, ele deverá mesmo largar o futebol. Já terá cumprido 33 anos. Voltaria a morar em Curitiba, sua cidade natal, com a mulher, Patrícia, e o filho, Leonardo, de sete anos. Lá, a família mantém uma escolinha de futebol – a Tcheco Mania de Bola.

— Realmente já pensei em parar. Ao final desta temporada vou reavaliar o meu desempenho e em especial o meu rendimento físico. Mas a tendência é que jogue pelo menos mais um ano. Ainda me falta um grande título jogando no Brasil — afirma Tcheco.

O 07 de dezembro será uma data fundamental para o meia. É a última rodada do Brasileirão. Seu Zé promete vir ao Olímpico assistir a Grêmio e Atlético-MG e conversar com o filho. Torce para que neste dia possa recomendar a Tcheco que renove com o Grêmio para a disputa da Libertadores.

— Grêmio e Corinthians não estão deixando eu parar — diz Tcheco, agora em tom de brincadeira, citando os dois clubes interessados em sua contratação para a próxima temporada.

Técnico do Ipatinga nega incentivo para vencer o Grêmio neste domingo

Enderson Moreira diz que só um milagre mantém time na Primeira Divisão

Reprodução/Site Oficial do Ipatinga

Enderson Moreira nega ‘mala branca’

O técnico do Ipatinga, Enderson Moreira, garante não ter recebido nenhuma oferta de incentivo financeiro para a equipe mineira vencer o Grêmio no jogo marcado para as 17h (horário de Brasília) deste domingo pela 37ª rodada do Brasileirão. Em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, Moreira criticou a prática da chamada “mala branca”.

– Não tive acesso a nada. Eu falo muito o seguinte: não se pode acreditar muito em um jogador ou uma comissão técnica que se sente motivada por uma “mala branca”. Somos pagos pelo clube para desempenhar o melhor, e não é se ganhar tanto a mais que temos de nos motivar mais, nos emprenhar mais – declara o treinador.

O Ipatinga é o lanterna do Brasileirão com 34 pontos, contra 40 do Náutico, primeiro time fora da zona do rebaixamento. Moreira sabe que as chances de o time mineiro permanecer na Série A são remotas, o que não o impede de querer vencer o Grêmio.

– Apenas um milagre pode reverter este quadro. Nossa expectativa é fechar bem o campeonato e conquistar as duas vitórias. Vamos nos empenhar bastante para conquistar esses resultados – diz o técnico, que fez elogios ao tricolor gaúcho.

– É uma equipe extremamente competitiva, que erra pouco e sabe usar a capacidade individual dos atletas em prol da equipe – finaliza.

Willian Magrão tem esperanças de levar equipe ao título brasileiro

Atleta diz que time tem de fazer sua parte e esperar o São Paulo tropeçar

Ampliar Foto Alexandre Alliatti/GLOBOESPORTE.COM Alexandre Alliatti/GLOBOESPORTE.COM

Magrão (à esq.) corre em treino do Grêmio

O volante Willian Magrão ainda sonha em levar o Grêmio à conquista do Brasileirão. O jogador, que estará em campo no jogo contra o Ipatinga, às 17h (horário de Brasília) deste domingo no interior mineiro, disse que a equipe precisa fazer sua parte e esperar que o São Paulo não vença o Fluminense no Morumbi, no mesmo horário.

– No Campeonato Brasileiro é difícil falar, em cada jogo pode acontecer muita coisa. Tomara que o São Paulo tropece. Aí, se fizermos nosso dever de vencer, seguimos na briga – diz o volante.

Roth elogia Perea e põe fim à polêmica com o jogador

Técnico do Grêmio prega respeito ao time do Ipatinga

Ampliar Foto Wesley Santos/PressDigital Wesley Santos/PressDigital

Celso Roth conversa no treinamento gremista

O Grêmio realizou, na manhã desta sexta, o último treino no campo suplementar do Estádio Olímpico antes do embarque para Minas Gerais, onde enfrenta o Ipatinga, às 17h de domingo (horário de Brasília), no Ipatingão. O técnico Celso Roth conversou com a imprensa após o trabalho e pôs fim à polêmica envolvendo o atacante Perea, que havia pedido para deixar o clube no último domingo. O treinador elogiou o colombiano e disse que a reclamação foi algo normal, ainda mais por se tratar de um atleta jovem.

– Eu tenho uma admiração muito grande pelo Perea. Ele é jovem e, de vez em quando, é intempestivo. Tem que ser tratado assim, como jovem que fala algumas coisas fora de hora e depois retoma seu caminho. Considero isso normal, pior é o jogador que não fala nada e fica acomodado – declara Roth.

O último gol do Perea foi contra o São Paulo, no dia 17 de agosto. Já Marcel balançou as redes pela última vez diante do Vasco, no dia 31 de agosto. Roth disse que esse jejum de gols deixa os atacantes muito ansiosos e espera que nesses dois jogos eles acabem com isso.
No treino de hoje, a bola parada recebeu atenção especial. O zagueiro Réver não participou do trabalho por conta de uma amigdalite, mas irá para a partida. Sem jogar a toalha na busca pelo título brasileiro, o comandante prevê dificuldades diante do Ipatinga:

– Vamos tentar um equilíbrio durante todo o jogo. Isto é o principal. O Ipatinga começou a competição com problemas, mas teve atuações muito boas durante o campeonato, inclusive contra o Grêmio aqui. O time tem qualidade, mas não conseguiu traduzir isso em resultados – salienta.

Roth também falou sobre uma suposta mala branca aos jogadores do Ipatinga. Para ele isto acontece, porém nunca ocorreu nas equipes em que trabalhou.

– A equipe deles tem bons jogadores, mas agora aparecem algumas circunstâncias, como atletas rescindindo salários, dinheiro extra, o Ipatinga ainda tem uma ponta de esperança de sair desta situação. Temos que ter cuidado e saber enfrentar isto – comenta.

O goleiro reserva Marcelo Grohe sofreu uma lesão no tornozelo e não deve mais atuar este ano. Em seu lugar viajou Matheus. O grupo que estará à disposição do técnico em Minas: Adílson, André Luís, Felipe Mattioni, Helder, Jean, Léo, Makelele, Marcel, Matheus, Orteman, Perea, Pereira, Rafael Carioca, Réver, Soares, Souza, Tcheco, Victor e Willian Magrão.

O Tricolor deve iniciar a partida com: Victor; Léo, Jean e Réver; Mattioni, Rafael Carioca, Willian Magrão, Tcheco e Souza; Perea e Marcel.

Roth valoriza vaga na Libertadores, mas fica insatisfeito sem título

Grêmio pode conquistar acesso à competição continental já neste domingo. Ser campeão virou tarefa quase impossível

Ampliar Foto Agência/Agencia Estado Agência/Agencia Estado

Vaga na Libertadores não satisfaz Roth

O Grêmio começou o Campeonato Brasileiro por baixo, desacreditado, sem grandes expectativas de brigar pelas primeiras colocações. Mas Celso Roth tinha discurso diferente. A cada entrevista, ele batia na tecla de que sua equipe não era pior do que qualquer outra. O desempenho tricolor na competição mostrou que ele tinha razão. Faltando duas rodadas para terminar o Nacional, o Grêmio está perto de garantir vaga na Libertadores e ainda sonha com o caneco.

Para Roth, ir à competição continental é motivo de orgulho, mas não de satisfação. Só a taça deixará o treinador 100% feliz.

– No caso de conseguirmos vaga na Libertadores, termino o ano em uma condição ótima, mas não satisfeito. O que queremos ainda é o título – afirma.

Para ser campeão, o Grêmio precisa vencer os dois jogos restantes e ver o São Paulo somar no máximo um ponto. Para ir à Libertadores, basta uma vitória sobre o Ipatinga neste domingo, em Minas Gerais.

Roth diz que Grêmio encara Ipatinga sem pensar no São Paulo

São cinco pontos de distância entre os dois tricolores. Gaúchos pensam em fazer sua parte e depois ver o que acontece

Ampliar Foto Agência/Agência Estado Agência/Agência Estado

Roth prepara o time para duas decisões

Só dois tropeços de um time que não costuma tropeçar podem dar ao Grêmio o título de campeão brasileiro. É improvável, quase impossível. Mas o clube gaúcho não joga a toalha e reza para todos os santos, na expectativa de ver o São Paulo comer mosca. No domingo, o Tricolor gaúcho visita o Ipatinga, enquanto os paulistas recebem o Fluminense. O técnico gremista garante que sua equipe pensará apenas nela. O resultado do time de Muricy Ramalho é informação para depois da partida.

– Temos essa filosofia desde o início do campeonato. Aliás, fomos os únicos que mantivemos o discurso. Não atropelamos, não falamos que passaríamos alguém em tal rodada. Também não transformamos adversários em alvos, como aconteceu com o Grêmio. Estamos mantendo essa postura e vamos continuar assim. Nosso objetivo é o Ipatinga – diz Celso Roth.

O Grêmio, vice-líder, tem cinco pontos a menos do que o São Paulo. Nas duas últimas rodadas, o time gaúcho precisa fazer seis pontos e torcer para que o Tricolor do Morumbi faça apenas um. Roth deve mandar a equipe a campo contra o Ipatinga com Victor, Léo, Pereira e Réver; Felipe Mattioni, Rafael Carioca, Willian Magrão, Tcheco e Souza; Perea e Marcel.

Ability admite sondagem, mas nega acerto de W. Paulista com o Grêmio

Representante da empresa que detém diretos econômicos do jogador diz que terá conversa com Botafogo sobre reajuste salarial

Ampliar Foto Jorge William/AGÊNCIA O GLOBO Jorge William/AGÊNCIA O GLOBO

Permanência de Wellington Paulista ainda está indefinida

No momento em que começam as especulações sobre transferências de jogadores, ainda mais num período de dificuldades financeiras do Botafogo, a notícia de que Wellington Paulista estaria acertado com o Grêmio foi negada pela Ability, empresa que detém os direitos econômicos do atacante. Segundo Henrique Rodrigues, diretor de futebol do fundo de investimentos, tudo ainda não passou de uma sondagem.

– O Grêmio é um dos quatro clubes brasileiros que ligaram perguntando sobre a situação do Wellington. O mesmo aconteceu com dois clubes da Alemanha, que voltaram a mostrar interesse, como haviam feito há alguns meses. Mas em nenhum dos casos houve proposta, o que é diferente – explica ele ao GLOBOESPORTE.COM.

Wellington Paulista tem contrato com o Botafogo até 31 de dezembro de 2011, mas está prevista para os próximos dias uma nova conversa entre a Ability e André Silva, novo vice de futebol do clube, sobre possível reajuste no salário do jogador. Henrique Rodrigues admite que o futuro do atacante no Alvinegro também dependerá da questão financeira.

– O Botafogo deseja que o Wellington continue, mas vou conversar novamente com o André Silva, pois o clube estabeleceu um corte na folha de pagamento dos jogadores para o ano que vem, quando estava previsto um reajuste no salário do jogador – observa.

O atacante afirma que ainda não pensa em deixar o Botafogo, apesar do descontentamento com os salários atrasados, e ressalta que seu principal objetivo é se recuperar de uma lesão no ombro.

–  Eu fui muito bem recebido no Botafogo, fizemos uma família aqui, por isso acho que ainda vale uma tentativa de ajustarmos tudo para o ano que vem. Não estou de mudança e nem tenho pensado nisso. O que eu quero agora é me recuperar para o último jogo e fazer meu último gol no Brasileiro sobre o Palmeiras – diz Wellington, em declarações divulgadas por sua assessoria de imprensa.